Inverno: como preparar a casa para o frio

Compartilhar a notícia

Siga estas dicas de limpeza para tirar o cheiro de guardado de casacos, cobertas e acessórios que estavam no fundo do armário.

21 de junho de 2022

Atualizado: 27 de junho de 2022 12 min de leitura
frio inverno resfriado

Colaboração de Marcela Guimarães

Uma cena comum em qualquer lar no inverno: o dia amanhece frio, você pega aquele casaco e, talvez, um cachecol, mas na hora de vestir sente aquele odor desagradável de “roupa guardada”, uma mistura de mofo com poeira. Já passou por isso? 

É bastante comum deixarmos as peças de inverno em maleiros, baús ou numa parte do guarda-roupas que não é tão usada. Essas áreas são menos arejadas e isoladas da luz solar, que é um importante aliado para combater germes e até bactérias. Por isso, peças guardadas por muito tempo ficam mais propensas ao desenvolvimento de microorganismos que podem provocar alergias respiratórias e problemas de pele.

“O ideal é fazer essa higienização periodicamente, pois cômodos úmidos ou com pouca entrada de luz, tendem a ter mofo ou bolor, até mesmo antes do inverno”, recomenda a personal organizer Patrícia Orefice.  

Tapetes, cortinas e até aquele sofá de tecido podem precisar de uma limpeza mais detalhada para enfrentar o frio longe das alergias. A boa notícia é que existem maneiras simples - e segredinhos de limpeza de casa - que ajudam a deixar os ambientes saudáveis. 

E aquelas peças que não podem ser higienizadas de forma caseira, podem ser enviadas para uma lavanderia ou serem tratadas por especialistas que vão até a sua casa.

Limpeza de inverno: comece pelo guarda-roupas

Antes de começar uma limpeza nas peças de inverno que ficaram fechadas nos armários, a personal organizer Patricia Orefice indica retirar tudo do lugar e aproveitar para higienizar as prateleiras, gavetas e demais áreas, para só depois colocá-las de volta, já limpas.   

“Num borrifador coloque uma parte de água e outra igual de vinagre de álcool. Espirre essa solução e limpe armários, cômodas e baús. Se o cheiro estiver impregnado, coloque uma vasilha de vinagre branco de álcool e deixe por 24 horas dentro do móvel. Depois pegue esse mesmo vinagre e limpe as superfícies. Importante deixar o móvel aberto até secar”. 

Outra recomendação é deixar as portas e as gavetas abertas por pelo menos uma hora após a limpeza para o ar circular e se renovar. “Usar desumidificadores ou produtos que recolhem a umidade - aqueles recipientes com bolinhas no interior vendidos nos supermercados e lojas de produtos de limpeza -  também é recomendável”, diz Patrícia. 

Um erro comum é deixar peças pequenas como meias, luvas e cachecóis em sacos de plástico. Ou mesmo aqueles casacos que um dia chegaram da lavanderia e não foram retirados da proteção. “O plástico não permite que a roupa respire, o que propicia a umidade e o mofo. Se optar por mantê-las em sacos, prefira os de TNT para que possam arejar”, orienta.

A mesma recomendação é dada por Marinês Cassiano, especialista em cuidados têxteis da franquia 5àsec. “Se a peça não for utilizada com frequência, por exemplo,  é necessário ser guardada em um saco de TNT. Mas se ficar sem uso por um ano, o cheiro de guardado vai impregnar da mesma forma. Então, é recomendado lavar a cada seis meses.”  

Para os cobertores e mantas, a especialista recomenda retirar a peça para ventilar de tempos em tempos, fora da época do frio. “Se o cobertor for usado diariamente, o correto é que seja lavado mensalmente para evitar propagação de ácaros e outros fungos, além de garantir uma durabilidade maior dos fios”, diz Marinês.

“Para evitar mofo e manchas é recomendado sempre lavar as peças antes de guardar, para tirar todos os resíduos de sujeiras, além de ter cuidado para que o ambiente tenha ventilação”, acrescenta. 

O ideal é lavar todas as peças que ficaram guardadas por muito tempo antes de serem usadas, recomenda  a personal organizer Patricia Orefice. “De preferência com sabão líquido, adicionando vinagre de álcool na hora do enxágue e deixar secar antes de guardar. Nunca guardar peças úmidas”.

roupa lavada inverno
Lave as peças de inverno que ficarão guardadas por muito tempo, limpe as gavetas e as prateleiras do armário antes de colocá-las de volta. Foto: Shutterstock

Uma boa dica é olhar as recomendações de lavagem contidas nas etiquetas das peças. Alguns casacos, edredons e mantas, que não estiverem com cheiro ruim,  podem ser colocados ao sol. “Para ter certeza de que a peça pode ser estendida no sol, confira o que diz na etiqueta. É a forma mais segura de não danificar a peça, seja na hora de lavar, secar ou passar”, diz Patricia.

Cobertores e edredons mais volumosos podem precisar de máquinas de lavar profissionais. Então, separe as peças delicadas ou as mais pesadas (casacos de inverno, ternos, roupas de viagem, colchas, cobertores e edredons) e dê preferência para o envio a uma lavanderia. “Para o edredom de uso diário, a indicação é a limpeza mensal”, recomenda Marinês. Segundo a especialista, durante o processo de lavagem profissional, já é possível aplicar bactericidas e fungicidas que ajudam a minimizar alergias e problemas respiratórios.

Durante esse ritual de limpeza, é possível rever as peças que estão paradas há mais de um ano no armário, sem uso, e avaliar se ainda vai usá-las ou se deseja doar. “Eu particularmente faço doação das roupas que não uso por mais de um ano”, comenta Patrícia. Outra dica, é aproveitar o momento da limpeza para organizar as peças, usando nichos, caixas, divisórias, que vão facilitar a busca pelas roupas e peças guardadas. 

armario organizacao roupas
Aproveite o momento da limpeza para separar o que pode ser doado e organizar o guarda-roupas. Foto: Shutterstock

Dicas de como limpar tapete e cortina

Tapetes e cortinas são fundamentais para deixar a casa quentinha e trazer conforto  nos dias frios, mas também podem servir como fontes de alergias quando não higienizados.

Cortinas de tecido e mesmo tapetes mais leves e menores podem ser lavados em casa, na máquina de lavar ou a mão, seguindo sempre a orientação do fabricante. 

“Se a cortina tiver argolas ou ilhós, uma dica é prender todas as argolas com um barbante e colocar na máquina - se ela for de tecido. Se o modelo da cortina for o rolô (que sobe e desce enrolada, parecido com uma persiana), use uma bucha macia e aplique uma solução com água e vinagre e deixe arejar”, explica a personal organizer Patricia Orefice.

cortina ilhos
Junte as argolas ou ilhós da cortina  e amarre com um pedaço de barbante para facilitar a lavagem na máquina de lavar. Foto: Shutterstock

Quando a peça é maior e requer uma limpeza mais profunda e especializada, como é o caso dos tapetes de grandes dimensões e sofás estofados de tecido, a lavagem a seco é uma das opções. 

O processo de lavar a seco utiliza solventes químicos - que também são líquidos, mas que não deformam a fibra dos tecidos -  e são desenvolvidos para remover a sujeira sem afetar as características originais do material. Dessa forma, a peça não vai descolorir ou encolher. Produtos desse tipo estão nas prateleiras de supermercados, na internet, e é fácil usar seguindo as instruções dos fabricantes. 

“Antes de fazer lavagem a seco, é preciso verificar se a peça pode receber esse tipo de tratamento”, alerta Patrícia. “Não se pode lavar a seco peças em couro, peles ou seda”, adverte.

Existem vários serviços de limpeza profissional, feitos por lavanderias especializadas ou serviço a domicílio, que podem limpar tapetes, sofás e cortinas, com diferentes métodos.  

A demanda por esse tipo de serviço aumenta consideravelmente nas lavanderias no inverno, conta Marinês Cassiano, da 5àsec. “Levamos em consideração a etiqueta das peças para fazer a higienização correta, respeitando as orientações dos fabricantes, com objetivo de prolongar a vida útil dos itens”, explica.

limpeza carpete inverno
Empresas especializadas em lavagem de tapetes, cortinas e sofás podem atender a domicílio e deixar as peças limpas e prontas para ajudar a aquecer a casa durante o inverno. Foto: Shutterstock

Como tirar mofo ou bolor dos tecidos

Para roupa colorida, a dica da personal organizer Patricia é deixar de molho no vinagre por, aproximadamente, vinte minutos. Após esse período, use uma escova com cerdas macias para esfregar gentilmente a mancha. 

Quando as manchas de bolor estão muito espalhadas, uma opção é usar uma solução caseira de água sanitária com açúcar. Vai muito bem nas peças brancas. A receita, sugerida por Patrícia, é bem simples: em um balde, coloque 1 litro de água sanitária e adicione uma xícara de açúcar. Deixe a roupa de molho até o bolor desaparecer. Coloque a sua roupa na máquina de lavar e finalize a limpeza como de costume. 

Peças coloridas também podem ser higienizadas dessa maneira, mas é bom ficar de olho para não deixá-las tempo demais e danificá-las. “Faça um teste em uma pequena área antes de mergulhar a peça na solução”, diz. 

Para a limpeza de sapatos e botas, primeiro, passe uma escovinha nas áreas afetadas, para retirar as manchas brancas. Depois, passe um pano umedecido com vinagre de álcool no calçado todo. Deixe secar ao ar livre.

Deixe os ambientes arejados mesmo no inverno

Por causa do vento gelado do inverno é comum fecharmos todas as janelas e portas nesse período. “Mas é muito importante deixar a casa arejada”, afirma Patrícia. 

A recomendação é escolher o horário em que o sol está entrando pela janela e deixar o ar circular por ao menos uma hora. Aproveite para colocar cobertores, mantas e cobre-leitos também sob o sol. Mas evite fazer isso com os travesseiros.

“O sol é um excelente agente de sanitização superficial, mas, no caso dos travesseiros, os ácaros e microorganismos não estão na superfície, e sim no interior. Se for exposto ao sol, o interior do travesseiro vai aquecer e esse ambiente que carrega resíduos de pele, gordura e secreções da cabeça será ideal para a proliferação de ácaros, fungos e bactérias. Por isso, o ideal é sempre arejar e ventilar o travesseiro, protegido por uma fronha, com luz indireta”, explica Patrícia.

Ainda para os travesseiros, existem capas anti-ácaro e fungos, vendidas em casas de produtos para combater alergias, que impedem a proliferação de microorganismos.

Higienize também os bichos de pelúcia

Quem tem criança em casa - ou até que não tem - acaba enfrentando a poeira que se deposita sobre bichos de pelúcia ou brinquedos de tecido nas prateleiras abertas ou fechadas.

bichos pelucia inverno
Os bichos de pelúcia também merecem higienização para evitar que a poeira fique depositada e provoque alergias. Foto: Shutterstock

“Se forem bichos de pelúcia simples, a limpeza pode ser feita com um pano úmido ou seguir a indicação do fabricante. Utilizar a máquina de lavar de casa pode estragar o enchimento ou até causar bolor, caso a secagem não seja feita por completo”, explica a especialista em cuidados têxteis da franquia  5àsec

Marinês Cassiano explica que essas peças costumam acumular poeira e causar alegrias, portanto o recomendável é levar para um serviço profissional que conte com lavagem bactericida. “Se a pelúcia tiver olhos, nariz ou possuir algum tipo de acessório, o ideal também  é que seja lavado para uma lavanderia”.  

Por onde começar uma faxina?

Deixar a residência limpa uma casa é sempre importante em qualquer estação do ano, mas no inverno torna-se essencial fazer uma boa faxina, pois os ambientes ficarão mais fechados durante o frio. 

“Não existe uma frequência padrão para fazer uma limpeza, pois depende de variáveis, como quantas pessoas moram ali, se todos ficam em casa o tempo todo, se a família colabora em manter limpos os locais. Mas aconselho que a faxina seja feita pelo menos uma vez na semana, pois o pó se acumula com facilidade”, indica Ana Cristina Lancelotti, proprietária da Unidade Mary Help São Paulo Vila Olímpia.

A franquia, que fornece profissionais de serviços de limpeza residencial, criou  algumas dicas que podem ajudar quem não tem experiência na hora da faxina:

  • Comece a limpeza pelo alto. Se você varre todo o chão e deixa para tirar pó e limpar o forro depois, vai ter que varrer duas vezes.
  • Use produtos de limpeza de qualidade. Ainda que esses produtos tenham um custo mais alto, a eficiência na limpeza e o rendimento farão com que o preço valha a pena. Vassouras precisam estar em bom estado - do contrário vão atrasar sua faxina. Essa dica também vale para rodos, esponjas, palha de aço, panos, entre outros utensílios que sofrem desgaste e devem ser trocados com frequência.
  • Divida a limpeza por cômodos e faça montinhos de poeira. Depois você junta o máximo possível com uma pá.  
  • Evite o acúmulo de louças na pia. Crie o hábito na sua família de sempre lavar os utensílios que fizerem uso. Assim, fica mais fácil deixar a cozinha limpa e organizada.
  • Faça faxina regularmente. Assim, você evita que aquelas sujeiras mais difíceis de sair se tornem um problemão. E você só terá o trabalho de manter a casa limpa nos outros dias entre uma faxina e outra. 

Veja também: 

Aqui você encontra os conteúdos produzidos pelos colaboradores da Loft especialistas em economia, decoração, mercado imobiliário e estilo de vida. São profissionais altamente capacitados e com anos de experiência em produção de conteúdo para te ajudar nas suas principais dúvidas.

Deixe seu comentário

Veja também

sala estar sofa verde janela sacada

Mercado imobiliário

27 de junho de 2022

Home Staging: o que é e como isso ajuda a vender seu imóvel mais rápido

quadros filmes shutterstock

Morar com estilo

27 de junho de 2022

Decoração com quadros de filmes: inspiração, complemento ou ponto de partida

lavanderia dentro armario sala estar marcenaria

Morar com estilo

24 de junho de 2022

Inspiração: A lavanderia deste apê fica dentro do armário da sala de estar

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.