Entenda como vender seu apartamento pode ser um processo simples

Compartilhar a notícia

05 de junho de 2019

Autor Time Loft
Atualizado: 24 de junho de 2022 5 min de leitura
como-vender-seu-apartamento-negociacao-loft

Saiba o que você precisa ter em mente ao decidir colocar seu imóvel à venda

Ao decidir vender um apartamento, várias dúvidas podem surgir. Como vendê-lo da melhor forma? Como calcular o valor de venda? É melhor procurar ajuda de um profissional especializado ou arriscar ingressar nessa tarefa por conta própria? Para facilitar a vida de quem está tentando vender seu imóvel, preparamos um guia especial que mostra os pontos mais importantes do processo de venda de um imóvel.

Nesse post nós trouxemos alguns dos tópicos que serão explorados no material:

Como calculo o valor do meu apartamento?

O valor do seu imóvel será baseado na comparação com o valor e as características dos imóveis vizinhos. Segundo Monika Terra, corretora, “no processo de avaliação é muito importante ver o estado do imóvel, do prédio e valores de condomínio”. Pesquise os valores dos imóveis no mercado e na região onde seu apartamento está localizado.

Além disso, leve em conta características estruturais, como: andar que o apartamento está localizado, por exemplo. Entre outros quesitos.

Caso o imóvel precise de algum ajuste, também vale a pena investir na reforma antes de colocá-lo a venda. Monika explica que hoje em dia há uma certa “falta de disposição e de tempo do comprador final em relação à obra”. Por isso, nos últimos anos, imóveis que não precisam de reforma são mais bem-vistos no mercado.

Essas e outras indicações estão contempladas no nosso guia: Como vender apartamentos mais rápido, disponibilizado para download gratuito aqui

Ter ajuda de um profissional especializado pode fazer a diferença

Nossa corretora nos lembra que ter um profissional especializado auxiliando esse processo de venda dá “segurança a ambas as partes de que o produto é bom para compra e também para a venda”. Além de otimizar o trabalho, “existe um aval profissional muito importante, com detalhes que uma pessoa leiga desconhece”, explica Monika, “o especialista toma a frente e resolve tudo até a escritura”.

Na hora de anunciar seu imóvel:

- A internet é um dos meios de busca mais utilizados pelos compradores. Encontre um bom site para anunciar e vender seu imóvel.

- Deixe as informações sobre o apartamento completas, coloque o valor do condomínio e do IPTU, a metragem exata de área privativa e se o imóvel possui garagem.

- Registre fotos de todos os cômodos do apartamento em mais de uma perspectiva. Fotografe também espaços externos e áreas de lazer.

Na hora de receber os possíveis compradores, retire objetos muito pessoais dos espaços e tente deixar os ambientes o mais neutros possíveis.

Quais são as principais formas de venda de um apartamento?

1 - Vender através de uma imobiliária:

Conheça os serviços da imobiliária contratada e se ela está credenciada e fiscalizada no CRECI. A imobiliária deve disponibilizar um corretor especializado em vendas durante as visitas.

O serviço de corretagem custa, em média, 10% do valor de venda do imóvel, mas pode variar de acordo com a imobiliária. O tabelamento do serviço de corretagem é proibido pelo Cade desde o ano passado.

2 - Venda direta:

A venda direta é o formato mais livre e mais arriscado de negócio. Caso opte por esse formato, Monika Terra nos dá a dica: “o combinado antes nunca sai caro”. Por isso, no momento de redigir o contrato, esclareça as exigências de ambas as partes e dê atenção para as minutas. Tenha em mente que toda a documentação deve estar regularizada. Cheque se todos os documentos obrigatórios estão atualizados.

3 - Vender com a Loft:

Cadastre seu imóvel com a gente. Hoje, o site da Loft recebe mais de 1 milhão de usuários por mês e temos mais de 21 mil corretores cadastrados e cerca de 330 imobiliárias parceiras. A ideia é auxiliar no aumento da compra e da venda com serviços que vão fazer da experiência a melhor do mercado.

Quais são os documentos necessários para a compra e venda de um apartamento?

Alguns documentos essenciais do comprador, do vendedor e do imóvel são exigidos para assinar o contrato de compra e passar o apartamento para seu nome, mesmo na compra direta. Entre eles estão o CPF, comprovante de estado civil, cópias dos três últimos comprovantes de renda, cópia autenticada da escritura definitiva registrada no Cartório de Registro de Imóveis e a matrícula atualizada contendo uma certidão de ônus reais

Toda a documentação obrigatória exigida também está no nosso conteúdo especial sobre o assunto:

Existe a possibilidade de haver despesas adicionais com documentação, entre elas há o Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), uma taxa municipal sobre a transferência do imóvel entre as partes, que permite passar o imóvel para o nome do comprador.

Com a Loft você consegue agilizar o processo de venda do seu imóvel e garantir que toda a documentação esteja correta e dentro da lei. Venda seu apartamento conosco!

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde! Caso necessite de mais informações sobre a Loft ou sobre parcerias, entre em contato pelo e-mail imprensa@loft.com.br que responderemos você rapidinho.

Veja também

emprestimo com garantia de imovel e pouco difundido no Brasil

Mercado imobiliário

01 de julho de 2022

Empréstimo com Garantia de Imóvel: saiba como funciona o crédito com juros baixos e prazos longos para pagar

taxa referencial Foto: Shutterstock

Mercado imobiliário

01 de julho de 2022

TR: O que é a Taxa Referencial e qual seu impacto nos contratos de financiamento imobiliário

sala cloffice escritoio armario banheiro lousa geek

Morar com estilo

01 de julho de 2022

Apartamento de 110 m² possui decoração geek, cloffice e banheiro camuflado

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.