Boleto falso: saiba como identificar e o que fazer se pagar

Compartilhar a notícia

Saber identificar um boleto falso é fundamental para não cair em golpes. Veja alguns sinais para ficar alerta e o que fazer se pagar um!

19 de março de 2024

Autor Time Loft
Atualizado: 19 de março de 2024 6 min de leitura
como identificar boleto falso

Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), o golpe do boleto falso é um dos mais comuns no Brasil atualmente. Mas a boa notícia é que você pode identificar um boleto falso e se proteger contra esse tipo de golpe.

Para isso, basta conhecer os campos que compõem um boleto e adquirir o hábito de sempre verificá-los antes de realizar o pagamento. 

Neste artigo, explicamos tudo o que você precisa saber sobre boletos fraudados, desde o que acontece quando você efetua o pagamento até algumas dicas de como identificar. Acompanhe a leitura!

O que é um boleto falso?

O boleto falso é um documento enviado por criminosos para persuadir as vítimas a realizarem o pagamento. Seu diferencial é imitar as características de um boleto verdadeiro, como o logotipo do banco, nome do sacado (quem está pagando), o código de barras, entre outros campos.

Isso faz com que as pessoas acreditem que se trata de um documento autêntico e paguem o documento. Na sequência, o dinheiro cai na conta do criminoso, e não na conta que deveria cair. 

Vale lembrar que o boleto bancário é um dos principais meios de pagamento no Brasil, onde são emitidos mais de 4 bilhões de boletos por ano. 

Essa grande circulação de boletos na economia faz com que os criminosos se aproveitem da desatenção e da desinformação das pessoas e apliquem o golpe do boleto falso. 

6 dicas para identificar um boleto falso

Embora o golpe do boleto falso seja um dos mais praticados atualmente, é possível se proteger contra ele. O caminho é aprender a identificar um boleto falsificado. Veja nossas dicas a seguir!

Anúncios

1- Observe se existem erros de digitação

É muito comum que existam erros de digitação em boletos falsos, como a falta de alguma letra em uma frase ou escrita errada de uma palavra. 

Esses erros tendem a passar despercebidos pela falta de atenção das pessoas. Por isso, procure sempre observar se todos os campos do boleto estão corretos antes de efetuar o pagamento. 

2- Atente-se à leitura do código de barras

Não foi possível fazer a leitura do código de barras? Cuidado! Isso é um sinal de que o boleto pode ser falso. Geralmente, boletos fraudados têm leitura incompatível para fazer a vítima digitar a sequência numérica de forma manual.

Logo, a dica é tentar escanear o código com a câmera do celular ao invés de digitar e sempre desconfiar caso encontre a impossibilidade de leitura do código de barras.

3- Fique de olho nos números da linha digitável 

Outra maneira de saber se um boleto é falso é analisando os números que aparecem na linha digitável. A linha digitável é aquela sequência numérica que representa o código de barras.

Poucas pessoas sabem, mas esse campo possui um padrão: os três primeiros dígitos correspondem ao código do banco que fez a emissão do boleto, enquanto os últimos números apresentam o valor do pagamento. 

Dessa forma, se o valor do documento é R$234,00, os últimos dígitos do boleto serão 23400. Na dúvida, consulte o código do banco na internet utilizando a ferramenta da Febraban

4- Verifique a data de vencimento e o valor

Na hora de confirmar o pagamento, é preciso verificar se os dados do boleto estão iguais, como a data de vencimento e o valor. 

O valor aparece em dois campos do boleto: no final do código de barras e na área “valor do documento”. Assim, caso mude um dia na data ou tenha diferença de centavos no valor, acione o alerta, pode ser um golpe!

Nesse sentido, evite pagar o boleto e entre em contato com a empresa para checar se está tudo correto e, quem sabe, pedir o envio de um novo boleto. 

5- Avalie os dados do beneficiário

Além de checar a data de vencimento e o valor, é fundamental conferir o nome da pessoa ou empresa que vai receber o pagamento, ou seja, do beneficiário. 

Além disso, o CPF ou CNPJ do beneficiário sempre deve estar no boleto. Então, no caso de pessoas jurídicas, vale consultar se o CNPJ é real no site da Receita Federal.

6- Cuide o canal por onde o boleto foi enviado

Muitas vezes os criminosos enviam boletos fraudulentos por e-mail, WhatsApp e até pelo Correio. Por isso, prefira sempre emitir o boleto no site da empresa na qual você está comprando um produto ou contratando um serviço. 

Outra dica muito importante é conhecer os canais pelos quais a empresa manda os boletos. Além, de claro, seguir todas as dicas anteriores, como verificar se as informações do boleto estão todas corretas. 

E se eu pagar o boleto falso, o que fazer?

Os golpistas utilizam estratégias cada vez mais sofisticadas para fazer com que um boleto falso pareça verdadeiro. Nesse sentido, caso você perceba depois que pagou um boleto falsificado, existem algumas medidas que podem ser tomadas:

  • Avisar o banco: o primeiro passo é comunicar o banco no qual você fez o pagamento. Se você identificar o golpe rapidamente, ainda pode ser possível bloquear o pagamento, já que o tempo de processamento dos boletos bancários é de até 3 dias úteis;
  • Comunicar a empresa: se você pagar o boleto falso, é importante entrar em contato com a empresa para que ela fique ciente de que há criminosos aplicando golpes nos clientes;
  • Fazer um boletim de ocorrência: a abertura de um boletim de ocorrência na polícia vai permitir que o crime seja investigado, evitando que outras pessoas sejam lesadas.

Seguir esses protocolos é muito importante não apenas para desarticular os criminosos, como também para recuperar o valor pago. Sobretudo, porque tais medidas possibilitam entender como o golpe ocorreu, auxiliando na responsabilização de quem emitiu o boleto.

Identifique um boleto falso e proteja a sua imobiliária!

Como vimos neste post, identificar um boleto falso pode ser muito simples. O importante é adquirir o costume de conferir as informações e saber o canal no qual será enviado o documento. 

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde!

Deixe seu comentário

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.