Loft atinge break even em 5 anos, tempo recorde entre unicórnios na América Latina

Compartilhar a notícia

Startup passa a operar no azul durante o quarto trimestre de 2023, ano em que a empresa decidiu priorizar o B2B em todas as suas unidades de negócio.

11 de dezembro de 2023

Atualizado: 11 de dezembro de 2023 3 min de leitura

O Grupo Loft, startup do mercado imobiliário que usa tecnologia para facilitar a compra, a venda, o financiamento e o aluguel sem fiador, acaba de atingir o break even. O feito, alcançado depois de pouco mais de 5 anos da sua fundação, é o mais rápido entre os unicórnios da América Latina (veja comparativo aqui).

“A nossa grande conquista neste ano foi manter um sólido crescimento combinado com o atingimento da rentabilidade”, afirma o CEO do Grupo Loft, Mate Pencz. Ele conta que isso só foi possível por conta da definição de uma estratégia e escolhas claras. O COO da companhia, Marcel Regis, dá alguns exemplos: “priorizamos acelerar o negócio das imobiliárias por meio de tecnologia e dados em todas as unidades de negócio, e despriorizamos algumas iniciativas, como a compra, reforma e venda de imóveis próprios”, afirma.

Durante este ano, o Grupo Loft consolidou sua estrutura de negócios em dois pilares voltados às imobiliárias: a plataforma Loft – composta pelo marketplace e o sistema operacional [CRM] -, e os serviços financeiros.

Isso permitiu a unificação das estruturas de várias áreas de diversas unidades de negócio: Plataforma Loft, CredPago (aluguel sem fiança) , Credihome (financiamento imobiliário e home equity) e Vista (CRM). Alguns exemplos estão na área financeira, de compras, marketing e tecnologia.

Com este conjunto de iniciativas a Loft chega ao final do ano com um resultado financeiro sólido. A companhia fechará o quarto trimestre deste ano com aumento de cerca de 30% da receita em relação ao mesmo período do ano passado.

Foco nas imobiliárias – A Loft aumentou sua parceria com as imobiliárias nos últimos anos. CredPago, Credihome e Vista sempre foram unidades de negócio voltadas ao B2B. E a participação da modalidade no marketplace também vinha crescendo consistentemente.

Em 2023, a Loft dobrou a aposta neste sentido. Voltou seus maiores esforços comerciais, de marketing e de tecnologia para priorizar o uso da plataforma pelas imobiliárias parceiras. “Tecnologia e dados da Loft somados com o atendimento humanizado das imobiliárias parceiras é uma combinação poderosa no mercado imobiliário ”, diz Regis. “Estou seguro que esta combinação criará o maior e melhor ecossistema imobiliário da América Latina”, completa o CEO, Mate Pencz.

Este foco nas imobiliárias permitiu um aumento exponencial das vendas intermediadas por parceiras na plataforma Loft em 2023. Na comparação com 2022, considerando estimativas atualizadas do fechamento deste ano, este crescimento de vendas vai superar a marca de 300%.

Uma das iniciativas mais importantes neste sentido foi a expansão do Portfólio Único Integrado (PUI) para toda a região Sul, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. A solução pactua regras de mercado que multiplicam as vendas de todos os participantes. “As imobiliárias participantes do PUI estão registrando um incremento de cerca de 20% nas vendas por conta desta nova solução”, conta Regis.

Tags

Deixe seu comentário

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.