Jardim Paulista: saiba como é morar neste bairro de SP

Compartilhar a notícia

19 de maio de 2020

Autor Time Loft
Atualizado: 24 de junho de 2022 7 min de leitura
morar-jardim-paulista-loft

Um bairro arborizado, com ótima localização e muita comodidade - assim é o Jardim Paulista; conheça mais sobre a história e descubra as vantagens da região

Entre as avenidas Paulista e São Gabriel, o bairro do Jardim Paulista é um dos mais queridos de São Paulo. A ótima localização, somada à boa oferta de serviços, faz com que a região seja muito valorizada, embora ainda conserve ruas arborizadas e tranquilas. 

Vamos apresentar a história do Jardim Paulista e as principais comodidades das quais os moradores do bairro desfrutam. Neste artigo, veja o que a região tem para oferecer em termos de transporte, escolas, proximidade a polos econômicos e lazer.

Conheça a história do Jardim Paulista

A região dos Jardins, que abriga os bairros de Jardim Paulista, Jardim América, Jardim Paulistano e Cerqueira César, se desenvolveu a partir de 1891, com a inauguração da Avenida Paulista. Na época, foram construídos muitos casarões no entorno da via, que viria se tornar o cartão-postal de São Paulo.

O Jardim Paulista, assim como seus bairros irmãos, surgiu de um projeto de moradia da Cia. City, uma das mais antigas empresas urbanísticas de São Paulo. O conceito de bairros-jardins é uma releitura dos subúrbios da Inglaterra, onde as casas possuem amplos jardins e as ruas são arborizadas, e começou a ser implementado no Brasil na década de 1910. 

Naquela época, toda a área que vai da Paulista à Marginal Pinheiros pertencia ao empresário Horácio Sabino. Primeiro, ele loteou parte de suas terras e criou o Jardim América. Depois, em 1913, ele se juntaria a outras figuras influentes para fundar a Cia. City, que assumiu a demarcação e venda do loteamento que daria origem ao Jardim Paulista.

“Desde o início, a área buscava atrair a elite paulistana, apostando nos terrenos espaçosos e loteamentos planejados. Traçados de ruas de acordo com a topografia local, praças em abundância, espaços dedicados ao lazer e à prática de esportes e padrões rígidos para a construção das casas, distantes umas das outras e com amplo recuo frontal, faziam parte de suas características originais — muitas delas mantidas até hoje”, diz a Veja SP.

Que serviços e comodidades o bairro oferece?

Além de contar com as facilidades de morar perto da Avenida Paulista, com oferta de comércio de rua e shoppings, a exemplo do Shopping Cidade São Paulo e do Jardim Pamplona, o Jardim Paulista guarda muitas outras vantagens. Quem tem filhos em idade escolar, tem uma das melhores escolas da cidade a uma distância a pé de casa, o Colégio Dante Alighieri.

Se precisa de transporte público, basta chegar à Paulista para ter acesso às duas estações de metrô do bairro: Trianon-Masp e Brigadeiro. Há também diversas linhas de ônibus, que ligam a região a quase toda a cidade, além do fácil acesso às avenidas Nove de Julho, Brigadeiro Luís Antônio e Brasil, vias importantes para quem usa transporte particular.

Metro Jardim Paulista fica próximo ao Trianon Masp
O Jardim Paulista conta com duas estações de metrô, sendo uma delas a Trianon-Masp

O Jardim Paulista é servido por supermercados, padarias e farmácias, alguns inclusive com funcionamento 24 horas. E logo ali, no bairro vizinho do Paraíso, o polo médico de hospitais, consultórios e laboratórios traz tranquilidade e comodidade para o dia a dia dos moradores que eventualmente precisem de atendimento de saúde.

Opções de lazer no Jardim Paulista

Inaugurado um ano depois da Paulista, o Parque Trianon foi projetado pelo paisagista francês Paul Villon. Em quase 50 mil metros quadrados de área, estão preservadas árvores remanescentes da Mata Atlântica. Seu nome oficial é Parque Tenente Siqueira Ramos e Trianon, como é popularmente conhecido, deve-se à existência do antigo Clube Trianon, até meados dos anos 1950, onde hoje está o MASP (Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand).

O parque é aberto todos os dias e oferece playgrounds, aparelhos de ginástica e a trilha do fauno (caminho com 11 estações e 600 metros que liga a avenida Paulista com a Alameda Santos), na qual é possível avistar duas esculturas: “Fauno”, de Victor Brecheret, e  “Aretus", de Francisco Leopoldo Silva.

Parque Trianon no Jardim Paulista
O Parque Trianon está em funcionamento desde 1892 e reúne espécies da Mata Atlântica

No Sesc Paulista, também é possível fazer exercícios físicos, já que o centro cultural possui academia e aparelhos de ginástica. Além disso, o espaço promove exposições e cursos variados. Outros centros culturais da região são a FIESP e o Itaú Cultural.

Não podemos deixar de citar o MASP, o museu mais conhecido e visitado de São Paulo. Projetado pela arquiteta Lina Bo Bardi, o espaço foi inaugurado em 1968 e tem o mais importante acervo de arte europeia do Hemisfério Sul. Hoje a coleção do MASP reúne mais de 11 mil obras, incluindo pinturas, esculturas, objetos, fotografias, vídeos e vestuário de diversos períodos históricos. 

Ainda no ramo das artes, quem gosta de literatura deve conhecer a Casa das Rosas. O casarão no estilo clássico francês foi erguido na Avenida Paulista em 1935 e hoje abriga um centro dedicado à poesia e à literatura. Além das exposições e saraus, os visitantes têm acesso ao bonito jardim, que durante a primavera fica repleto de rosas.

Casa das Rosas no Jardim Paulista
A Casa das Rosas oferece cursos, palestras, lançamentos de livros e outros programas ligados ao universo literário

Quem quiser caminhar pela Avenida Paulista, ainda pode fazer uma visita às exposições do Instituto Moreira Salles ou passear pelo Conjunto Nacional, onde está localizada a unidade mais antiga da Livraria Cultura.

Restaurantes Jardim Paulista: onde comer bem no bairro

Não é difícil achar bons restaurantes no Jardim Paulista. A dificuldade está, na verdade, em escolher entre tantas opções interessantes ao paladar. O Kouzina e o Myk, ambos comandados pela chef Mariana Fonseca, trazem sabores gregos em receitas mediterrâneas tradicionais e contemporâneas. 

Os portugueses estão bem representados na Tasca da Esquina e na Alfama dos Marinheiros, onde é possível comer pratos clássicos da culinária lusa, como bacalhau. Os amantes de pizza com certeza irão se fartar na pizzaria Veridiana que, além dos sabores clássicos como marguerita e quatro queijos, oferece pizzas de atum com alcaparras e de linguiça de javali.

Na ala japonesa, o Aizomê é uma ótima opção, com as criações da chef Telma Shiraishi. Há ainda o MIMO, restaurante que entrou para a lista dos Bib Gourmand do Guia MICHELIN em 2019. No cardápio, uma das melhores coxinhas da cidade, feita de frango na massa de mandioquinha, além de massas, risotos, carnes e opções vegetarianas.

Encontre apartamentos no Jardim Paulista

Agora que já conhece todas as características do bairro, que tal saber mais sobre apartamentos Jardim Paulista? A Loft tem opções de apartamentos no Jardim Paulista e os imóveis são entregues com opção de reforma, para a renovação completa da infraestrutura elétrica, hidráulica e de acabamentos.

E veja mais informações sobre a taxa de condomínio nos bairros de São Paulo.

Veja mais bairros em São Paulo:

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde! Caso necessite de mais informações sobre a Loft ou sobre parcerias, entre em contato pelo e-mail imprensa@loft.com.br que responderemos você rapidinho.

Veja também

lavanderia dentro armario sala estar marcenaria

Morar com estilo

24 de junho de 2022

Inspiração: A lavanderia deste apê fica dentro do armário da sala de estar

plantas apartamento sala vaso pleomele

Morar com estilo

23 de junho de 2022

Plantas e folhagens para apartamento: 10 opções para você cultivar

SBPE Sistema Brasileiro de Poupanca e Emprestimo

Mercado imobiliário

22 de junho de 2022

SBPE: saiba o que é e para quem vale a pena

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.