Oratória para corretores de imóveis: entenda a importância

Compartilhar a notícia

Ter uma boa oratória é essencial para o corretor se destacar no mercado imobiliário. Veja dicas valiosas para melhorar essa habilidade!

20 de março de 2024

Autor Time Loft
Atualizado: 20 de março de 2024 5 min de leitura
tecnicas-de-negociacao-corretores-clientes-loft

Ser um bom corretor de imóveis vai muito além de conhecer o mercado e os serviços que oferece. É necessário, também, ter uma boa oratória, com fala clara e persuasiva para convencer os clientes a fecharem negócio. 

Definida como a arte de falar bem em público, a oratória trabalha técnicas de comunicação verbal e não-verbal para transmitir uma mensagem com clareza e objetividade. 

Logo, trata-se de uma técnica que reflete senioridade e autoconfiança, duas qualidades fundamentais para qualquer corretor que deseja crescer no mercado imobiliário.

Neste post, trouxemos algumas dicas valiosas de oratória para corretores de imóveis que desejam melhorar a comunicação interpessoal. Acompanhe a leitura!

Qual é a importância da oratória para corretores de imóveis?

Os corretores de imóveis precisam se comunicar com clientes o tempo todo, seja por telefone, email, mensagens de texto ou pessoalmente. Nesse sentido, é fundamental ter uma boa comunicação, e é aqui que entra o poder da oratória.

Uma boa oratória consiste em se expressar de forma clara e estruturada, com o objetivo de informar, influenciar ou entreter quem está ouvindo. Logo, trata-se de uma ferramenta essencial para estabelecer confiança com o cliente, transmitir credibilidade e acelerar o processo de decisão. 

Além disso, ela pode ser de grande ajuda para lidar com objeções e conduzir negociações com maestria. Ao dominar a oratória, você pode conquistar 4 elementos essenciais no mercado imobiliário:

  • influência;
  • conexão;
  • persuasão;
  • autoridade.

Em resumo, essa habilidade – muitas vezes, subestimada — possibilita que o corretor se diferencie da concorrência, seja visto com profissionalismo e conquiste destaque no mercado.

6 dicas de oratória para corretores de imóveis

Confira a seguir algumas técnicas de oratória para desenvolver suas habilidades de oratória e acelerar seus resultados como corretor!

Anúncios

1- Conheça bem seu público e produto

Antes de tudo, é essencial que o corretor tenha um bom repertório de informações para que consiga transmitir confiança e credibilidade. Aqui, é importante conhecer o cliente: o que ele quer saber? O que é relevante para a vida dele? Procure saber as necessidades, dores e desejos do seu público para oferecer soluções alinhadas.

Domine, também, as características do imóvel, como a região onde ele está localizado, se o bairro é tranquilo ou agitado, quais opções têm por perto, média de valores de imóveis vizinhos com o mesmo porte, entre outros pontos.  

2- Prepare-se para lidar com objeções

Não é incomum que os clientes apresentem objeções na hora de fechar negócio. Seu trabalho como corretor deve ser preparar argumentos para contorná-las e trazer o cliente de volta para o jogo. 

Nesse cenário, identifique a natureza da objeção (dinheiro, necessidade, confiança ou urgência), e use um argumento estratégico para quebrá-la. Por exemplo, se o cliente falar que “vai pensar” (objeção de urgência), vale trabalhar com gatilhos de escassez, citando que outras pessoas estão interessadas no imóvel. 

3- Cuide com o nervosismo

É natural que o nervosismo surja durante um negócio muito importante, mas é importante agir para controlá-lo. A dica é observar as situações em que ele aparece e buscar métodos para ajudar. 

Vale trabalhar técnicas de concentração e exercícios de respiração para aliviar a ansiedade e inibir o nervosismo. Se essa dificuldade for muito grande, também pode ser importante fazer ajustes na rotina. 

4- Treine sua postura e linguagem corporal

A oratória também diz respeito à linguagem corporal. Afinal, o interlocutor presta atenção tanto nas palavras que estão sendo ditas, quanto nos gestos e postura durante a comunicação. É aquele ditado “o corpo fala”. 

Por isso, atente-se ao seu comportamento durante os atendimentos. Mantenha a coluna sempre ereta, ombros relaxados, e não se esqueça de fazer contato visual com o cliente. Fazer gestos e expressões faciais podem ajudar a transmitir sua mensagem de forma mais eficiente, mas cuide para não exagerar.

5- Faça pausas estratégicas e respire pelo diafragma

Você sabia que falar rápido demais ou por muito tempo sem pausas não é uma boa prática de oratória? Além de prejudicar a fluidez da conversa, esse hábito pode atrapalhar o entendimento do interlocutor. 

Nesse sentido, o ideal é fazer pausas estratégicas – de 1 a 3 segundos em frases longas – e aproveitar esses momentos para fazer respirações leves e naturais. Respirar de forma consciente pode ajudar a ganhar mais fôlego e controle sobre a sua voz.

6- Treine sua oratória 

Por fim, é fundamental treinar bastante a sua fala e a sua postura para desenvolver a oratória. Treine em casa, diante do espelho, grave suas apresentações para assistir depois e ver onde pode melhorar e peça feedbacks de outras pessoas.

Também pode ser interessante assistir a palestras e discursos de palestrantes e oradores profissionais. Assim, você consegue observar como é o tom de voz utilizado, de que forma o discurso se estrutura e quais gestos ajudam a transmitir cada mensagem.

Uma questão de prática!

Como vimos neste post, a oratória é uma ótima ferramenta para se destacar no competitivo mercado imobiliário. Afinal, com uma comunicação clara e persuasiva, os corretores podem se tornar comunicadores poderosos e converter clientes muito mais rápido.

Portanto, foque sua energia em desenvolver e aprimorar a sua oratória e aproveite os benefícios que essa técnica pode trazer para a sua carreira.

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde!

Deixe seu comentário

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.