Preços dos imóveis disparam em bairros tradicionais de BH

Compartilhar a notícia

Gutierrez e Centro registraram os maiores aumentos nos preços dos imóveis no ano passado

24 de janeiro de 2024

Atualizado: 24 de janeiro de 2024 3 min de leitura

Belo Horizonte foi a capital da região Sudeste com a maior valorização imobiliária em 2023. Os preços dos imóveis à venda na cidade subiram 9,6% entre janeiro e dezembro do último ano, o que elevou o custo médio do metro quadrado em BH para R$ 6.250,00. Os dados são de um levantamento da startup imobiliária Loft.

As maiores altas foram vistas em bairros tradicionais da capital. No Gutierrez, que lidera o ranking das regiões que mais valorizaram em 2023, o aumento na mediana do preço do metro quadrado foi de 24,8%, que passou de R$ 6,4 mil para R$ 8 mil.

Na prática, isso significa que o preço pedido por um apartamento de 180 metros quadrados localizado no bairro passou de 1 milhão e 152 mil reais para 1 milhão e 440 mil reais, em média. Uma diferença de 288 mil reais.

Os preços dispararam também no Centro e no Savassi. Na região Central, a valorização foi de 23,4%, enquanto no Savassi foi de R$ 16,8%.

“O que mais chama a atenção nesse levantamento é o fato de termos o Savassi entre os três bairros que mais valorizaram no último ano. Isso porque ele já é o bairro com o metro quadrado mais caro da capital”, afirma Fábio Takahashi, gerente de dados da Loft. “Mas tanto o Savassi quanto o Gutierrez são bairros tradicionais, que oferecem boa localização e serviços, o que ajuda a entender porque seguem valorizando”.

Outros quatro bairros também registraram alta nos preços acima de 10%. São eles: Barro Preto (16,1%), Dona Clara (15,5%), Prado (13,6%) e União (13,2%).

“O mercado imobiliário em Belo Horizonte está aquecido. E um ponto em comum entre os bairros que mais valorizaram no último ano é a boa localização ou a facilidade de deslocamento para outras regiões da capital. Localização e infraestrutura influenciam diretamente na demanda e, por consequência, no preço”, explica Takahashi.

Para o levantamento, a Loft analisou bairros com ao menos 1,5 mil anúncios mensais ativos na cidade de Belo Horizonte entre janeiro e dezembro do ano passado.

Preço do m2 em capitais da região Sudeste

CidadePreço Mediano M2
Dezembro 2023
Variação Janeiro-Dezembro 2023
(%)
Belo HorizonteR$6.2509.6%
São PauloR$8.8752.4%
Rio de JaneiroR$10.2702.7%
Fonte: Loft

Bairros que mais valorizaram em 2023 em Belo Horizonte

BairroPreço Mediano M2
Dezembro 2023
Variação Janeiro-Dezembro 2023
(%)
GutierrezR$ 8.09524.8%
CentroR$ 6.44423.4%
SavassiR$ 12.76916.8%
Barro PretoR$ 9.60016.1%
Dona ClaraR$ 6.25715.5%
PradoR$ 7.58513.6%
UniãoR$ 6.52713.2%
Santa EfigêniaR$ 9.3689.5%
BuritisR$ 6.7719.5%
Santa MônicaR$ 4.7509.3%
CasteloR$ 6.0738.9%
Sagrada FamíliaR$ 5.7428.3%
Nova SuíssaR$ 5.7137.5%
Cidade NovaR$ 6.8037.0%
Ouro PretoR$ 6.0246.9%
SionR$ 8.5665.8%
Santo AntônioR$ 6.7455.4%
SerraR$ 8.5715.1%
ItapoãR$ 6.2964.9%
PaquetáR$ 5.5444.9%
Fonte: Loft
Anúncios

Bairros com maior preço do m2 em dezembro de 2023 em Belo Horizonte

BairroPreço Mediano M2
Dezembro 2023
Variação Janeiro-Dezembro 2023
(%)
SavassiR$ 12.76916.8%
BelvedereR$ 12.0794.3%
Santo AgostinhoR$ 11.687-8.6%
LourdesR$ 11.206-0.9%
FuncionáriosR$ 10.513-3.3%
AnchietaR$ 9.7803.9%
Barro PretoR$ 9.60016.1%
Santa EfigêniaR$ 9.3689.5%
SerraR$ 8.5715.1%
SionR$ 8.5665.8%
São PedroR$ 8.462-0.8%
GutierrezR$ 8.09524.8%
PradoR$ 7.58513.6%
Cidade NovaR$ 6.8037.0%
BuritisR$ 6.7719.5%
Santo AntônioR$ 6.7455.4%
UniãoR$ 652713.2%
CentroR$ 6.44423.4%
ItapoãR$ 6.2964.9%
Dona ClaraR$ 6.25715.5%
Fonte: Loft

*Créditos da Foto: Yanlucs/iStock

Tags

Deixe seu comentário

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.