Como saber se o preço pedido pelo seu imóvel está alto demais?

Compartilhar a notícia

23 de janeiro de 2022

Autor Time Loft
Atualizado: 28 de junho de 2022 9 min de leitura

Saber se o preço pelo qual você quer vender seu imóvel está justo é um desafio para qualquer um. Afinal, existem muitas variáveis que influenciam o valor de uma casa ou apê: desde a metragem e a região até outros fatores, como a necessidade de reformas e o potencial desse imóvel dentro do que o mercado está de olho. 

E se você estiver desconfiado de que esteja cobrando um valor alto demais e isso possa estar atrapalhando a venda? Vamos ver sete sinais que podem indicar se o preço pedido pelo seu imóvel está alto demais. Quem sabe assim a gente não te oferece algumas pistas mais contundentes de coisas que são necessárias de rever para finalmente vender?

1) Valor acima da média de acordo com a metragem 

Ao pensar no preço justo para vender seu apartamento ou casa, a maneira mais comum é calcular o preço por metro quadrado - claro que isso varia a cada região, como a gente vai ver logo a seguir. 

Mas mesmo que o valor do metro quadrado de um imóvel possa variar bastante dependendo do bairro, é sempre importante lembrar que, seja onde for, dá para esperar um padrão: se o seu imóvel tem um valor consideravelmente acima do de outros na mesma região e com características semelhantes, vale ver se essa pode ser uma razão pela qual você está com dificuldade de vender.

2) Preço não condiz com o de imóveis na região

A metragem não é tudo quando o assunto é o valor estimado de um imóvel: um bairro mais nobre ou com mais acesso a serviços importantes para cada finalidade pode mudar o que se espera de preço. Alguns bairros são mais abastecidos ou possuem melhor infraestrutura do que outros. Para isso, é preciso considerar a oferta de serviços, opções de lazer, shoppings, teatros, restaurantes, escolas e a presença de parques e áreas verdes.

Um apê com boa estrutura para uma família, com 3 quartos e uma vaga de garagem, pode ser mais valorizado se também estiver numa região bem abastecida de escolas e opções de lazer. Já se ele estiver no centro financeiro da cidade, com poucas opções de ensino e infraestrutura para crianças, pode se tornar menos atraente, e portanto ter um valor reduzido no metro quadrado.

Nesse caso, vale avaliar o preço das vendas de imóveis parecidos com o seu. Dessa forma, você amplia a sua base de referências e se aproxima mais do valor praticado pelo mercado, em particular com o que a região do seu apê ou casa tem a oferecer.

A Loft te dá dicas para ajudar a calcular o preço do seu apê.

3) Estrutura do imóvel não acompanha o preço pedido

Para fazer uma avaliação de imóveis, você precisa considerar uma série de características além da metragem do imóvel e localização - como a distribuição da planta, a disponibilidade de vagas na garagem, o andar do apartamento, as vistas das janelas, etc. Não é ciência exata!

A estrutura do imóvel também tem grande importância nessas variáveis - incluindo o andar, se tem vaga de garagem, qual a quantidade de dormitórios, se há armários e outros embutidos. Sem contar com áreas de lazer, que fazem mudar bastante o valor de um imóvel para outro. 

Será que você não está valorizando demais um imóvel que não oferece uma estrutura condizente?

4) Será que não ficou faltando aquela reforma?

Se a gente viu aqui em cima a importância da estrutura, é ainda mais importante pensar no estado do imóvel, né? Segundo Monika Terra, corretora, “no processo de avaliação é muito importante ver o estado do imóvel, do prédio e valores de condomínio”. Embora um imóvel mais deteriorado possa sair mais barato, às vezes um eventual comprador vai achar que não compensa esperar reformar e nem passar pelo estresse e pelos gastos com elas.

Caso o imóvel precise de algum ajuste, pode valer a pena investir na reforma antes de colocá-lo a venda. Monika explica que hoje em dia há uma “certa falta de disposição e de tempo do comprador final em relação à obra”. Por isso, nos últimos anos, imóveis que não precisam de reforma têm sido mais bem vistos no mercado. 

Assim como existem outras possibilidades de valorizar seu apê para vender mais rápido e por um bom preço, reformar com qualidade ainda pode aumentar sua margem de lucro, já que isso valoriza bastante o imóvel e atrai um público mais disposto a pagar um valor que antes poderia parecer exagerado. 

5) Potencial de valorização baixo

Outra variável que pode trazer um impacto no preço é o potencial de valorização que o imóvel e a sua região têm. A perspectiva é de alta no valor para um imóvel que está numa área que vem ganhando desenvolvimento mais moderno ou que está ficando mais aquecida - com novos comércios, estações de metrô, escolas, por exemplo.

Por outro lado, regiões que estão ficando particularmente degradadas também derrubam o valor esperado pelo imóvel, por causa da sensação de insegurança e da perda de comércios importantes, entre outros. 

Outro fator é a idade: a necessidade de reforma aumenta com o tempo, né? Sendo assim, um apê (mesmo bem cuidado) em um prédio antigo também pode perder o potencial de valorização com o passar do tempo, já que em muitas vezes o condomínio não acompanha a velocidade necessária para se fazerem obras estruturais nas áreas comuns.

6) Expectativa alta e pedida inicial exageradas

Nem todo imóvel tem um tempo exato que se espera que seja vendido. Mas uma das razões que mais faz sua venda se arrastar é algo que pode parecer só “prática de mercado”, mas que assusta: o preço jogado muito para o alto.

Criar uma expectativa elevada para o imóvel, valorizando-o à espera de que alguém venha com uma proposta inferior para você então trazer uma contraproposta, pode até funcionar em diferentes momentos. Mas ao mesmo tempo pode afastar quem já de antemão achou o valor muito alto e preferiu nem mesmo tentar negociar para conseguir aquele preço mais camarada.

Como comparar o preço do seu apê com o de outros parecidos ou na mesma região?

7) Como está a demanda no mercado atualmente?

A boa e velha lei da oferta e da demanda também é uma realidade: afinal, mesmo que o imóvel tenha tudo que possa aumentar ao máximo o seu preço em potencial, a situação nunca vai ser das melhores se o mercado estiver desaquecido.

Em tempos nos quais a economia e o mercado imobiliário estão mais fracos, a procura pelo seu imóvel naturalmente não vai ser a mesma que seria em tempos em que a demanda por imóveis é maior. E isso impacta o preço dos imóveis como um todo.

Se for esse caso de quando você estiver lendo esse artigo, vale avaliar se você não está esperando um valor irreal para o momento atual - e eventualmente passar a pedir um pouco menos para ver se “fisga” uma oferta interessante. E, claro, contar com o apoio de corretores especializados, como você encontra na Loft e seus parceiros, te ajuda a entender melhor o momento para tomar essa decisão.

Difícil saber o preço justo? A Loft te ajuda a precificar seu apê

Bom, a gente viu que vários fatores influenciam o preço que você pode cobrar pelo seu imóvel, né? É normal ter dificuldade na hora de precificar o seu apartamento, e por isso a Loft tem ferramentas que ajudam a dar segurança para quem quer vender. 

Ao cadastrar seu apê na Loft, você tem acesso gratuito ao Painel de Venda. Nele, nós sugerimos um valor de venda baseado em dezenas de dados e variáveis. A sugestão pode ou não ser aceita por você na hora de validar o anúncio. Para chegar neste preço, a gente usa alta tecnologia para considerar o valor médio de imóveis parecidos no seu bairro, o valor de outros imóveis comprados pela Loft e o histórico de apartamentos já vendidos.

O Painel de Venda facilita a definição do valor do seu apê em relação ao mercado. Mas o mais importante é que todos esses cálculos são feitos para você poder decidir o preço que considerar melhor! Deixar o preço abaixo pode acelerar o processo de venda, enquanto um valor mais alto pode garantir uma melhor negociação. Tudo depende da sua estratégia.

A Loft recebe milhões de acessos mensais e ainda oferece aos vendedores uma experiência de venda mais rápida e completa. Além da vitrine e da precificação, a gente também inclui verificação de documentação do imóvel e plataforma exclusiva de acompanhamento para garantir que o anúncio está encontrando potenciais compradores, dentre muitas outras vantagens. 

Cadastre seu imóvel na Loft e aproveite tudo que a gente tem a oferecer!

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde! Caso necessite de mais informações sobre a Loft ou sobre parcerias, entre em contato pelo e-mail imprensa@loft.com.br que responderemos você rapidinho.

Veja também

emprestimo com garantia de imovel e pouco difundido no Brasil

Mercado imobiliário

01 de julho de 2022

Empréstimo com Garantia de Imóvel: saiba como funciona o crédito com juros baixos e prazos longos para pagar

taxa referencial Foto: Shutterstock

Mercado imobiliário

01 de julho de 2022

TR: O que é a Taxa Referencial e qual seu impacto nos contratos de financiamento imobiliário

sala cloffice escritoio armario banheiro lousa geek

Morar com estilo

01 de julho de 2022

Apartamento de 110 m² possui decoração geek, cloffice e banheiro camuflado

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.