O que é empréstimo para autônomo e quais são suas vantagens?

Compartilhar a notícia

Você sabia que há opções de empréstimo para profissional autônomo? Entenda como funciona a comprovação de renda e quais são as alternativas!

28 de novembro de 2023

Autor Time Loft
Atualizado: 28 de novembro de 2023 7 min de leitura
Emprestimo para autonomo - o que é

Quando o profissional autônomo precisa fazer um empréstimo para adquirir bens, realizar uma viagem e organizar o orçamento pessoal, é comum que ele tenha dúvidas sobre o processo. Afinal, como comprovar renda e obter crédito no mercado?

A apresentação de holerites costuma ser a opção usada por trabalhadores com carteira assinada para comprovar a capacidade de pagamento. Essa não é uma alternativa para quem trabalha de maneira autônoma, mas há alternativas de comprovação de renda que podem facilitar o acesso a empréstimos.

Quer saber como conseguir crédito sendo autônomo e conhecer as vantagens de captar recursos para atingir seus objetivos? Continue a leitura deste post!

O que é e como funciona o empréstimo para autônomo?

O empréstimo para autônomos é uma modalidade que faz parte do crédito pessoal. Nessa opção oferecida pelas instituições financeiras, é possível pedir dinheiro emprestado sem que seja preciso indicar qual será o uso dos recursos.

Aliás, essa é uma das diferenças entre empréstimo e financiamento, que muitas pessoas costumam confundir. No financiamento, é preciso que o uso do dinheiro seja dirigido a uma finalidade determinada, como a compra de um imóvel ou de um carro específico. Com o empréstimo, por outro lado, isso não acontece.

Quais são as regras para um autônomo solicitar um empréstimo?

No crédito pessoal — seja ele para autônomos ou não —, a solicitação do dinheiro envolve algumas etapas e condições específicas, como a apresentação de documentos. Essas regras variam de acordo com cada instituição e com as garantias oferecidas por quem pede o empréstimo, como a comprovação de renda.

A exigência existe para a instituição de crédito avaliar se o tomador do empréstimo tem capacidade de pagar a dívida. Logo, ocorre uma análise do crédito para saber se o contratante terá condições de cumprir as condições contratuais.

Já a renda mensal apresentada por quem está pedindo o dinheiro ajuda a definir o valor total que será liberado, a quantidade de parcelas e a taxa de juros cobrada.

Para os profissionais autônomos, entretanto, comprovar a renda costuma ser a maior dificuldade. Isso acontece porque quem trabalha dessa forma não tem holerites ou documentos emitidos por uma empresa para comprovar os ganhos mensais.

O que fazer, então, para demonstrar a capacidade de pagar um empréstimo sendo um profissional autônomo? O extrato bancário é uma alternativa que muitas instituições financeiras aceitam para comprovação de renda. Outra possibilidade é a declaração do Imposto de Renda.

Além disso, as empresas que oferecem crédito para autônomos tendem a verificar o histórico de pagamento do cliente. Isso permite saber se ele é considerado um bom pagador, ajudando na análise.

Anúncios

Quais as outras opções para um autônomo conseguir crédito no mercado?

Você aprendeu que o autônomo tem alternativas para conseguir aprovação em diversas modalidades de crédito, não é mesmo? Para isso, ele precisa escolher uma instituição que aceite os meios de comprovação de renda disponíveis para esse profissional.

Agora, é hora de conferir quais são as demais opções de crédito disponíveis no mercado para quem trabalha de forma autônoma. Acompanhe!

Crédito com garantia

Como a comprovação de renda do autônomo é diferente, algumas instituições financeiras podem limitar o valor emprestado ou cobrar juros mais altos. Para evitar essa situação, é possível optar pelo empréstimo com garantia.

Essa modalidade funciona com a apresentação de um bem, que pode ser um imóvel ou um veículo, que servirá como garantia de pagamento do crédito. Vale lembrar que para participar dessa operação, o bem apresentado como garantia deve estar quitado.

A partir disso, a instituição financeira libera uma parte do preço de avaliação do bem no empréstimo. Se você não pagar as parcelas, o imóvel ou veículo pode ser tomado para quitar a dívida. Já se o pagamento ocorrer corretamente, o bem deixa de ficar sob garantia quando a obrigação de crédito se encerra.

Financiamento

Já o financiamento é uma modalidade de crédito em que é preciso determinar qual será o uso do dinheiro obtido junto à instituição financeira, como você viu. Se isso fizer sentido para você, o financiamento pode ser uma alternativa interessante para o autônomo que deseja investir em um imóvel ou adquirir um veículo, por exemplo.

Nessa situação, os próprios bens comprados com o valor creditado servem como garantia para a instituição financeira. Isso ocorre porque esses bens ficam alienados, ou seja, são registrados no nome da instituição, e sua propriedade será do tomador apenas após a quitação da dívida.

Quais as vantagens de usar uma das linhas de crédito para o autônomo?

Ao conhecer as alternativas para captar dinheiro para os seus objetivos, pode ser que você fique em dúvida sobre as vantagens de cada modalidade. 

O empréstimo tradicional costuma ser atrativo porque não exige garantias nem o uso do dinheiro para uma compra específica. Logo, é possível utilizar o dinheiro do modo que for mais conveniente para as suas necessidades.

No caso do empréstimo com garantia, um dos benefícios é que as instituições financeiras podem oferecer condições melhores para o empréstimo com garantia.

Isso ocorre porque os riscos de ocorrer um prejuízo com a inadimplência diminuem, já que o bem pode ser usado para pagamento da dívida. Assim, as instituições costumam oferecer prazo maior e juros mais baixos, o que barateia o valor a ser pago.

Já quanto ao financiamento, você viu que o próprio bem comprado servirá como garantia de quitação da dívida. Portanto, também há chances de obter valores mais altos, taxas de juros menores e parcelamento com prazos mais longos do que com um empréstimo comum e sem garantia.

O financiamento ainda pode ser conveniente porque você não precisa ter um bem quitado para oferecer como garantia. Assim, ele se torna mais acessível — especialmente se você quiser comprar o primeiro imóvel, por exemplo.

O que fazer antes de assinar o contrato de empréstimo para autônomo?

Antes de decidir se você solicitará uma das modalidades de crédito disponíveis a uma instituição financeira, é importante fazer uma análise dessa necessidade. Ainda, é necessário seguir alguns passos até a assinatura do contrato.

Veja quais são as etapas:

  • defina o objetivo da captação de recursos (fluxo de caixa, viagem, cursos, compra de bens e outros);
  • organize as finanças e determine o valor necessário para atingir o objetivo;
  • monte um planejamento financeiro completo;
  • analise qual é a capacidade de pagamento da dívida, sem ultrapassar 30% da sua renda;
  • verifique as modalidades que atendem a sua necessidade (financiamento ou empréstimo, com e sem garantia);
  • conheça a instituição financeira que concederá o crédito, sua credibilidade e condições oferecidas;
  • verifique se você tem todos os documentos necessários para a comprovação de renda.

Nesse processo, considere fazer uma simulação, combinado? Dessa maneira, você saberá o valor que receberá, quanto pagará e por quanto tempo, permitindo a escolha da configuração ideal para a sua realidade.

Neste post, você entendeu como o profissional autônomo pode conseguir um empréstimo para atender aos seus objetivos. Ao avaliar as condições oferecidas pelas instituições financeiras, é possível optar pela alternativa mais adequada às suas necessidades de captação de recursos.

Ficou interessado nas vantagens que pode obter ao oferecer um bem como garantia? Veja como podemos ajudá-lo a conseguir o dinheiro que precisa. Faça uma simulação de pelo crédito com garantia de imóvel!

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde!

Tags

Deixe seu comentário

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.