Na dúvida ao escolher piso pro seu apê? Veja a opção que mais combina com seu espaço!

Compartilhar a notícia

09 de dezembro de 2021

Atualizado: 09 de dezembro de 2021 6 min de leitura
escolher-piso-para-apartamento

Se quer achar a melhor opção para os ambientes do seu cantinho, é importante dar uma pesquisada nos principais tipos de piso para apartamento, e também é sempre bom ouvir a opinião dos profissionais envolvidos na instalação!

Quando o assunto é decoração, sempre bate aquela dúvida na hora de escolher um estilo principal: "Será que faço uma decoração mais contemporânea, algo minimalista, ou to buscando um estilo mais clássico?" Ou talvez você prefira ambientes de ar rústico ou com toques vintage? Independentemente do estilo, uma coisa é certa: o piso influencia bastante no resultado final!

Neste artigo, vamos dar uma passada pelos principais tipos de piso para apartamento, os cuidados com limpeza e manutenção, além da indicação de ambientes para cada um deles. Escolher o melhor material para as diferentes áreas do imóvel, como áreas molhadas, quartos e área externa, vai evitar dor de cabeça com manutenção.

Tipos mais comuns de pisos para apartamento

Há diversos tipos de pisos disponíveis no mercado. É possível misturar alguns deles no mesmo projeto, separando por ambientes. O piso de cimento queimado, por exemplo, é uma tendência que voltou para ficar e é muito procurado pela estética. No entanto, com o passar do tempo podem aparecer trincas, o que leva a uma manutenção mais frequente.

“Na hora da escolha, eu diferenciaria entre áreas externas e internas, áreas de baixo e alto tráfego ou áreas na cobertura de um prédio ou de um andar mais baixo. Todos esses fatores influenciam no acabamento a ser usado, nos espaçamentos entre peças, na possível argamassa utilizada e até no tratamento a ser aplicado”, indica o arquiteto Lucas Hidalgo.

Os principais tipos de pisos para casas são:

1) Piso de porcelanato;

2) Pisos vinílicos;

3) Piso laminado;

4) Piso cerâmico;

5) Piso de cimento queimado;

6) Piso de taco ou placas de madeira;

7) Piso de ladrilho hidráulico;

8) Carpetes;

9) Piso de granilite. 

pisos-vinilicos-apartamento
Os pisos vinílicos conseguem conservar a temperatura dos ambientes e abafar sons

“O piso que mais utilizamos nas obras é o porcelanato. Ele possui uma variedade ótima de modelos e acabamentos, é resistente e costuma ser fácil de limpar. Temos modelos polidos, acetinados, técnicos e naturais. É importante analisar se a área aplicada recebe água, se ela terá alto tráfego, se animais de estimação vão correr em cima. Ninguém quer seu animalzinho escorregando com as unhas em um piso escorregadio”, comenta Lucas.

Para áreas molhadas, o piso de porcelanato deve ser usado com cuidado, pois pode escorregar dependendo do acabamento das peças. O piso cerâmico, o ladrilho hidráulico e o granilite são boas opções, além do cimento queimado. Nas áreas sociais, como sala e quartos, você pode adotar o piso de taco ou madeira, piso laminado, vinílico e carpetes.

O preço da sua escolha de piso para apartamento pode variar bastante, inclusive dentro de uma mesma categoria. Dá para encontrar porcelanatos a partir de 22 reais o metro quadrado. Já o ladrilho hidráulico costuma ser vendido por peça, pois é feito artesanalmente, e em geral é comercializado por cerca de 20 reais a peça.

piso-de-porcelanato
O piso de porcelanato pode ser encontrado em peças maiores, o que confere mais elegância aos ambientes

Como fazer reformas de pisos

As reformas de pisos devem ser a primeira etapa do cronograma da decoração. Se seu apartamento é antigo, o piso de taco é original e você deseja mantê-lo, é importante fazer a manutenção. 

No caso de pisos de madeira, a manutenção consiste em lixar, aspirar o pó e aplicar uma resina própria para esse material. Se o piso for de pedra natural, é aconselhado um polimento. Em ambas as situações, você deve contratar o serviço de profissionais.

piso-de-taco
O piso de taco deve ser lixado antes da aplicação de uma resina protetora

Lucas Hidalgo alerta que fazer reformas de pisos vai muito além da estética, pois o piso influencia na usabilidade do imóvel e, consequentemente, no bem-estar dos moradores. “Além da estética, é importante pensar a respeito da limpeza, da paginação/posição das peças, do tamanho do seu revestimento, das juntas de dilatação, da durabilidade dele e, por fim, levar em conta a situação do contrapiso que irá receber o piso desejado”, diz.

Decoração de interiores: combinando pisos e revestimentos

Como mencionamos, os pisos e revestimentos são peças fundamentais da decoração de interiores. Depois que foi definido o estilo, arquitetos e designers de interiores geralmente já aconselham os clientes em relação ao tipo de piso para casa - se é porcelanato, cimento queimado, madeira, etc. - e o tamanho das peças.

A partir daí, é possível pensar a decoração de casas com pisos e revestimentos que combinem entre si, seja montando uma paleta de cores semelhante entre eles ou fazendo uma paginação em que se complementam. Por exemplo, já se encontra em diversos projetos de interiores a combinação entre piso de madeira e ladrilho hidráulico - a madeira vem até perto da cozinha e então começam os recortes com o ladrilho no meio das placas de madeira.

recortes-piso
É possível fazer o encaixe entre o piso laminado ou vinílico com os ladrilhos hidráulicos por meio do recorte

“Nós costumamos criar paletas de cores e materiais, os famosos ‘moodboards’. Escolhemos certos materiais e vamos combinando um ao lado do outro para testar o diálogo que existe entre eles. Não precisam ser necessariamente as mesmas cores ou texturas. Podemos brincar com cores complementares para criar um contraste de cor em um ambiente mais chamativo ou usar cores análogas mais claras, para um ambiente mais calmo”, ensina o arquiteto. 

Lucas Hidalgo lembra ainda sobre a importância de contar com a ajuda de um profissional para atingir o objetivo desejado. Ele irá orientar você sobre as melhores escolhas para o estilo de decoração escolhido, além de estar atento às questões técnicas para instalação do piso. 

Lucas complementa: “Para pessoas que estão sempre se mudando, acho uma boa escolha usar tons mais sóbrios no piso, sem muita estampa ou texturas. É mais fácil trocar itens decorativos pequenos do que um piso ou parede, por exemplo. Mas justamente por serem elementos fixos, é extremamente importante buscar revestimentos de qualidade e com uma estética agradável”. 

Tá afim de encontrar de uma vez por todas um cantinho para chamar de seu e decorar como quiser? A Loft tem apartamentos à venda em São Paulo, Rio e outras das maiores cidades do país! Vem dar uma olhada!

Especialista de SEO e conteúdo com mais de uma década de experiência em agências de publicidade, mercado financeiro e decoração. Já trabalhou com grandes marcas como Itaú e Banco Pan, além de ter sido empreendedor. Possui MBA em Marketing pela FGV e pós em Gestão de Produtos Digitais pela BBI Chicago.

Veja também

lavanderia dentro armario sala estar marcenaria

Morar com estilo

24 de junho de 2022

Inspiração: A lavanderia deste apê fica dentro do armário da sala de estar

plantas apartamento sala vaso pleomele

Morar com estilo

23 de junho de 2022

Plantas e folhagens para apartamento: 10 opções para você cultivar

SBPE Sistema Brasileiro de Poupanca e Emprestimo

Mercado imobiliário

22 de junho de 2022

SBPE: saiba o que é e para quem vale a pena

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.