Veja onde ficou mais caro comprar um imóvel nos últimos 12 meses em Florianópolis

Compartilhar a notícia

13 de março de 2024

Atualizado: 13 de março de 2024 3 min de leitura

Um levantamento inédito realizado pela startup imobiliária Loft apontou que os preços dos imóveis residenciais à venda em Florianópolis subiram, em média, 15,3% entre fevereiro de 2023 e fevereiro deste ano. A alta é a maior entre as capitais das regiões Sul e Sudeste do país e mostra o aquecimento pelo qual passa o mercado imobiliário na cidade.

Evolução do preço do m2 nas capitais monitoradas

CapitaisPreço do M2 em Fevereiro/2024Variação Fevereiro/2023 a Fevereiro/2024 (%)
Belo HorizonteR$ 6.33310.2%
FlorianópolisR$ 9.85715.3%
Porto AlegreR$ 5.6822.5%
Rio de JaneiroR$ 8.8962.6%
São PauloR$ 10.2631.1%
Fonte: Loft

“Chama a atenção a elevação na casa dos dois dígitos em uma capital onde o preço médio do metro quadrado já é valorizado. Hoje, Florianópolis está atrás apenas de São Paulo, mas já bem à frente de outros centros importantes como Rio de Janeiro e Porto Alegre”, afirma Fábio Takahashi, gerente de dados da Loft. “E o crescimento é disseminado em praticamente toda a cidade. Nenhuma outra capital chegou perto desse movimento.”

Em alguns bairros da cidade, o preço do metro quadrado valorizou acima da média da cidade (15,3%), caso de Saco dos Limões, Jurerê, Balneário e Abraão. Veja a tabela completa abaixo.

No Saco dos Limões, que lidera a lista, a valorização foi de 21%. No endereço, o preço médio do metro quadrado saltou para R$ 9,1 mil em um ano – era de R$ 7,5 mil em fevereiro de 2023.

Já em Jurerê, mais especificamente nas proximidades da Avenida das Raias, a valorização foi de 17%. Em 2023, o preço médio do metro quadrado já ultrapassava os R$ 15 mil na região, mas subiu para R$ 16,7 mil no último mês.

Destaque também para o Pantanal, onde o preço médio do metro quadrado ultrapassou a barreira dos R$ 10 mil pela primeira vez, para R$ 10,9 mil – era de R$ 9,9 mil em fevereiro de 2023.

“Historicamente, o Pantanal é um bairro bastante procurado por universitários, por sua proximidade com a UFSC, o que pode ajudar a explicar essa valorização. Mas mesmo fora do ano letivo, o bairro vem ganhando a preferência das pessoas interessadas em morar em uma localização central”, afirma Takahashi.

O levantamento feito pela startup imobiliária analisou mais de 2 milhões de anúncios nas cinco capitais consideradas.

Florianópolis – Os 10 bairros que mais valorizaram

BairrosPreço do M2 em Fevereiro/2024Variação Fevereiro/2023 a Fevereiro/2024 (%)
Saco dos limõesR$ 9.18121%
JurerêR$ 16.77217%
BalneárioR$ 9.28617%
AbraãoR$ 8.57416%
InglesesR$ 7.63315%
CanasvieirasR$ 9.78514%
Saco GrandeR$ 13.74213%
TrindadeR$ 9.87812%
CapoeirasR$ 7.15411%
Córrego GrandeR$ 9.73211%
Fonte: Loft

Tags

Deixe seu comentário

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.