Como é morar em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro

Compartilhar a notícia

12 de janeiro de 2022

Autor Time Loft
Atualizado: 28 de junho de 2022 5 min de leitura
morar-em-jacarepagua

Bairro da Zona Oeste do Rio, vizinho do Recreio e da Barra, Jacarepaguá impressiona pelo tamanho e pela autonomia. Conheça melhor essa área!

Como é morar em Jacarepaguá

Jacarepaguá é um bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro, vizinho da Barra da Tijuca e do Recreio dos Bandeirantes. Ele fica em uma área enorme, gigante mesmo, e é o sexto maior bairro carioca. 

E vale já explicar no comecinho que existe o bairro Jacarepaguá, que é o foco deste post, e os outros sub-bairros na chamada Grande Jacarepaguá: Freguesia, Taquara, Pechincha, Praça Seca, Camorim, Curicica e Tanque. 

De história antiga, o bairro caiu nas graças imobiliárias há relativamente pouco tempo, em uma tendência que vem se acelerando. O boom atual é do começo dos anos 2000 e ganhou contornos bem maiores depois, quando o governo decidiu tornar a Barra da Tijuca um eixo central da cidade, beneficiando os arredores. Lembra das obras enormes para os Jogos Olímpicos? Pois é, foi tudo nessa parte da Zona Oeste!

Justamente por ser tão grande e ter grande parte dos serviços e comércios necessários para o dia a dia, gerando uma independência em relação ao centro, os moradores de Jacarepaguá até brincam que "deve ser legal" morar no Rio – eles moram na cidade de Jacarepaguá, perto das belíssimas praias do Recreio e do agito da Barra.

Mobilidade em Jacarepaguá

No bairro de Jacarepaguá, há várias linhas de ônibus municipais. Também tem um ponto da Linha TransOlímpica (Recreio-Deodoro) do BRT , que faz conexão com a Linha TransCarioca (Barra-Galeão) e com a estação de metrô Jardim Oceânico, da Linha 4 (que leva para a Zona Sul).

Onde fica o Jacarepaguá: na Zona Oeste do Rio, perto do Recreio e da Barra da Tijuca

Jacarepaguá na história do Rio de Janeiro

De longuíssima história, o local foi ocupado pelos colonizadores já no século 16 e acumulou um grande número de engenhos de açúcar – a maior concentração do Rio de Janeiro. No século 20, vieram as obras de urbanização modernas, como a Estrada de Jacarepaguá (anos 1920), Estrada Grajaú-Jacarepaguá (anos 1950) e a Linha Amarela (anos 1990).

Antes de qualquer uma dessas mudanças, claro, havia os povos originários que batizaram o local: em tupi, o nome significa “enseada do lugar dos jacarés”. E ainda há vários jacarés-de-papo-amarelo nas redondezas, ali pelas lagoas do Recreio.

Aliás, Jacarepaguá é cheio de lendas e pontos importantes, como a Igreja Nossa Senhora da Penna, que rendeu a primeira carta de alforria a uma pessoa escravizada de que se tem notícia no Brasil. Uma verdadeira página da história do país!

Pesquisador monta passeio que ensina história de Jacarepaguá, que inclui a história da primeira pessoa a receber sua alforria no Brasil

O que fazer no Jacarepaguá

Além de ser vizinho do Parque Olímpico (uma herança das Olimpíadas e hoje um parque público, onde às vezes acontece o Rock in Rio), Jacarepaguá também tem a Jeunesse Arena, uma arena multiuso que sedia tanto jogos e disputas de vários esportes quanto shows de grandes artistas.

lagoa-de-jacarepagua
A Lagoa de Jacarepaguá, próxima do Parque Olímpico

Tem também o Velódromo Municipal do Rio de Janeiro, o mais moderno do país e totalmente dedicado aos ciclistas, e a enorme floresta do Parque da Pedra Branca, perfeita para fazer trilhas e praticar esportes. 

Para comer e beber, tem o Cantinho de Minas, o rodízio japonês do Naa! Sushi Bar, os peixes da Toca da Traíra, a enorme adega do Castelo do Vinho e os drinks descolados do Madame Surtô. Para um bom karaokê com os amigos, tem um super tradicional no bairro: o Vovô Tino. E para aquela parada estratégica de compras + lanche + cinema, tem sempre o Center Shopping

Ah! E vale lembrar que aqui ficam os Estúdios Globo, ex-Projac. Então não se espante se encontrar algum artista global por ali!

Bosque da Freguesia, no Jacarepaguá

OK, o nome completo é Parque Natural Municipal Bosque da Freguesia. Mas todo mundo chama de Bosque da Freguesia e é isso aí. É um respiro de verde no meio das construções de Jacarepaguá, com mais de 31 mil metros quadrados de mata recuperada (antes, na época dos engenhos, a mata dali deu lugar ao cultivo de cana de açúcar). Tem também um campinho de futebol, uma quadra poliesportiva e playground infantil.

Por ali é praticamente garantido ver o caxinguelê, que virou o símbolo do parque. Também conhecido como serelepe, ele é um esquilo brasileiro nativo da Mata Atlântica, e uma companhia muito simpática para uma caminhada tranquila.

bosque-da-freguesia
Moradores aproveitam o Bosque da Freguesia, em Jacarepaguá

Quer morar em Jacarepaguá? Conheça os apês da Loft!

Se você curtiu saber mais sobre esse bairro, a gente já te adianta: você vai adorar os nossos apartamentos à venda em Jacarepaguá

Veja também apartamentos para comprar no Rio de Janeiro em vários outros bairros.

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde! Caso necessite de mais informações sobre a Loft ou sobre parcerias, entre em contato pelo e-mail imprensa@loft.com.br que responderemos você rapidinho.

Veja também

Comunicados

05 de julho de 2022

Grupo Loft reorganiza sua operação

bancada-varanda-gourmet-luminaria

Morar com estilo

05 de julho de 2022

Decoração de varanda: aprenda 7 ideias de inspiração

Fachada da estação Faria Lima, uma das 11 da linha amarela do metrô

Mercado imobiliário

04 de julho de 2022

Proximidade com metrô valoriza imóveis em São Paulo

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.