Conheça 6 tipos de telhado e saiba como escolher o ideal!

Compartilhar a notícia

Os telhados têm grande influência no design, preço e conforto dos imóveis. Conheça 6 tipos de telhado e veja qual o melhor.

01 de março de 2024

Autor Time Loft
Atualizado: 08 de fevereiro de 2024 6 min de leitura
Conheça 6 tipos de telhado e saiba como escolher o ideal

Os diversos tipos de telhado existentes têm funcionalidades em comum: proteger a edificação e colaborar com seu conforto térmico e acústico. Além disso, eles complementam a estética, reforçando o estilo arquitetônico da sua casa.  

Mas cada um deles possui características próprias, vantagens e desvantagens. Portanto, conhecer as possibilidades existentes no mercado é fundamental para uma boa escolha do modelo apropriado. 

Quer saber quais são os 6 principais tipos de telhado e aprender a definir a melhor opção para atender às suas necessidades? Continue a leitura deste conteúdo! 

Conheças os 6 principais tipos de telhado 

Muitas pessoas não imaginam, mas o telhado influencia não apenas em detalhes da construção, mas também em atributos para atrair clientes para a venda ou aluguel de imóveis. Confira, a seguir, os principais tipos de telhado e as características que ajudarão você a escolher entre cada um deles!

1. Duas águas

É fácil reconhecer o telhado de duas águas porque ele é composto por partes inclinadas que formam um “V” ao contrário. Cada uma delas é denominada de água — razão para ele receber esse nome. 

Essas partes que formam o “V” fazem o escoamento da água, de forma que o líquido não se acumula em cima delas. Então o telhado oferece mais segurança e estabilidade ao imóvel. Além disso, o modelo de duas águas é de fácil construção, sendo possível adaptar seu design para diferentes estilos. 

Contudo, esse tipo de telhado possui algumas desvantagens a se considerar. Por exemplo, o custo da construção costuma ser mais elevado que as obras modernas devido à estrutura de madeira, que é mais complexa de fazer. 

Outro fator é o seu formato, que tende a oferecer dificuldades em relação à manutenção. Ainda, por ser um telhado de estética tradicional, ele pode não combinar com todos os estilos arquitetônicos.

Anúncios

2. Mansarda

Os telhados de mansarda são os tipos ideais para quem busca aproveitar bem o espaço. Isso porque ele se utiliza do desvão para fazer um novo cômodo. Ou seja, para otimizar a área, são construídos sótãos, que podem servir para armazenagem.

Nesse tipo de cobertura, há janelas distribuídas, oferecendo ventilação e iluminação. Assim, possibilita-se o seu uso como se fosse mais um cômodo da casa. Portanto, o bom uso do terreno é sua maior vantagem.

Um dos contras de utilizar o telhado de mansarda é o preço, que é mais alto por equivaler à construção de um novo cômodo. Além disso, para um melhor aproveitamento, seria preciso ter mais entrada de luz solar. Porém, não é possível colocar tantas janelas no desvão, tornando sua utilidade limitada.

3. Plano

Telhados planos são característicos do estilo arquitetônico moderno, vistos especialmente em áreas urbanas. Seu custo costuma ser mais baixo, devido à menor estrutura de madeira e ao projeto menos complexo. 

Ao contrário dos telhados que possuem alguma inclinação, sua manutenção é mais simples, porque o acesso a eles se torna mais fácil. Outra característica positiva da cobertura plana é a sua resistência ao vento, que é mais alta em comparação aos modelos inclinados.

Ademais, é possível utilizá-los como terraços ou áreas de lazer, também otimizando o aproveitamento do espaço. Contudo, é preciso considerar a sua falta de inclinação, que pode levar ao acúmulo de água. 

Por esse motivo, os telhados planos exigem um sistema de drenagem eficiente, para que não ocorram vazamentos. Outro ponto fundamental é a necessidade de impermeabilização adequada, para evitar infiltrações.

4. Colonial

São telhados coloniais aqueles formados pelo encaixe de uma telha na outra — geralmente, feitas de cerâmica. Uma característica marcante deles é sua inclinação, mais acentuada que os telhados de duas águas. 

Esses tipos de telhado são clássicos, então conferem charme ao local, sem prejuízo de oferecer uma boa drenagem da água. Entretanto, trata-se de um dos modelos mais caros, devido à complexidade de sua estrutura. 

5. De embutir

Também conhecidos por telhados ocultos ou caixotes, os telhados de embutir englobam todos os tipos de coberturas cujas telhas são escondidas em uma estrutura chamada platibanda. Portanto, elas não ficam aparentes por serem encobertas por uma espécie de parede — visualmente mais bonita. 

Assim, uma de suas principais vantagens é a estética harmoniosa e elegante. Porém, eles podem apresentar dificuldades para escoar a água e gerar mais dificuldades para identificar infiltrações. Dessa forma, é preciso ter mais atenção ao projeto em relação a essas questões.

6. Aparente

Os telhados aparentes são aqueles cujas telhas são visíveis. Os telhados de duas águas e de mansarda são dois exemplos conhecidos. Mas os modelos planos podem ter suas telhas à mostra, dependendo do projeto, podendo se encaixar nessa classificação.

Geralmente, esse tipo de telhado é feito com telhas de barro, que são mais baratas e possuem bom desempenho térmico e acústico. Portanto, uma das vantagens de fazê-lo é a economia com materiais. 

Por outro lado, sua execução pode ficar mais cara, já que ele requer uma estrutura de madeira mais complexa. Outra desvantagem desses telhados é que eles costumam exigir um tempo maior para a execução que os modelos embutidos.

Saiba como escolher o modelo de telhado ideal 

Escolher entre os modelos de telhados apresentados não é importante apenas para quem está construindo. Aqueles que comprarão ou pretendem construir um imóvel devem saber sobre a manutenção exigida e o seu nível de escoamento de água, certo?

Ademais, para escolher o modelo ideal de telhado, é preciso considerar: 

  • clima: como você viu, há telhados que oferecem mais conforto térmico, que podem ser melhores para regiões com temperaturas extremas;
  • estética: o estilo da arquitetura do imóvel deve combinar com o do telhado;
  • orçamento: você percebeu que há telhados com o preço mais elevado que outros, de forma que eles poderão aumentar o valor do imóvel para compra, por exemplo.

Neste texto, você conheceu os 6 principais tipos de telhado e as características de cada um. Com essas informações, é possível considerar a influência da construção deles no preço, design, conforto e segurança, antes de decidir se mudar para seu novo imóvel!

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde!

Tags

Deixe seu comentário

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.