Conheça os 5 fatores que influenciam na valorização de um imóvel

Compartilhar a notícia

Você está pensando em comprar ou vender uma propriedade? Então saiba quais são os 5 elementos que influenciam na valorização de um imóvel!

21 de novembro de 2022

Autor Time Loft
Atualizado: 11 de setembro de 2023 6 min de leitura
Fatores que influenciam na valorização de imóveis

Existem diversas características que influenciam bastante o potencial de valorização de um imóvel. Esses fatores, muitas vezes, podem estar relacionados a questões mais voláteis, como condições econômicas. Mas aspectos estruturais também impactam nos preços, concorda?

Conhecer esses elementos é importante tanto para quem já tem uma propriedade e deseja vendê-la quanto para quem quer comprar um bem visando lucro futuro. Assim, as características podem ser identificadas e monitoradas no momento de fechar o melhor negócio.

Quer saber quais são os fatores que interferem na valorização de um imóvel? Confira 5 elementos que mais impactam a precificação e fique atento!

Entenda a valorização de imóvel

A valorização imobiliária é um processo pelo qual todas as construções estão sujeitas — tanto comerciais quanto residenciais. Isso acontece porque os imóveis passam por um reajuste no seu preço inicial, apresentando um aumento em relação ao que foi pago pelo primeiro proprietário.

Essa variação pode ser maior ou menor, a depender das características do imóvel. Ela está relacionada a motivos como reformas na propriedade e mudanças no seu entorno. Por isso, a tendência é que a compra de um imóvel resulte em valorização ao longo do tempo.

5 Fatores que influenciam na valorização de um imóvel

Anúncios

1. Localização

Certamente você já percebeu que a localização é um elemento central para um imóvel, certo? Por isso, ela é um dos principais pontos que influenciam a valorização do bem. Afinal, quem busca uma casa ou apartamento para comprar ou alugar normalmente tem a localidade como ponto de partida.

Um local com bom fluxo de acesso a outras partes da cidade, por exemplo, costuma elevar o preço do imóvel. Logo, se a propriedade está localizada em uma região de fácil circulação, as chances de ela se valorizar são maiores.

Portanto, antes de comprar uma propriedade, vale analisar se a região tem variadas opções de linhas de ônibus, metrô ou investimentos previstos para melhorar a qualidade do transporte público. Além disso, quanto mais perto das áreas centrais, maior tende a ser o potencial de valorização dela.

Mas atenção: ainda que o imóvel esteja distante de uma área central, ele pode atrair muitos interessados, desde que ofereça uma estrutura completa. Nesse sentido, é relevante que a região conte com boas opções de:

  • escolas;
  • bares e restaurantes;
  • comércios;
  • áreas de lazer;
  • praças e parques;
  • entre outros benefícios.

Isso acontece porque a possibilidade de ter uma boa qualidade de vida é mais um fator que impacta a valorização de uma propriedade. Entretanto, não confunda esse ponto com a localização, pois ele está mais relacionado à infraestrutura do local.

Afinal, pouco adianta o imóvel estar localizado próximo à área central da cidade se a região não conta com oferta de serviços, segurança e lazer, não é? Também vale considerar condições como pavimento das calçadas, áreas arborizadas, acesso à internet de qualidade e à iluminação pública.

2. Segurança

Ao adquirir um imóvel, você não pode deixar de analisar o nível de segurança da região. Para isso, entenda os índices de violência do bairro ou da cidade, verifique se há postos policiais próximos à residência e se a prefeitura ou Governo estadual desenvolvem medidas para melhorar a proteção dos cidadãos.

Vale ressaltar que o fator segurança é especialmente relevante em cidades grandes. Por isso, é fundamental avaliar o índice de criminalidade na área onde você pretende morar e frequentar.

Em geral, a valorização dos imóveis tende a ser maior quando eles estão em regiões com menores taxas de assaltos, furtos e outros crimes. Ademais, contar com patrulhamento constante, ter proximidade a delegacias e estruturas de monitoramento 24 horas são elementos positivos.

Afinal, viver em uma região considerada segura é uma das prioridades das pessoas que buscam imóveis para comprar. Portanto, é natural que esse aspecto valorize um imóvel, principalmente quando as taxas de criminalidade gerais estão altas.

3. Estrutura do imóvel

O terceiro ponto a considerar como fator de valorização é a estrutura do imóvel. Pense em qual opção é melhor: ter uma casa ou apartamento com vista para a natureza ou para a vizinhança?

Provavelmente, você escolheu a primeira opção. Isso porque as pessoas costumam buscar privacidade e uma boa vista quando decidem comprar um imóvel. Então avalie esse fator no momento de pensar sobre a valorização da residência.

Além disso, se a propriedade não possui garagem para estacionar e manter o carro em segurança, por exemplo, provavelmente a valorização não será tão ampla ao longo do tempo.

Outros fatores a serem considerados na estrutura são:

  • Design do imóvel;
  • presença de varanda ou área externa;
  • metragem;
  • iluminação natural;
  • posição solar.

4. Comodidades do condomínio

Se a casa ou apartamento fica em condomínio, vale considerar principalmente o conforto e a acessibilidade do espaço. Nesse sentido, entre os critérios que costumam ser bastante avaliados pelos possíveis moradores estão:

Todos esses fatores ajudam a valorizar o imóvel. Isso porque as pessoas têm rotinas cada vez mais corridas, e otimizar espaço e tempo é primordial. Assim, ter acesso a tudo isso dentro de um condomínio é uma forma de atrair mais interessados — o que, consequentemente, pode elevar o preço do imóvel.

5. Documentação do imóvel

Você sabia que a documentação influencia na valorização de um imóvel? Afinal, o melhor negócio só pode ser firmado se todos os documentos estiverem sem pendências de impostos ou taxas.

Vale saber, ainda, que existem cidades que negociam imóveis em áreas irregulares. Embora eles possam ser mais baratos, a tendência é que essas propriedades se desvalorizem. Isso porque elas podem ser demolidas pela prefeitura a qualquer momento.

Por esse motivo, garanta que você esteja fazendo um negócio legalizado. Além disso, vale observar outros fatores relacionados ao imóvel, como:

  • existência de dívidas;
  • processo de regulamentação;
  • sem escritura;
  • sem usufruto;
  • em disputa por herança.

Agora você conhece 5 elementos que podem influenciar a valorização de um imóvel. Dessa forma, fica mais fácil analisar as questões atuais e futuras que podem fazer com que o preço da sua propriedade aumente ao longo do tempo.


Achou o conteúdo relevante? Então aproveite para assinar a nossa newsletter e fique por dentro do que acontece no mercado imobiliário!

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde!

Tags

Deixe seu comentário

Veja também

Espaço do Corretor

12 de abril de 2024

Como ser um bom corretor de imóveis

Espaço do Corretor

12 de abril de 2024

4 livros que todo o corretor de imóveis deve ler

CRM

12 de abril de 2024

Guia Prático CRM imobiliário

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.