Como é morar na cobertura do prédio? Saiba se vale a pena!

Compartilhar a notícia

Está pensando em comprar ou alugar uma cobertura de prédio? Conheça os prós e contras de viver nesse tipo de imóvel e entenda se é a melhor opção para você!

12 de outubro de 2023

Autor Time Loft
Atualizado: 11 de outubro de 2023 7 min de leitura
Como é morar na cobertura do prédio_ Saiba se vale a pena

Morar na cobertura de um edifício é o sonho de muitas pessoas. Afinal, estar no topo do prédio, sem vizinhos no andar de cima e com uma vista panorâmica da cidade parece ser bastante vantajoso, não é mesmo?

Mas, quais são as desvantagens de viver nesse espaço? Estar na parte mais alta da construção também tem aspectos que podem não ser tão interessantes. Por isso, é fundamental que você conheça os prós e contras desse tipo de imóvel.

A seguir, descubra as principais características de viver na cobertura do prédio e entenda se essa oportunidade é para você!

Quais as vantagens de morar na cobertura do prédio?

A localização privilegiada é um dos atributos mais marcantes da cobertura, mas há diversos benefícios que podem ser considerados. Portanto, você deve conhecer as vantagens de escolher o imóvel como o seu novo lar.

Veja só!

Maior espaço e conforto

Geralmente, as coberturas são espaçosas e a extensão do lugar proporciona liberdade para criar ambientes personalizados e funcionais. Além disso, o tamanho maior faz com que elas sejam opções mais confortáveis e agradáveis aos moradores. 

A disposição dos cômodos, muitas vezes generosa, permite que cada espaço seja aproveitado de maneira única. Assim, é comum que exista uma área maior para a criação de locais que atendam aos desejos de lazer, descanso e funcionalidade de quem mora nesse tipo de imóvel.

Anúncios

Ventilação e iluminação natural 

Devido à sua localização no topo, a cobertura recebe maior fluxo de ar e luz solar, o que contribui para um ambiente arejado e luminoso. Isso promove bem-estar, economia de energia e conexão com a natureza, gerando uma atmosfera saudável e agradável. 

A ventilação reduz a necessidade de resfriamento, enquanto a luz do sol adiciona vitalidade ao espaço. Os elementos naturais valorizam a qualidade de vida, tornando a cobertura uma escolha atrativa para quem busca um ambiente interno que seja mais harmonioso com o mundo exterior.

Mais privacidade

A distância maior da cobertura em relação às demais unidades do prédio proporciona um ambiente mais reservado e íntimo. Sem olhares curiosos ou interferências indesejadas, tem-se um espaço pessoal onde é possível viver sem grandes preocupações relacionadas a esses problemas. 

Então você pode ficar tranquilo em saber que sua vida particular tem mais chances de permanecer resguardada. Nesse sentido, optar por uma cobertura costuma ser sinônimo de escolher um lugar onde a sua privacidade será maior em relação a outros espaços da edificação.

Menos barulho

Estar no topo significa manter-se distante de boa parte dos ruídos urbanos, o que proporciona um ambiente mais silencioso. Desse modo, você pode se desconectar com menos esforço dos sons da região, como o tráfego de veículos e o burburinho da cidade. 

No geral, a altura elevada oferece uma barreira natural contra o barulho, inclusive de outras unidades do prédio. Esse tipo de moradia é vantajoso para quem busca tranquilidade, já que ele cria um espaço onde há mais sossego no centro urbano.

Alto potencial de valorização

A exclusividade do lugar muitas vezes se traduz em maior demanda no mercado imobiliário. Por isso, investir na cobertura não apenas garante um lar excepcional, mas também traz a possibilidade de um retorno financeiro promissor. 

A busca crescente por esse estilo de vida potencializa a valorização do imóvel ao longo do tempo. Ainda, pesa o fato de haver apenas uma cobertura em cada prédio. Logo, esse tipo de unidade se torna uma opção de investimento para o futuro. 

Visão panorâmica da cidade

Outra vantagem da cobertura está no visual incrível que ela pode oferecer. A sua localização favorece a visão panorâmica da cidade, o que é um benefício extra para quem gosta de observar o horizonte.

Dependendo da região, o morador poderá admirar, do topo do prédio, uma vista ampla da cidade. Então a rotina de quem vive nessas unidades pode ser cercada de belas paisagens.

Quais as desvantagens de viver na cobertura?

Até aqui, você conferiu os aspectos vantajosos de viver no topo do edifício. Mas, para ter certeza se esse é o tipo ideal de imóvel para você, é preciso observar o outro lado da moeda.

Confira, a seguir, pontos que exigem atenção de quem pretende viver na cobertura!

Custos elevados

Devido à exclusividade e às vantagens que oferece, a cobertura muitas vezes envolve um investimento inicial mais alto. Logo, pode haver gastos mais elevados para viver nessas condições. 

Além disso, manutenção e serviços podem ser mais dispendiosos por causa de sua estrutura, geralmente maior em comparação às outras unidades residenciais. Para evitar surpresas, é recomendado avaliar todos os custos antes de alugar ou comprar a unidade.

Mais chances de infiltrações

A exposição direta às intempéries, como chuvas e ventos fortes, pode tornar o imóvel mais suscetível a problemas de vedação e isolamento, se comparado aos outros apartamentos. Essas questões podem surgir mesmo em construções modernas, exigindo manutenção frequente para evitar danos. 

Portanto, avalie cuidadosamente o bem antes de optar por ele. Verifique as garantias oferecidas, solicite uma avaliação de profissionais da área e converse com outros moradores para identificar possíveis problemas estruturais, como infiltrações. 

Desconforto térmico

Ao mesmo tempo que oferece melhor ventilação e iluminação, a cobertura pode comprometer a temperatura do ambiente. A sua localização exposta no topo do prédio faz com que o imóvel fique mais sujeito às variações extremas do clima.

Como resultado, a unidade pode ter problemas de desconforto térmico. Isso significa ter ambientes mais quentes no verão e mais frios no inverno, exigindo um esforço extra para manter uma temperatura agradável. 

A necessidade de sistemas de aquecimento e refrigeração mais intensos pode impactar os custos de energia. Dessa maneira, esteja atento a esses pontos quando for visitar o imóvel desejado.

Baixa pressão da água

Por fim, pode haver problema relacionado ao abastecimento de água para a unidade. A baixa pressão hídrica, ocorrida devido à altura elevada do imóvel em relação ao solo, é capaz de resultar em menor fluxo de água.

Atividades cotidianas como tomar banho, lavar louça e outras tarefas, por exemplo, podem ser afetadas pelo menor volume de água que chega até as torneiras. Apesar das soluções tecnológicas para mitigar esse problema, vale estar ciente dessa potencial desvantagem ao considerar a unidade como escolha, certo?

Chegando até aqui, você conferiu quais são os prós e os contras de morar em uma cobertura de prédio. Considere o peso de cada um desses aspectos para as suas necessidades como novo morador. Assim, você terá as informações necessárias para decidir se deseja viver ou não nesse tipo de imóvel.

Procurando imóveis para comprar na cobertura? A Loft tem muitas opções para você!

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde!

Tags

Deixe seu comentário

Veja também

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.