10 Dicas para uma mudança de endereço tranquila

Compartilhar a notícia

É possível fazer uma mudança de endereço tranquila, se você criar um passo a passo com antecedência e segui-lo. Confira 10 dicas para fazer isso!

17 de novembro de 2023

Autor Time Loft
Atualizado: 17 de novembro de 2023 6 min de leitura
Dicas para uma mudança de endereço tranquila (1) (1)

A mudança de endereço costuma representar também uma nova fase de vida, podendo significar até mesmo a realização de um sonho. Mas como o processo tende a ser longo e cansativo, você pode se sentir perdido caso não se organize para ele.  

O planejamento ajuda muito a reduzir o estresse, porque ele pode descomplicar cada etapa a partir de um passo a passo mais simples de seguir. Desse modo, é possível diminuir as chances de ter problemas, como atrasos ou a perda de bens.

Pensando nisso, acompanhe 8 dicas para fazer mudança residencial com menos dor de cabeça! 

1. Saiba como se organizar antes da mudança

O planejamento para a mudança de endereço deve começar o mais cedo possível. Isso porque, se você deixar para datas mais próximas, terá que lidar com muitas informações e tarefas a fazer ao mesmo tempo. Portanto, organize tudo o que você precisará considerar logo que a mudança for confirmada.

2. Defina uma data para a mudança 

Após o fechamento do contrato de aluguel ou compra, verifique quando o imóvel estará disponível. Assim, será possível definir uma data exata para mudar e será mais fácil programar cada etapa do processo.

Ao definir a data, considere a sua disponibilidade e a de todos que precisam estar presentes no dia, para ajudar. Além disso, não se esqueça de possíveis viagens agendadas e compromissos de quem ficará com filhos pequenos e pets, se for o caso.

Anúncios

3. Separe caixas, sacolas e jornais

Com a data da mudança definida, é preciso se preparar para o dia em questão. Se você deixar para a última hora a separação de embalagens, perceberá como é mais difícil encontrar caixas, sacolas e jornais às pressas — e acredite, você precisará muito deles.

Por essa razão, comece a separar caixas de papelão em bom estado, sacolas de lixo (especialmente as grandes) e jornais ou plástico bolha, para guardar e embrulhar objetos. Eles serão úteis para simplificar o carregamento de um lugar para o outro e para proteger itens sensíveis.

4. Peça transferência de endereço dos serviços 

O foco nas questões práticas, como levar os seus pertences de um lugar para o outro em segurança, não pode fazer com que você se esqueça de lidar com as burocracias. Mudar de casa significa trocar o endereço que todas as empresas de serviço que você contrata têm.

Ou seja, será necessário solicitar a transferência da internet ao seu provedor. Os avisos também devem ser feitos à operadora de TV ou de telefone fixo, entre outros serviços que você possa utilizar.  

5. Contrate uma empresa confiável 

Com os detalhes práticos e burocráticos acertados, é hora de contratar uma empresa para levar seus pertences até sua casa nova. Para escolher a transportadora corretamente, verifique sua reputação no mercado, peça indicações, faça orçamentos e acompanhe todo o processo de mudança. 

6. Tire medidas da nova casa

Esse passo é muito importante. Afinal, não adianta estabelecer a data, combinar com os amigos e família, escolher uma boa empresa para fazer mudança residencial e, no dia, descobrir que seus móveis não cabem no lugar.

Por isso, é fundamental medir os cômodos e os seus móveis atuais, para saber o que você pode levar e o que precisará doar ou descartar. Esses dados são úteis, ainda, para saber o que será necessário comprar para compor a decoração da casa nova.

7. Organize o empacotamento

Com todas as ações prévias encaminhadas, é chegado o momento de preparar a mudança. Nesse ponto, você já terá em mãos as embalagens, e a equipe contratada ou seus ajudantes estarão prontos para começar a guardar seus pertences, certo?

O empacotamento dos seus itens pessoais pode demorar horas ou até dias, dependendo da quantidade. Mas lembre-se de que você poderá precisar de alguns deles ao longo dos dias. Por essa razão, o ideal é que eles não estejam guardados, para não ser necessário abrir caixas à sua procura.

Dessa forma, a dica para fazer a mudança de forma organizada é empacotar os itens que você mais utiliza por último. Então comece embrulhando tudo aquilo que você não precisará usar, por exemplo, louças que você só utiliza em ocasiões especiais.

8. Minimize riscos

A organização do empacotamento durante a mudança de endereço residencial é essencial. Mas não adianta encaixotar tudo e, na hora de desembrulhar, descobrir que entrou poeira dentro das caixas e sacolas, não é mesmo? Por esse motivo, é válido vedá-los bem para mantê-los limpos.

Além disso, cuide para que móveis ou objetos decorativos permaneçam em um bom estado, evitando arranhões e outros danos. Para tanto, proteja-os com cobertores, lençóis ou panos, que impedirão qualquer fricção.

9. Identifique as caixas  

No processo de embalagem, não se esqueça de escrever em cada caixa qual é o seu conteúdo. Esse cuidado facilita a hora de reorganizar os itens na casa nova, porque você saberá onde estão as caixas com itens da cozinha, do quarto, da sala e demais cômodos para direcioná-las ao local correto. 

10. Prepare-se para o pós-mudança

O pós-mudança também faz parte do processo, sendo preciso incluí-lo no planejamento. Ao chegar na casa nova, siga uma ordem simplificada para começar a desembalar e guardar seus pertences.

Uma sugestão é colocar cada caixa no seu respectivo cômodo, baseando-se nas etiquetas de identificação delas. Somado a isso, é interessante separar os objetos frágeis imediatamente, para evitar que eles se quebrem durante a organização.

Ademais, antes de desempacotar os pertences, posicione os móveis. Afinal, será necessário que eles estejam em seu devido lugar para guardar os objetos.

Ao desembalar, prefira começar com os itens que você mais usa para tê-los à mão, se precisar. Caso seja necessário estender a organização para outro dia, por exemplo, não será preciso perder tempo abrindo caixas para procurá-los.

Enquanto você abre as embalagens e guarda cada item no seu devido lugar, é possível aproveitar para conferir se tudo o que não tem mais utilidade foi descartado. Caso algum item desnecessário tenha restado, separe para doação ou descarte.

Com as dicas de planejamento deste artigo, você fará uma mudança de endereço para sua casa nova de forma mais tranquila. Nos dias que se seguirem à troca de endereço, continue a arrumação, rearranjando os itens até encontrar o local ideal para eles. Com a adaptação, a rotina na nova casa logo ficará natural.

Procurando imóveis para comprar e fazer uma mudança tranquila? A Loft tem muitas opções para você!

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde!

Tags

Deixe seu comentário

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.