Papel de parede para quarto: como escolher o ideal?

Compartilhar a notícia

Quer escolher um papel de parede para quarto e não sabe por onde começar? Veja quais as principais dicas para tomar uma boa decisão!

30 de novembro de 2023

Autor Time Loft
Atualizado: 30 de novembro de 2023 12 min de leitura
Papel de parede para quarto - como escolher o ideal

Decorar um ambiente é uma forma interessante de deixá-lo com a sua cara, adicionando personalidade ao espaço. No quarto, uma das formas de causar essa mudança é selecionando um papel de parede para esse tipo de cômodo.

No entanto, a escolha do revestimento pode não ser tão simples quanto muitas pessoas imaginam em um primeiro momento. É preciso pensar no estilo do quarto, no design do papel de parede e como ele se alinha com a decoração atual ou com a proposta desejada.

Precisa de ajuda? Então acompanhe a leitura deste artigo e veja como escolher o papel de parede ideal para o quarto!

Por que colocar um papel de parede no quarto?

Os papéis de parede não são apenas alternativas às pinturas tradicionais, sabia? Mais que preencher as paredes com cor, eles dão a oportunidade de você criar um novo toque para um ambiente. 

A seguir, veja mais motivos para colocar um papel de parede no quarto!

Estética

O papel de parede pode apresentar uma ampla variedade de cores, padrões e texturas, permitindo que você crie um visual personalizado para o quarto. Você pode escolher um modelo que combine com a decoração existente ou um tipo que seja mais destacado.

Desse modo, o uso desse elemento oferece uma oportunidade de expressar sua personalidade e estilo no ambiente do quarto. Você dará um toque único ao cômodo, o que ajuda a deixar o quarto diferente do restante da casa.

Outro ponto é que certos tipos de papel de parede têm texturas, efeitos tridimensionais ou padrões que adicionam profundidade e interesse visual à parede. Esses designs podem criar uma sensação acolhedora e aconchegante no quarto.

Anúncios

Praticidade

Optar por um papel de parede também costuma ser positivo pela praticidade. Como você viu, muitos deles vem com cores, padrões e texturas diferentes. Normalmente, essas características não são fáceis de replicar em uma pintura convencional, por exemplo.

Além disso, o papel de parede pode ser instalado por um profissional ou por você mesmo, com um pouco de prática. Então ele dá mais liberdade para ter um ambiente diferenciado de maneira mais rápida do que acontece ao optar pela pintura.

Vale destacar que eles podem ser removidos quando você achar conveniente e substituídos por novos designs com rapidez. Também é possível selecionar papéis de parede diferentes para cada parede. 

Complementando a questão da praticidade, o papel de parede pode ser uma maneira eficaz de disfarçar imperfeições na parede, como rachaduras, buracos ou irregularidades na superfície. Dependendo da situação, ele pode ser colocado por cima delas, reduzindo custos com reparos.

Mas aqui é preciso fazer um destaque: é sempre importante checar essas imperfeições com profissionais. Elas podem indicar problemas na estrutura, demandando reparos por questões de segurança, tudo bem?

Além disso, a aplicação do papel nesses casos pode ter a durabilidade prejudicada, então vale a pena conferir essas questões. 

Durabilidade

A durabilidade é outra característica vantajosa dos papéis de parede. Você sabia que eles geralmente são mais resistentes a arranhões, batidas e danos do que as paredes pintadas? Então essa é uma escolha que pode ser vantajosa pensando em custo-benefício.

Uma vez que o papel de parede seja aplicado corretamente, ele poderá manter sua aparência por muitos anos sem a necessidade de retoques frequentes. Pinturas, por outro lado, podem exigir retoques regulares para manter a qualidade.

Quais são os tipos de papéis de parede? 

Agora que você entendeu as vantagens de optar por um papel de parede, vale destacar que há diversos tipos para escolher. Saiba quais são os principais, com suas características mais relevantes e vantagens!

Tradicional

Como o nome adianta, o papel de parede tradicional tende a ser o tipo mais comum de papel de parede. Ele costuma ser feito de papel simples, sendo natural e renovável.

O papel de parede tradicional também é econômico e oferece uma variedade de padrões e cores. Entre os pontos positivos estão o preço e a facilidade de instalação. No entanto, ele pode não ser tão durável quanto outras opções e não é adequado para áreas úmidas.

Vinílico

O papel de parede vinílico é fabricado a partir de uma combinação de celulose e PVC, um material plástico. Ele é altamente durável, resistente à umidade e fácil de limpar. Entretanto, o preço pode ser mais alto e a instalação, mais complexa. 

Também existe o papel de parede vinilizado, que é semelhante ao vinílico, mas em uma versão mais acessível. Ele pode ser uma alternativa para aqueles em busca de uma opção semelhante, mas com um investimento menor. 

TNT

Já o papel de parede de TNT papel é feito de fibras de poliéster e celulose, sendo conhecido pela sua resistência. Ele costuma ser fácil de aplicar, já que a cola é aplicada diretamente na parede e o papel é colocado sobre ela.

EVA

Por sua vez, o papel de parede EVA é feito de um material plástico, com uma textura emborrachada. Ele é resistente à umidade e fácil de limpar, também se destacando pela sua facilidade quanto à instalação.

Mica

O papel de parede de mica possui pedaços de mica natural incorporados em sua superfície. Como esse é um minério aplicado sobre o revestimento, um brilho metálico sutil e elegante é adicionado ao quarto. 

Esse papel de parede pode ser uma escolha sofisticada e elegante para áreas de destaque, adicionando um toque de luxo ao ambiente. Porém, ele pode ser mais caro e pouco resistente à umidade.

Adesivo

O papel de parede adesivo é projetado para fácil aplicação e remoção, sendo uma boa opção para quem gosta de mudar o ambiente com frequência. Esse tipo não costuma danificar a parede quando é removido e está disponível em uma variedade de designs modernos.

Texturizado

Por último, o papel de parede texturizado possui padrões ou texturas tridimensionais, dando um toque diferente e criando destaque com mais facilidade. Ele pode criar uma atmosfera acolhedora e agradável no espaço.

Como escolher o papel de parede ideal para o quarto?

Até aqui, você já viu as vantagens de ter um papel de parede no quarto e entendeu mais sobre os principais tipos disponíveis no mercado. Agora chegou o momento de compreender como escolher o ideal.

Confira o que considerar na sua decisão!

Avalie o estilo atual do quarto

O primeiro passo para fazer uma boa escolha é considerar o estilo atual do seu quarto. Entre os pontos que você deve avaliar está a forma como ele é distribuído atualmente e qual é o seu tamanho.

Por exemplo, se o seu quarto for pequeno, pode ser o caso de escolher um papel de parede com estampas pequenas ou médias para dar a impressão de que o ambiente é maior. Já se o seu quarto for grande, você pode escolher uma opção com estampas maiores ou mais ousadas.

Além do tamanho e da distribuição, vale a pena verificar outras características relevantes, como a iluminação. Se o quarto for mais escuro, um papel de parede claro pode dar uma impressão de claridade e amplitude. 

Defina suas expectativas para o resultado

Depois dessa primeira etapa, você pode avançar para aspectos mais pessoais da decoração. Então comece identificando o seu estilo de decoração pessoal. Você prefere um ambiente moderno, clássico, rústico, minimalista, vintage ou eclético? 

Essas respostas ajudarão a direcionar sua escolha de padrões e cores. Afinal, é preciso ter em mente se você espera que o papel de parede complemente a decoração atual do quarto ou venha para criar uma atmosfera diferente, combinado?

Além disso, você precisa visualizar onde o papel de parede será instalado, pensando se ele revestirá o quarto inteiro ou apenas uma parede. Essas são questões que você deve responder antes de começar as buscas.

Aqui vale reforçar que você não tem que selecionar apenas um modelo. É plenamente possível ter papéis de parede diferentes pelo quarto, desde que eles harmonizem entre si e com a decoração. 

Considere quem ocupa o quarto

Ainda, há outro fator relevante: quem ficará no quarto. Afinal, o cômodo pensado para uma criança pede uma decoração diferente daquele que será usado por um casal, não acha?

Se for um quarto infantil, vale a pena analisar papéis de parede com decorações voltadas para essa fase, como animais, desenhos, entre outros. Para os pequenos, pode ser interessante ter um papel de parede interativo, que deixe espaços para elas pintarem sem afetar a parede verdadeira.

Se o quarto for para você, considere seu perfil, seu estilo e seus gostos, escolhendo um acabamento que complemente esses pontos. Ainda, pense que um quarto masculino ou feminino solteiro pode ter uma decoração diferente daquele voltado para um casal, concorda? 

Selecione o tipo de papel de parede

Após definir seus objetivos com o papel de parede, é hora de escolher o tipo ideal. Como você viu, há diversas alternativas no mercado e cada uma tem pontos positivos e negativos. 

Então escolha um papel de parede cujo padrão, cor e textura atendam ao estilo desejado de padrões e cores. Como esse revestimento é uma peça central na decoração, você deve priorizar a harmonia, já que ela pode afetar a atmosfera do quarto.

Além de pensar na parte estética, saiba qual é a durabilidade de cada tipo. Por exemplo, se você pretende deixar o material intacto por um período maior, vale a pena escolher um modelo de mais alta qualidade — mesmo que o investimento seja maior.

Já se você acha que pode desejar trocá-lo em menos tempo, pode ser mais inteligente ter um papel de parede de fácil remoção e mais acessível. Desse modo, há como minimizar os gastos e o desperdício.

Ainda, a questão do orçamento é essencial. Portanto, veja o quanto você pode investir no acabamento. Saiba que você não deve pensar apenas no custo inicial, mas também em eventuais despesas de instalação e manutenção, tudo bem?

Veja se é possível testar o papel de parede

Os testes são úteis para fazer uma boa escolha de papel de parede para o quarto. Uma solução é visitar uma loja especializada nesse acabamento e conferir diferentes cores e estampas para já pensar como eles ficarão no quarto.

Muitos locais disponibilizam amostras dos papéis de parede, que podem ser vantajosas ao ajudar sua tomada de decisão. Nesse caso, há a oportunidade de posicionar a amostra no local de instalação para ver se faz sentido para o que você deseja.

Além disso, é possível aproveitar todo o potencial da tecnologia. Há sites e ferramentas que permitem realizar testes de decoração e quais podem ser as melhores escolhas para o ambiente. 

Analise a decoração do quarto

Para acertar na escolha, também é válido repensar a decoração atual do cômodo. Embora o papel de parede possa servir como um complemento para a estrutura atual do quarto, a instalação pode ser uma oportunidade para fazer outras mudanças, não acha?

Assim, considere que os demais elementos devem conversar com o papel de parede escolhido. Por exemplo, se o papel de parede for moderno e minimalista, pode ser o caso de selecionar móveis com linhas limpas e simples. O mesmo vale para outros elementos, como quadros, cortinas e tapetes. 

Como instalar um papel de parede sozinho?

Após entender mais sobre papéis de parede e como escolher o ideal para o seu quarto, há ainda um ponto relevante nesse assunto: a instalação. Nesse caso, você pode optar por contratar um profissional ou seguir por conta própria. 

No segundo cenário, há dicas importantes para seguir. Comece preparando a parede, garantindo que ela esteja limpa e seca. Também é fundamental que ela seja lisa, para facilitar a instalação do revestimento.

Depois de dar o primeiro passo, você deve seguir outras dicas. Veja quais são:

  • meça a estrutura da parede e corte tiras de papel de parede de acordo com essa medida;
  • prepare o papel de parede segundo as instruções do fabricante antes de iniciar a colagem;
  • se o papel não tiver adesivo, coloque a cola conforme as quantidades indicadas;
  • para colar o papel de parede, comece pela parte superior e desça gradativamente, alisando os pontos de contato;
  • como é possível que existam pontos com excesso de ar. Faça a remoção com cuidado, preferencialmente com uma espátula;
  • corte o eventual excesso, usando apoios para garantir cortes regulares;
  • com as tiras seguintes, faça a aplicação nas demais áreas do quarto.

Como você acompanhou, a escolha de um papel de parede para o quarto deve envolver diversos elementos. Seguindo essas orientações, você poderá tomar uma decisão melhor, pensando nas características do espaço e no custo-benefício.

Procurando imóveis para comprar com papel de parede? A Loft tem muitas opções!

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde!

Tags

Deixe seu comentário

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.