Conheça os 7 principais tipos de apartamentos e suas características

Compartilhar a notícia

Você sabia que existem diferentes tipos de apartamentos? Conhecê-los é o primeiro passo para fazer uma escolha assertiva. Saiba mais sobre 7 deles!

14 de dezembro de 2022

Autor Time Loft
Atualizado: 11 de setembro de 2023 6 min de leitura
Conheça os 7 principais tipos de apartamentos e suas características

No mercado imobiliário existem diferentes tipos de apartamentos. Além de tamanhos distintos, eles trazem outros diferenciais em sua estrutura. Assim, conhecê-los é muito importante na hora de comprar ou alugar o imóvel, aumentando as chances de fazer a melhor escolha.

Isso porque o tipo de apartamento influencia diretamente no conforto e bem-estar dos moradores. Além disso, é preciso saber se a propriedade atende às suas expectativas do comprador. Afinal, cada modelo pode se adequar melhor a determinados perfis e necessidades.

Quer saber mais? Então prossiga com a leitura e confira quais são os 7 principais tipos de apartamentos e suas características!

Quais são os 7 principais tipos de apartamentos

Existem diversos tipos de apartamento no mercado imobiliário, mas existem 7 modelos que são mais populares. Veja quais são eles e conheça as características de cada um para avaliar qual seria o melhor no seu caso!

Apartamento tradicional

O apartamento tradicional é o tipo mais comum e presente no Brasil. Em cidades com construções mais antigas de apartamentos, eles são a maioria. Nesse caso, os cômodos costumam ser divididos em: sala de estar, sala de jantar, cozinha, área de serviço, banheiro e quartos.

Os dormitórios podem variar, mas, geralmente, não passam de 3. Ainda, é possível que 1 ou 2 deles sejam suítes. Alguns apartamentos tradicionais também possuem uma pequena varanda na sala de estar. O condomínio pode ser simples ou mais completo — com salão de festas, playground etc.

Anúncios

Kitnet

Com o crescimento das cidades, o espaço físico tem se tornado cada vez mais limitado. Diante dessa dinâmica, as kitnets ganharam destaque. Elas são apartamentos compactos, portanto, menores que os tradicionais.

Geralmente, os cômodos são integrados e não há divisão de espaço, com exceção do banheiro. Nesse sentido, o quarto é associado com a sala e com a cozinha. A maioria das kitnets não possui área de serviço. Por isso, o tanque ou máquina de lavar costuma ficar na cozinha.

A kitnet pode ser ideal para estudantes e pessoas que moram sozinhas. Uma forma de limitar esses ambientes, ainda que não haja paredes, é utilizar móveis como divisórias e apostar na cozinha com balcão americano.

Studio

O studio ou estúdio é um tipo de apartamento que, assim como a kitnet, é compacto. No entanto, os estúdios possuem paredes que dividem os cômodos. Por serem pequenos, eles normalmente têm apenas um dormitório.

Modernos, os estúdios fazem sucesso entre pessoas que moram sozinhas ou casais que não possuem filhos. Esse tipo de apartamento é altamente funcional e muito frequente em grandes centros urbanos.

Loft

Inspirado nas construções norte-americanas, os lofts são apartamentos com pé direito alto e grandes janelas. A amplitude é um atributo marcante, assim como a existência de cômodos abertos.

Com exceção do banheiro, não há paredes nos lofts. Como o pé direito é alto, é comum a inserção de uma escada e a criação de um segundo piso. Normalmente, há um quadro nesse pequeno acesso. Ele é como se fosse um sótão, porém aberto e sem paredes.

Essas características também fazem com que o apartamento seja bem iluminado. Assim, os lofts são ótimas pedidas para moradores modernos. Como esse tipo de apartamento remete aos galpões e fábricas. Por isso, a decoração industrial pode ser uma escolha interessante.

Flat

Os flats são mais uma opção de apartamento menor e compacto. Normalmente, eles possuem um dormitório, sala, cozinha e banheiro. Aqui, o diferencial é que o flat possui serviço de quarto, como um hotel. Portanto, o morador não precisa se preocupar com limpeza.

Os flats também contam com serviço de portaria e, frequentemente, oferecem vaga de garagem com manobrista. Essa costuma ser uma opção atrativa para quem vive só ou para casais sem tempo disponível para os serviços domésticos ou que buscam mais comodidade no dia a dia.

Duplex

O duplex é um tipo de apartamento com dois pavimentos, o que pode ser ideal para famílias grandes. Espaçosos, esses imóveis contam com todos os cômodos tradicionais e costumam oferecer ambientes extras.

Desse modo, os moradores ficam mais à vontade para personalizá-los conforme o seu gosto pessoal. Por exemplo, é possível montar uma sala de TV, um espaço zen ou uma brinquedoteca. A existência de varanda gourmet é outro atributo comum em um duplex.

Caso o imóvel esteja localizado no térreo do edifício, o espaço externo costuma ser privativo e anexado ao apartamento. Ainda, vale destacar que 2 ou mais dormitórios normalmente são suítes.

Triplex

O triplex é um apartamento com 3 andares internos. Nesse caso, o terceiro andar costuma ficar na cobertura e, normalmente, possui espaços para lazer, como churrasqueira externa e piscina. Como, nesse caso, o apartamento está localizado no alto do edifício, a vista é panorâmica.

As varandas costumam ser bem espaçosas, maiores que as gourmet. Tanto o duplex quanto o tríplex são considerados apartamentos de luxo.

Quais aspectos para analisar antes de comprar um apartamento?

Agora que você já conhece os principais tipos de apartamentos, resta saber o que analisar para fazer uma escolha certeira. Em primeiro lugar, atente-se às necessidades dos moradores, como número de dormitórios necessários e outras comodidades.

A funcionalidade do imóvel também deve ser considerada. Por exemplo, o flat pode ser uma escolha interessante para quem não dispõe de tempo suficiente para os afazeres do lar.

Por outro lado, caso você seja um estudante, a kitnet ou o estúdio podem ser as opções ideais. Isso porque esses imóveis costumam ser mais baratos e práticos. Já para famílias maiores, apartamentos mais amplos costumam ser prioridade para garantir maior conforto.

Após analisar essas questões, considere os aspectos relativos à segurança do entorno e do edifício. A região é segura? Você faz questão que o condomínio tenha um sistema de segurança e monitoramento? Também vale a pena dar uma volta pelo bairro e conhecer a vizinhança.

Outra dica é observar se o apartamento oferece praticidade para os seus deslocamentos diários e considerar o custo-benefício. Assim, será mais fácil garantir a escolha ideal, considerando todas as características do imóvel.

Conhecer os 7 principais tipos de apartamentos é o primeiro passo para fazer uma boa escolha na hora de comprar um imóvel. Porém, não se esqueça de que é preciso considerar todas as características da propriedade para fazer escolhas mais acertadas ao investir os seus recursos.

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde!

Tags

Deixe seu comentário

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.