O que é Cadastro positivo, como funciona e para que serve?

Compartilhar a notícia

Você quer saber o que é cadastro positivo? Entenda como a ferramenta funciona, suas vantagens e como ela é utilizada na análise de crédito!

07 de dezembro de 2023

Autor Time Loft
Atualizado: 07 de dezembro de 2023 7 min de leitura
nome-limpo-recentemente-financiamento-imobiliario

Você já precisou fazer um financiamento, solicitar crédito ou pedir limite no cartão em uma instituição financeira? Então provavelmente suas informações financeiras foram avaliadas no mercado. Essa análise é importante por ajudar a instituição a entender o seu consumo e os hábitos de pagamento.

É nessa etapa que o banco avalia se deve conceder crédito e qual taxa de juros aplicar, conforme cada perfil de cliente. Nessa etapa, o cadastro positivo — programa que registra o comportamento financeiro de uma pessoa —, tem papel fundamental.

Ficou interessado? Nesse conteúdo, você entenderá o que é cadastro positivo e como ele é utilizado na análise de crédito.

O que é cadastro positivo?

Se você tem dúvidas sobre o que significa cadastro positivo, saiba que ele consiste em um banco de dados que reúne informações do consumidor sobre pagamentos já feitos ou em andamento. Entre elas, estão contas de telefone, fatura de cartão de crédito, parcela de financiamento e outras.

Isso quer dizer que ele atua como um tipo de currículo para que as instituições financeiras e o Governo conheçam o seu histórico financeiro. O principal objetivo do cadastro positivo é permitir que as empresas analisem o seu perfil na totalidade, sem focar somente nas dívidas.

Vale destacar que as informações sobre a vida financeira das pessoas são analisadas de maneira a calcular o risco de crédito. Inclusive, os birôs de crédito costumam dar uma nota para cada consumidor, sendo que ela reflete a capacidade de pagamento.

Por sua vez, esse score de crédito é usado por diversas empresas e instituições do mercado para avaliar a concessão de recursos.

Antes do surgimento do cadastro positivo, apenas as informações negativas eram consideradas no cálculo das pontuações de crédito. Portanto, ele é um meio de tornar a avaliação mais condizente com o comportamento financeiro do consumidor.

Como funciona o cadastro positivo?

Assim como um currículo, o cadastro positivo apresenta todas as informações sobre os pagamentos dos compromissos relacionados à contratação de crédito. Entre eles, estão os crediários, financiamentos e empréstimos. 

Logo, conforme você paga as contas, as informações vão para um banco de dados. Com isso, as empresas que consultarem o seu perfil de crédito poderão acessar todos os dados registrados e entender se as obrigações são quitadas dentro do prazo.

Essas informações, como visto, também influenciam o score de crédito. Assim, a partir dos dados do cadastro positivo e outras informações coletadas pelos birôs de crédito, como empresas em seu nome, negativações, consultas ao CPF etc.

De modo geral, a pontuação do score de crédito varia entre 0 e 1000. Uma nota maior significa que a avaliação da sua condição de pagamento é satisfatória.

Se você tem uma pontuação próxima a 1000, por exemplo, quer dizer que tem um histórico excelente e se apresenta como um ótimo candidato a receber crédito. Isso pode se refletir em um limite maior no cartão de crédito ou no pagamento de juros menores em financiamentos e empréstimos bancários.

Por outro lado, uma nota menor indica o aumento do risco de inadimplência. Portanto, as lojas e bancos podem considerar o score para negar um financiamento ou empréstimo. Já em caso de concessão do crédito, as taxas de juros praticadas a esses consumidores podem ser maiores.

Anúncios

Para que serve o cadastro positivo?

Uma das funções do cadastro positivo é facilitar o acesso ao crédito e viabilizar a oferta de juros mais baixos para empresas e pessoas que honram seus compromissos financeiros. Isso ocorre porque o banco de dados permite que mais informações sejam consultadas pelas empresas.

Desse modo, as instituições financeiras podem realizar avaliações de risco individualizadas, já que elas terão acesso a mais dados de pagamento do consumidor. O cadastro positivo ainda é útil para as pessoas que não conseguem comprovar seus rendimentos, como profissionais autônomos.

Nesse caso, os registros de pagamento relacionados a diferentes contratos podem demonstrar a capacidade de pagamento, junto a outros documentos. Outro objetivo do cadastro positivo é a redução da taxa de juros para quem está em busca de crédito.

De modo geral, quando se avaliam somente informações ruins, como o histórico de negativação em empresas de análise de crédito, é possível haver o aumento dos juros nos bancos. Com o cadastro positivo, a intenção é incentivar o comportamento oposto. 

Logo, ter um banco de dados responsável por indicar as informações positivas sobre o consumidor é um modo de identificar bons pagadores e reduzir as taxas de juros para eles. Por fim, como ele impacta o score de crédito, ele pode ajudar a conquistar melhores pontuais diante de hábitos financeiros positivos.

Quais são as vantagens do cadastro positivo?

Como você acompanhou, até a implementação do cadastro positivo, muitos credores consideravam somente a inadimplência, por meio de informações sobre dívidas não pagas. Esse processo dificultava a realização de uma análise mais precisa e completa.

Uma das consequências era o aumento do risco de crédito, o encarecimento das ofertas de concessão e a restrição das condições para acessar o crédito. Como o cadastro positivo considera dados relacionados ao adimplemento, ele avalia questões como:

  • compromissos quitados no prazo;
  • obrigações em andamento;
  • pagamentos realizados;
  • capacidade de assumir uma nova obrigação financeira.

Isso favorece os resultados da análise sobre cada cliente, trazendo uma visão mais precisa sobre o histórico e a capacidade de pagamento. Outro benefício é o estímulo à competição na oferta de crédito entre instituições financeiras, como empresas do varejo, cooperativas e fintechs.

Como manter ou tirar o seu nome do banco de dados?

Vale saber que você pode acompanhar a própria nota de crédito. Para isso, basta fazer o cadastro nos sistemas das empresas, como SPC, Boa Vista ou Serasa. Porém, se você não deseja manter o seu nome incluído no banco de dados, é possível solicitar a exclusão.

Nesse caso, é essencial comunicar a decisão à empresa de análise de crédito. Após isso, ela tem até dois dias úteis para retirar o seu nome do cadastro positivo e informar às outras corporações da sua decisão.

Contudo, pondere sobre o desejo da saída. Afinal, como você viu, esse cadastro traz vantagens para os consumidores no mercado. Além disso, deixar o sistema não impede que as informações sobre negativação do seu nome sejam compartilhadas, tudo bem?

Também existe a possibilidade de solicitar a reinclusão do seu nome após o pedido de saída. Entretanto, esse tempo fora da lista pode afetar o seu score de crédito.

Neste post, você entendeu o que é cadastro positivo, como funciona e quais são as principais vantagens dele. Aproveite as informações e comece a usá-lo em favor de uma nota de crédito positiva e sólida para obter crédito com condições melhores.

Precisou verificar seu cadastro positivo para crédito imobiliário? Faça uma simulação do nosso empréstimo com garantia de imóvel sem compromisso e seja aprovado facilmente!

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde!

Tags

Deixe seu comentário

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.