Propaganda Imobiliária: confira os 8 erros mais comuns!

Compartilhar a notícia

Anunciar uma casa ou apartamento de forma ineficaz pode prejudicar os seus resultados. Confira os 8 erros mais comuns da propaganda imobiliária!

17 de fevereiro de 2024

Autor Time Loft
Atualizado: 07 de fevereiro de 2024 13 min de leitura
Propaganda Imobiliária_ confira os X erros mais comuns!

O mercado de imóveis costuma ser bastante competitivo e, por isso, é essencial encontrar estratégias para conquistar espaço e se destacar da concorrência. Nesse sentido, a propaganda imobiliária é uma aliada, ajudando a alcançar, prospectar e converter mais vendas.

No entanto, existem alguns erros que tendem a ser cometidos no momento da divulgação de um imóvel, o que compromete os resultados obtidos. Logo, é essencial conhecê-los e saber como evitá-los para que a sua estratégia funcione de maneira correta.

Para saber mais sobre o assunto, acompanhe a leitura deste post, onde você conhecerá 8 erros mais comuns da propaganda imobiliária.

Confira!

O que é propaganda imobiliária?

A propaganda imobiliária consiste em uma estratégia de divulgação dos produtos e serviços de uma empresa do setor imobiliário. Ela desempenha um papel crucial na manutenção da presença do negócio ou profissional no mercado e na atração de clientes em potencial. 

De modo geral, essa divulgação abrange diversas mídias e pode ser intensificada em momentos estratégicos, como em lançamentos de empreendimentos ou datas comemorativas.

Com a evolução das plataformas, a adaptação às mudanças dos algoritmos em redes sociais e a observação das tendências são essenciais para atingir o público-alvo. Nesse caso, não existe um conjunto fixo de métricas de engajamento, pois o sucesso de uma campanha depende dos objetivos estabelecidos pela equipe de marketing. 

Assim, a eficácia da propaganda imobiliária é influenciada por diversos fatores. Entre eles, estão:

  • horário de postagem: escolher o momento certo para divulgar conteúdo pode afetar o alcance e o engajamento;
  • texto atraente: o conteúdo deve ser cativante e direcionado para atrair a atenção do público;
  • consistência de postagens: manter uma frequência regular de publicações ajuda a manter a presença da empresa nas mentes dos clientes em potencial;
  • uso de ferramentas adequadas: é fundamental utilizar as ferramentas mais recentes das redes sociais e outras plataformas para otimizar a eficácia da propaganda;
  • conteúdo relevante: o conteúdo deve ser informativo e relevante para a audiência, oferecendo valor além da promoção comercial. 

Qual é a importância de uma boa propaganda imobiliária?

Como você viu, a propaganda imobiliária ajuda a atrair clientes, fazendo com que eles se interessem pelo seu anúncio e, por consequência, aluguem ou comprem um imóvel

Descubra outras vantagens de investir nessa estratégia!

Anúncios

Atrai compradores e locatários

A propaganda imobiliária ajuda a atrair a atenção de compradores em potencial que buscam imóveis para compra ou locação. Anúncios bem elaborados destacam os principais atributos de uma propriedade e a tornam mais atrativa para o público.

Aumenta a visibilidade

A estratégia também é capaz de aumentar a visibilidade de um imóvel. Em um mercado com alta concorrência, ter uma presença forte na mídia ajuda a destacar uma casa ou apartamento em meio a tantas opções, concorda?

Informa os interessados

A propaganda fornece informações essenciais sobre imóveis, como tamanho, localização, preço e características. Isso ajuda no processo de qualificação de leads e permite que os compradores façam escolhas mais informadas.

Facilita a comunicação

No geral, as propagandas imobiliárias servem como ferramentas de comunicação entre vendedores, corretores e compradores. Então elas podem transmitir mensagens específicas e detalhes sobre as propriedades.

Constrói a marca do corretor ou da imobiliária

A propaganda não se limita apenas às propriedades. Ela também é uma oportunidade para construir a marca de corretores e imobiliárias. Nesse caso, uma publicidade eficaz pode ajudar a criar uma imagem de confiabilidade.

Facilita a negociação

Anúncios detalhados podem facilitar a fase de negociação, pois os compradores têm uma compreensão melhor do que está sendo oferecido. Além disso, a medida reduz os riscos de desentendimentos durante o processo, já que o interessado recebe informações completas. 

Quais são os 8 erros mais comuns da propaganda imobiliária?

Agora que você já conhece o conceito de propaganda imobiliária e a sua importância para o setor de imóveis, chegou o momento de saber quais são os erros mais comuns dessa estratégia. Ao saber quais são eles, é possível entender como eles afetam a experiência dos clientes e como evitá-los.

Confira 8 falhas para considerar!

1. Falta de planejamento estratégico

Um dos erros mais comuns da propaganda imobiliária é a falta de um bom planejamento estratégico. Muitos corretores e profissionais do setor imobiliário, entusiasmados com as oportunidades do marketing digital, acabam cometendo esse erro por conta da ansiedade de entrar no mundo online. 

Desse modo, eles desejam rapidamente publicar anúncios, alcançar um público mais amplo e aumentar as vendas, sem considerar a importância do planejamento estratégico. Porém, isso pode levar a campanhas desorganizadas e ineficazes.

Ainda, sem um planejamento sólido, a propaganda pode se tornar aleatória e pouco direcionada, resultando em desperdício de recursos e tempo. Para reverter esse cenário, é necessário considerar alguns fatores antes de iniciar qualquer ação.

Eles incluem a definição de:

  • objetivos e metas;
  • público-alvo;
  • orçamento e recursos;
  • linguagem e mensagem;
  • canais de comunicação;
  • parcerias e colaborações;
  • métricas de avaliação.

2. Site desatualizado

Outro erro comum na propaganda imobiliária é ter um site desatualizado. Imagine que um cliente se interessa por um imóvel anunciado em um site imobiliário, mas quando entra em contato com o vendedor descobre que ele já foi vendido, alugado ou está em negociação. 

Essa falta de sincronização entre os anúncios online e a disponibilidade real dos imóveis pode afetar negativamente a experiência do cliente e levá-lo a buscar alternativas em sites concorrentes. Além disso, essa desatualização pode gerar outros prejuízos, como:

  • frustração do cliente: quando os anúncios não refletem a disponibilidade real dos imóveis, os clientes podem se sentir enganados e frustrados, levando à perda de confiança na empresa e a uma experiência insatisfatória;
  • reputação negativa: a falta de atualização do site pode prejudicar a reputação da empresa no mercado imobiliário. Nesse sentido, os clientes podem associar o negócio à falta de profissionalismo e desorganização;
  • desperdício de recursos: tanto os clientes quanto a equipe da empresa podem desperdiçar tempo em comunicações e visitas a imóveis que não estão mais disponíveis;
  • ineficiência na divulgação: a propaganda imobiliária tem o objetivo de atrair clientes interessados. Se os anúncios não estiverem alinhados com a disponibilidade dos imóveis, a divulgação se torna ineficaz e gera custos desnecessários. 

3. Falta de segmentação

A segmentação de clientes é uma estratégia usada para separá-los em grupos menores, utilizando aspectos comuns entre eles. A intenção é oferecer uma comunicação mais efetiva e personalizada ao consumidor, melhorando a sua experiência e entregando valor relevante.

Nesse sentido, a falta dessa segmentação também consiste em um erro comum da propaganda imobiliária. Para obter resultados certeiros, é essencial identificar e direcionar a mensagem para o público-alvo correto, em vez de adotar uma abordagem genérica. 

De modo geral, a propaganda imobiliária deve ser relevante para o público a que se destina. Se a mensagem não for segmentada segundo as características e interesses do público, ela não será eficaz. 

Ainda, a segmentação permite direcionar recursos, como tempo e dinheiro, para alcançar os clientes em potencial com maior probabilidade de se interessar pelos imóveis anunciados. Isso evita o desperdício de recursos em clientes não qualificados. 

Por fim, mensagens segmentadas têm maior probabilidade de envolver o público, pois abordam as suas necessidades, preferências e interesses específicos. Assim, é possível aumentar as chances de atrair a atenção e o interesse dos potenciais compradores. 

4. Poucas informações sobre os imóveis

A falta de informações completas sobre os imóveis é um erro comum na propaganda imobiliária. Com um mercado competitivo, dificilmente um comprador entrará em contato com uma imobiliária ou um corretor sem antes saber se a casa ou o apartamento anunciado atende ao que ele procura.

Para evitar esse cenário, é fundamental fornecer informações detalhadas sobre os imóveis anunciados, mesmo antes de um cliente em potencial entrar em contato. Ainda, informações completas demonstram transparência por parte do anunciante e ajudam a construir a confiança do cliente. 

Logo, os compradores se sentem mais seguros quando têm acesso a todos os detalhes relevantes sobre um imóvel. Portanto, na hora de anunciar um apartamento, por exemplo, coloque dados como:

  • número e tipos de dormitórios;
  • número de banheiros;
  • disposição da planta;
  • estrutura da cozinha;
  • entre outros pontos relevantes.

5. Imagens de baixa qualidade

É muito comum que os clientes acessem páginas de imobiliárias ou plataformas de anúncios e encontrem fotos que se tornam distorcidas quando ampliadas para melhor visualização. Geralmente, o problema ocorre quando a fotografia foi tirada em baixa resolução.

Como resultado, essas imagens não conseguem capturar detalhes e características do imóvel de maneira nítida. Isso prejudica a capacidade do potencial cliente em avaliar o local com precisão. 

Além disso, a distorção e a falta de nitidez nas imagens podem criar uma má impressão sobre o imóvel e sobre a imobiliária ou o corretor. Os clientes podem interpretar a baixa qualidade das imagens como desleixo ou falta de profissionalismo. 

Para evitar esse problema, lembre-se de sempre fotografar os imóveis em alta resolução. Se as imagens forem muito pesadas para a plataforma utilizada, é possível reduzir o tamanho da figura em programas de edição de imagem, como o Photoshop Adobe e o Preview do iOS.

6. Não oferecer o endereço completo do imóvel

Em muitas propagandas imobiliárias, é comum encontrar anúncios que mostram apenas o bairro em que o imóvel está localizado, omitindo o endereço completo. Embora essa omissão possa ser motivada por preocupações de segurança, ela pode ter consequências negativas para a eficácia do anúncio.

Isso porque os clientes em potencial esperam encontrar o endereço completo do imóvel em suas pesquisas. A falta dessa informação pode frustrar os compradores e fazê-los questionar a transparência da propaganda.

Ainda, os anúncios que não incluem o endereço completo podem ficar de fora dos resultados de buscas, pois muitos compradores pesquisam imóveis com base em localização. Esse processo pode resultar na perda de visibilidade e de contatos com potenciais compradores, prejudicando a venda do imóvel.

Nesse caso, se houver preocupações de segurança relacionadas à divulgação do endereço completo, é possível adotar algumas medidas relevantes. Elas incluem fornecer apenas o nome da rua sem o número da casa ou do prédio, oferecer visitas agendadas e controladas, ou discutir com o cliente estratégias durante a negociação. 

7. Não descrever o imóvel de modo atraente

Embora muitas propagandas forneçam informações técnicas detalhadas sobre o imóvel, como número de dormitórios, banheiros e área total, elas o fazem de forma atrativa. Para chamar a atenção do público, é fundamental colocar uma descrição envolvente.

Aqui, a dica é destacar características únicas e positivas do imóvel, como uma boa iluminação, vizinhança tranquila ou vista panorâmica para cativar os interessados. Ainda, em um mercado competitivo, propagandas com personalidade se destacam das demais. 

Ao abordar os diferenciais do imóvel, os anunciantes conseguem atrair um público mais específico e que procura essas características. Outra dica é destacar as informações da casa ou do apartamento logo no título da propaganda.

Por exemplo: “Vende-se casa bem iluminada e próxima à estação de metrô”. Isso pode fazer com que o anúncio se destaque e receba um número maior de cliques. A ideia é mostrar o valor e os diferenciais do imóvel em sua descrição, tornando-o único para os clientes em potencial.

8. Fotografar locais desorganizados

A publicação de imagens de locais desorganizados é mais comum do que deveria, o que pode prejudicar a eficácia da propaganda imobiliária. Na prática, esses cantos da bagunça podem criar um impacto visual negativo nas fotos. 

A existência de objetos fora do lugar pode distrair os potenciais compradores e impedir que eles se concentrem nas características essenciais do imóvel. Além disso, a desorganização pode gerar uma sensação de desconforto nos clientes que visualizaram as imagens.

No geral, essa questão influencia negativamente a percepção do apartamento e, por consequência, a sua atratividade. Para evitar esses problemas, uma opção é agendar com antecedência a produção das imagens e solicitar que os moradores deixem o espaço organizado.

Isso permite que as fotos destaquem o potencial do imóvel e não as distrações da desordem. A remoção de materiais de construção, como caixas de pisos e azulejos, antes de fotografar, também é recomendado. Na prática, esses componentes poluem a foto e atrapalham o anúncio.

Como otimizar a publicação dos seus anúncios?

A melhor forma de não cometer erros na propaganda imobiliária é estudar boas práticas e contar com boas parcerias. Porém, você ainda pode tomar outras medidas para otimizar os seus anúncios e a sua atuação no mercado imobiliário.

Se você é corretor de imóveis, por exemplo, contar com uma parceira como a Loft pode trazer mais oportunidades para divulgar as propriedades. Além disso, a plataforma busca trabalhar no desenvolvimento dos profissionais. 

Assim, além de ter um canal que auxilia na produção e divulgação de anúncios para a propaganda imobiliária, você terá uma parceria confiável para ajudar em suas conquistas profissionais. 

Neste post, você conheceu 8 erros comuns da propaganda imobiliária. Para ter anúncios mais eficazes e que chamem a atenção do seu público-alvo, lembre-se de realizar um planejamento estratégico e contar com parcerias que ajudem você a se destacar!

Quer cuidar da sua imobiliária? A Loft tem o melhor CRM do mercado. Conheça!

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde!

Tags

Deixe seu comentário

Veja também

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.