Reajuste de aluguel para 2023: entenda como ficam os valores com a deflação do IGP-M

Compartilhar a notícia

O IGP-M impacta os preços de locação na maioria dos contratos. Saiba como a deflação afeta o reajuste de aluguel para 2023!

29 de novembro de 2023

Autor Time Loft
Atualizado: 29 de novembro de 2023 6 min de leitura
Reajuste de aluguel para 2023 - entenda como ficam os valores com a deflação do IGP-M

Compreender os elementos que impactam a vida de locadores e locatários é fundamental para que essa relação seja transparente. Nesse contexto, as variações do IGP-M, conhecido como inflação do aluguel, são um fator que precisa ser entendido para saber qual será o índice de reajuste para 2023.

Quando o indicador é usado para a atualização dos contratos, o valor pago mensalmente por inquilinos a proprietários pode mudar conforme ele se movimenta a cada ano. Por isso, é muito importante acompanhar as possíveis variações do índice econômico, publicado mensalmente.

Neste post, você descobrirá o que é IGP-M e como a sua deflação impacta o reajuste do aluguel para o ano de 2023!

O que é IGP-M? 

O IGP-M é a sigla para Índice Geral de Preços — Mercado, um dos indicadores de inflação usados no Brasil. Ele é calculado e publicado mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV Ibre).

O valor, apresentado em porcentagem, reflete a variação média dos preços de diversos setores, como alimentos, construção civil e indústria. Devido a sua amplitude, ele é utilizado na fórmula de atualização de tarifas públicas (energia e água) e em contratos de prestação de serviços.

Qual o impacto da variação do IGP-M no reajuste de aluguel?

Agora que você sabe o que é IGP-M, fica mais fácil entender o seu impacto sobre o aluguel. O indicador é frequentemente utilizado como referência para o reajuste do valor pago pelos inquilinos — por esse motivo é chamado de inflação do aluguel, como você viu.

Geralmente, esses contratos estabelecem um período de 12 meses para a atualização do preço, e o indicador da FGV é um dos índices mais comuns para essa finalidade. Logo, quando o IGP-M registra uma variação positiva, há aumento do valor do aluguel.

Caso haja um IGP-M acumulado de 6,45%, por exemplo, os contratos ajustados por ele terão esse índice de acréscimo. Por outro lado, quando o IGP-M apresenta uma variação negativa, não há necessariamente uma redução do aluguel.

Nesse caso, o dono do imóvel pode diminuir o valor cobrado. No entanto, também é possível prever em contrato que não haja repasse da redução ao locatário do imóvel nesse cenário.

Logo, é fundamental que, ao assinar um contrato de locação, proprietário e inquilino estejam cientes sobre o indicador que será aplicado e como ele deve ser utilizado para o cálculo do novo valor do aluguel. Com esse cuidado, a atualização anual será feita sem complicações.

Anúncios

Quais os valores do IGP-M para 2023 e a perspectiva de reajuste no aluguel?

Depois de esclarecer o conceito do índice e a sua influência sobre o reajuste dos aluguéis, é hora de entender como o IGP-M costuma se comportar. Na prática, fatores macroeconômicos e as decisões tomadas pelo Governo para controle da inflação influenciam as mudanças nos preços.

O comportamento dos preços em diferentes setores da economia também gera impactos, como você pôde conferir. Por isso, o acompanhamento das notícias e da evolução dos índices é fundamental para tomadas de decisão mais conscientes sobre reajustes. 

Desse modo, é válido acompanhar com frequência o IGP-M a fim de analisar possíveis variações mês a mês. Agindo dessa maneira, locador e locatário estarão sempre atualizados sobre os valores desse índice relevante para o mercado imobiliário.

Em 2023, por exemplo, houve deflação no IGP-M, com uma queda de 1,93% em junho, seguindo uma baixa de 1,84% no mês anterior. Em casos de redução do IGP-M, como essa, os contratos de aluguel que fazem aniversário no mês de deflação não têm aumento automático.

Entretanto, eles podem não sofrer diminuição de valor devido a cláusulas contratuais que preveem a manutenção do preço nesse cenário. Já se não houver impedimento, a locação para o próximo período de 12 meses poderá ter desconto com base no IGP-M.

Como calcular o reajuste de aluguel? 

Agora que você já conhece as principais informações sobre o índice de atualização, é hora de entender como calcular o reajuste de aluguel. Essa é uma etapa importante para manter o equilíbrio financeiro nos contratos firmados entre locadores e locatários. 

Para calcular o valor atualizado com base no IGP-M, basta multiplicar o índice acumulado dos últimos 12 meses pelo valor do aluguel vigente. O resultado é o novo preço que deverá ser pago a partir do próximo período de locação. 

Imagine que uma casa seja alugada pela quantia mensal de R$1.000. Suponha que, na data de aniversário do contrato (e período de reajuste), o IGP-M acumulado estava a 5%. Nesse caso, o novo valor do aluguel será de R$1.050 (R$1.000 + 5%).

O mesmo cálculo é usado para o caso de diminuição do índice. Então, se houver queda no IGP-M, o inquilino pode ter um desconto do valor a ser pago mensalmente ao proprietário do imóvel alugado. Lembre-se de observar se o contrato não tem nenhuma cláusula prevenindo essa situação, ok?

Como negociar o reajuste de aluguel de acordo com a variação do IGP-M? 

Considerando o que você descobriu até aqui sobre o IGP-M, é possível entender como as flutuações do indicador podem afetar o reajuste dos aluguéis. Usando o exemplo de 2023, o índice teve uma queda, resultando em deflação, certo?

Diante de cenários tanto de alta quanto de redução no indicador, vale destacar que inquilinos e proprietários têm a possibilidade de negociar o reajuste ou escolher outros índices de correção. Uma opção é usar o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), se as partes o considerarem mais adequado.

Outros fatores econômicos também são capazes de influenciar a atualização dos valores, como aconteceu durante a pandemia da covid-19. Na ocasião, muitos locatários conseguiram reduzir os impactos da alta de preços nos aluguéis, negociando o reajuste com os proprietários diante do cenário de crise.

Como você conferiu, o IGP-M é um índice calculado pela FGV que analisa a movimentação de preços no mercado brasileiro. Ele é frequentemente usado como base para atualização dos contratos de locação, podendo apresentar resultados positivos ou negativos.Gostou das informações e quer continuar aprendendo sobre o mercado imobiliário? Aproveite para descobrir como funciona o contrato de aluguel com intenção de compra!

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde!

Tags

Deixe seu comentário

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.