Como cuidar de plantas no inverno? Veja dicas para mantê-las vivas nas férias

Compartilhar a notícia

O período exige um cuidado maior com as plantas e, quando esse momento coincide com as férias, é preciso criar estratégias para manter os vasos verdes e saudáveis. Siga algumas dicas e curta um descanso sem culpas.

15 de julho de 2022

Autor Time Loft
Atualizado: 15 de julho de 2022 10 min de leitura
Dicas para cuidar de plantas no apartamento

O mês de julho traz uma combinação de fatores que pode ser preocupante para quem gosta de cultivar plantas no apartamento: frio e férias. Sim, o inverno já é por si só um motivo de maior preocupação com as plantas, porque elas entram em período de dormência e algumas espécies podem precisar de uma observação mais próxima.

A preocupação aumenta quando precisamos nos ausentar, para um período de viagem mais longa, de duas semanas. Em geral, boa parte das espécies mais adaptáveis em apartamentos vai precisar de cuidados especiais, como irrigadores (automáticos ou caseiros), adubação e até uma poda.

Algumas espécies como suculentas e cactus, que resistem bem aos ambientes internos, necessitam menos de água e até conseguem aguentar quinze dias sem serem regadas - mas é importante deixar claro que não é a situação ideal. Outras espécies de sombra, como pleomeles, clúsias, Patas de Elefante e Costelas de Adão, também conseguem ficar mais tempo sem água, ao menos uma semana, no entanto, isso não é uma regra. Vai depender de uma série de circunstâncias, entre elas oscilação de temperatura, circulação de ar, incidência solar, adubação, e a própria saúde da planta.

Costela de Adão é uma dica boa para plantas de fácil cuidados
A Costela de Adão, planta facilmente adaptável ao ambiente interno, pode ser regada uma vez por semana. Foto: Marcel Barbosa

O ideal, para qualquer planta em ambiente interno, é ter sempre alguém para cuidá-la, pode ser um vizinho, amigo ou parente. Se isso não for possível, não se desespere. Existem formas de contornar ou minimizar o impacto do frio somado à ausência de rega no período de férias.

O engenheiro agrônomo Marcel Barbosa, da Allamanda Paisagismo, respondeu às dúvidas mais frequentes sobre cuidados com plantas nas férias e no inverno, e separamos algumas orientações para você viajar e deixar plantas saudáveis no apartamento:

Como cuidar de plantas: o que fazer antes de viajar?

Antes de qualquer dica, é importante ter na cabeça que não existe planta de interior, mas planta de sombra, que tem uma resistência maior para viver no interior de uma casa ou apartamento.

Qualquer ambiente fechado tem muita poeira, pouca circulação de ar, às vezes tem ar condicionado. A planta pode estar perto de uma janela da face Sul de um apartamento, por exemplo, que recebe menos sol aqui nessa parte do hemisfério, ainda mais no inverno, e a planta pode sofrer com isso. É importante deixar os ambientes, arejados e perto da luz solar.

Como cuidar de plantas deixando em ambiente arejado e perto do sol
Observe se as plantas estarão em um ambiente minimamente arejado, próximo à luz solar, sem expor as espécies de sombra diretamente aos raios do sol. Foto: Shutterstock

Se possível, deixe as plantas em um vaso grande: quanto mais terra e nutrientes, mais chances dela resistir a um período sem os cuidados diários de alguém. Assim, as raízes vão se desenvolver numa área com mais terra e substrato (mistura balanceada de minerais e materiais orgânicos que vai dar sustentação às raízes).

Antes de viajar, observe a saúde da sua planta. Ela não fala, mas se comunica: começa a desidratar, as folhas murcham, algumas folhas secam e caem, abortam algumas flores. São maneiras de te avisar que não está bem. E não se trata apenas de falta de água. O oposto também é um problema.

É preciso evitar o erro clássico de quem sai de férias: regar em excesso, pouco antes de viajar?

Sim, regar em excesso, principalmente no frio, pode fazer apodrecer a raiz e impedir a respiração. Não faça isso!

Como regar a planta quando viajar? Ou como fazer rega automática?

Existem várias soluções paliativas se você não tiver ninguém para regar suas plantas. Pode usar um sistema de gotejamento eletrônico, com esses controladores a bateria (disponíveis no mercado para irrigação de vasos), ou mesmo aqueles sistemas com garrafas PET, acopladas a um espeto com gotejamento.

Esta forma de gotejador caseiro pode ajudar. Ele vai liberando a água aos poucos, sem excesso e também não vai faltar água.

Gotejador caseiro é uma forma de cuidar das plantas
Os espetos com controle de gotejamento regulam a quantidade de água que sai da garrafa e vai para a planta, evitando que fiquem secas ou com muita água. Foto: Shutterstock

Ainda é possível criar aqueles sistemas de irrigação por capilaridade, para levar água de um recipiente para as plantas. Lembra? Aquelas experiências da escola?

Você coloca um recipiente com água e um barbante para levar essa água até a planta, enterrando esse fio no vaso Também é possível, não é ideal, mas pode minimizar o fato de não ter uma pessoa para regar os vasos durante o período de ausência.

Você não deve colocar um prato ou bacia com água embaixo da planta. Porque, ela vai puxar toda a água de uma vez, e se já estiver úmida, vai ficar encharcada, e a planta pode morrer.

Como manter plantas vivas no inverno?

No inverno, não é apenas a temperatura que muda, o dia também fica mais curto. A planta entra em dormência, ela não quer crescer com dia curto. A planta quer apenas se manter, o básico. E a temperatura amena também reduz a velocidade de crescimento.

A quantidade de água pode ser menor também na hora de regar. A planta não precisa de tanta água como no calor, mas também vai perder um pouco de hidratação, porque o ar está mais seco. Portanto, é importante diminuir a rega (se uma planta é regada duas vezes por semana, pode encurtar para uma) e observar a planta de perto. Prefira regar pela manhã, já que a noite a temperatura costuma cair.

E a adubação? Devemos colocar mais adubo planta no inverno?

Nesse período de frio, em que a planta cresce menos, ela também precisa de menos comida, ou seja, não precisa de adubagem extra.

Lembrando que tudo vai depender das condições de vento, sol, oscilações de temperatura. Não se costuma adubar no inverno, prefira fazer no final da estação. A não ser que seja uma adubo orgânico, um húmus de minhoca.

LEIA TAMBÉM: Plantas e folhagens para apartamento: 10 opções para você cultivar.

Uma dica bacana é podar. Assim que o inverno estiver indo embora, e você observar que a planta está prejudicada, com folhas secas, é hora de fazer uma boa poda: corte os ramos mais longos, para trazer força à planta. Ela vai voltar a crescer e se renovar. Esta também será a melhor época para adubar, quando o período mais crítico estiver indo embora.

Vale enviar a planta para a casa de um amigo ou para a casa da avó? Em caso de viagens mais longas?

Você vai ter que torcer para este amigo, ou quem puder ficar com sua planta, ser um amante de plantas, um biólogo, um botânico, um horticultor de mão cheia ou um engenheiro agrônomo. Do contrário, corre o mesmo risco de deixá-las em casa sem cuidados. As mães e avós vão cuidar bem, com certeza. Mas, de novo, o melhor é pedir para alguém ir até o seu apartamento para regar e observar mais de perto se necessitam de outro cuidado.

Brincadeiras à parte, o importante na hora de enviar os vasos mais “queridinhos” para alguém cuidar durante a sua ausência, é que essa pessoa tente reproduzir, o máximo possível, o ambiente em que a planta está adaptada. Se a planta fica longe da janela e pega pouco vento, e você coloca perto do sol, ou numa corrente de ar frio, ela pode queimar e ressecar.

Assim como os animais de estimação, as plantas exigem o cuidado de quem decidiu tê-las, então, faça todo o possível para protegê-las com o mesmo empenho que teria com um pet. Isso significa, tomar as medidas de cuidado que já falamos ou pedir para que alguém comprometido possa te ajudar.

Regar as plantas de forma correta é uma das melhores formas de cuidar
Assim como os animais de estimação, as plantas exigem cuidado. Se possível, chame alguém da sua confiança para regar e observar suas plantas no período de férias. Foto: Shutterstock

E se, mesmo com todos esses cuidados, no retorno da viagem, a planta estiver seca?

Se ela começou a murchar, além da poda, você vai hidratando aos pouquinhos, colocando doses de água, em pequenas quantidades.

Lembre-se que a planta ficou muito tempo - uma ou duas semanas - sem água, e a água de uma vez, em excesso, vai lavar os nutrientes que estão na terra, como nitrogênio, fósforo, potássio. Nutrientes que ela precisa para voltar a ficar bonita.

Existem alguns adubos líquidos que fazem efeito mais rápido, numa situação de emergência. Assim como nós, humanos, quando vamos ao hospital ficamos no soro, existem “soros” para plantas. São alimentos líquidos que, seguindo as instruções do fornecedor, vão ajudar a nutrir a planta para que ela reviva.

Podas de galhos e folhas secas é uma forma de cuidar das plantas
Para plantas que ficaram prejudicadas por falta de água, faça a hidratação aos poucos e uma poda dos galhos e folhas secas, retire as raízes mortas e coloque a muda em um vaso maior, com substrato e terra saudáveis. Foto: Shutterstock

A poda de renovação também pode ser feita nesta situação. Muitas vezes a planta não morreu, mas está bem desidratada e desnutrida. Então, as folhas vão cair. Melhor que você faça um corte dos galhos e folhagens para que ela adquira força. Fazendo isso, a planta vai logo soltar novas folhas para poder fazer a fotossíntese, e se renovar.

Outra possibilidade é replantar a muda num vaso maior. Ela vai se recuperar mais rápido já que haverá uma acomodação maior das raízes. Às vezes, precisamos tirar as raízes mortas, para que as novas raízes consigam retirar do solo o máximo de nutrientes que ela pode.

hidratar aos poucos, podar, adubar e replante as mudas prejudicadas em um vaso maior, com terra e substrato, tirando as raízes estragadas. Isso dará nova vida à planta
Além de hidratar aos poucos, podar, adubar e replante as mudas prejudicadas em um vaso maior, com terra e substrato, tirando as raízes estragadas. Isso dará nova vida à planta. Foto: Shutterstock

Deixe suas plantas vivas e saudáveis nas férias de inverno

  • Mantenha arejado o ambiente em que as plantas estiverem
  • Durante o período de frio, coloque os vasos mais próximo à janela, mas sem insolação direta nas plantas de sombra
  • Providencie gotejadores caseiros ou eletrônicos para fazer a irrigação dos vasos durante período de ausência
  • Plante as mudas em vasos maiores para que a água e os nutrientes possam resistir por mais tempo até a próxima rega
  • Pode as folhas e galhos antes e depois do período de frio para que a vegetação se renove
  • Se possível, peça para alguém da sua confiança cuidar das plantas na sua ausência, ou leve as espécies mais frágeis para a casa da avó, da mãe ou aquele amigo que ama e entende de plantas
  • Após um período de duas semanas de ausência, hidrate as plantas aos poucos, use um adubo líquido (seguindo orientações do produto) como remédio de emergência
  • No fim da estação fria, aproveite para podar, adubar e até replantar as mudas, retirando as raízes mortas
  • Lembre-se: água demais ou de menos pode matar sua planta, portanto observe as necessidades de acordo com o período do ano

Colaboração de Marcela Guimarães

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde! Caso necessite de mais informações sobre a Loft ou sobre parcerias, entre em contato pelo e-mail imprensa@loft.com.br que responderemos você rapidinho.

Deixe seu comentário

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.