28 dicas de como economizar energia elétrica em casa

Compartilhar a notícia

Principalmente durante os dias mais quentes, o valor da conta de luz se torna uma preocupação entre os brasileiros. Confira dicas de especialistas para economizar

10 de janeiro de 2023

Autor Time Loft
Atualizado: 15 de março de 2023 9 min de leitura

Gastar menos com a conta de luz é o desejo de muitos brasileiros, afinal ela é um dos vilões do bolso do consumidor, especialmente entre aqueles que se planejam bem para gastar controladamente. Isso porque quase sempre a conta de luz seja de casa ou apartamento tem um valor que varia ora pelo aumento do consumo ora pela bandeira tarifária (verde, amarela ou vermelha).

Mas por onde começar quando o desejo é economizar energia elétrica? Sem dúvida, pelos equipamentos que geram calor, eles são os campeões no consumo de energia elétrica, ou seja: secadores, chuveiro elétrico, secadora de roupas, aquecedores, ventilador, entre outros. Durante o verão, o ar-condicionado também se torna um gasto a mais. 

Além disso, há eletrodomésticos fundamentais que também consomem bastante energia, e, quando há mudança na bandeira tarifária, mesmo sem aumentar o consumo, o valor da conta pode vir maior, como por exemplo a geladeira, microondas, televisão, lavadora de roupas, etc. 

Para descobrir quais eletrodomésticos consomem mais energia, um fator importante é observar a potência do aparelho. Isso pode inclusive entrar no checklist quando você for comprar um aparelho novoe também ser item relevante quando estiver procurando um imóvel.

O que são bandeiras tarifárias?

bandeira tarifária conta de luz
Crédito da foto: Pixabay

As bandeiras tarifárias são alertas definidos pela ANEEL para sinalizar o consumidor sobre aumento no valor da conta de luz devido às condições relacionadas com a produção de energia, especialmente das hidrelétricas e elas funcionam como semáfaros de trânsito. 

É por isso que em períodos de seca e pouca chuva, e que os reservatórios das hidrelétricas fiquem abaixo do esperado, a bandeira tarifária é alterada. 

Bandeira verde

A bandeira verde é o melhor alerta para os consumidores, pois significa que os reservatórios estão dentro do esperado e que não haverá acréscimo no valor da conta de luz. 

Anúncios

Bandeira amarela

A condição de geração energética, neste cenário, está um pouco abaixo do esperado, e é cobrado um acréscimo de R$ 1,874 para cada 100 kWh consumidos, segundo a ANEEL.

Bandeira vermelha 

A bandeira vermelha possui dois patamares que indicam um determinado grau para gerar energia elétrica. No patamar 1 é aplicado um acréscimo de R$ 3,971 para cada 100 kWh. Já no patamar 2, o acréscimo é de R$ 9,49. 

Bandeira de escassez hídrica

Após o período de alta seca em 2021, a ANEEL adicionou essa nova bandeira para casos mais drásticos. Ela soma R$ 14,20 adicionais para cada 100 kWh. 

Dicas para economizar energia elétrica

Para não ser pego de surpresa com esses aumentos na conta de luz e manter o consumo mais consciente, separamos algumas dicas dadas pela designer de interiores Sandra Teruya para economizar e ainda manter o apartamento arejado e aconchegante. Confira!

Reduza o uso de eletrônicos

Muitos aparelhos eletrônicos não precisam ser usados o tempo todo e, mesmo inutilizados, só de estarem ligados na tomada consomem energia por liberarem calor – como a lavadora, televisão, notebooks, fornos elétricos, entre outros.

Se possível, tire da tomada aqueles que não serão usados o tempo inteiro – isso vale também para o carregador do celular. 

Aposte em equipamentos elétricos novos e eficientes

Sabe aquela geladeira antiga que você acha um charme na decoração? Ela pode estar trazendo um custo desnecessário para a sua conta de luz. Busque equipamentos novos e que possuam o selo PROCEL, uma certificação que comprova a eficiência energética. 

Se você não puder fazer a troca do aparelho, vale fazer a limpeza e manutenção preventiva. No caso de aquecedores, por exemplo, o ideal é realizar a manutenção todos os anos. Já a geladeira, uma saída para garantir mais eficiência é fazer a higienização do equipamento. 

LED na iluminação

As lâmpadas de LED são as mais eficientes para economizar energia. Elas são 80% mais econômicas que as incandescentes e 30% mais do que as fluorescentes. Vale lembrar que a venda de lâmpadas incandescentes é proibida no Brasil desde 2016.  

A vida útil também é um atrativo desse tipo de iluminação. Com média de até 25.000 horas de duração, uma lâmpada de LED de 10W ilumina um ambiente com a mesma intensidade que uma lâmpada incandescente de 60W.

Tecidos leves e claros

 Se você deseja deixar a casa mais fresca, o ventilador e o ar-condicionado não são a única opção. Colocar o tapete e manta no guarda-roupa e apostar em tecidos mais leves e frescos pode ser uma solução inteligente e que não gasta energia elétrica. 

A especialista indica tecidos de linho e algodão para cortinas, almofadas e capa do sofá. 

Aposte na luz natural

Nada de deixar as lâmpadas acesas durante o dia. A melhor forma de economizar energia é aproveitando a luz natural. Você pode apostar em cortinas e persianas fechadas que evitam a entrada direta da luz solar nos compartimentos e controla a incidência solar para não prejudicar a visão da televisão na sala de estar.

Junte as roupas para lavar e passar

No lugar de lavar e passar de pouquinho em pouquinho, o ideal é fazer tudo de uma vez para evitar consumir diversas vezes a lavadora e secadora (se for o caso) e ir uma vez só na lavanderia da casa. A mesma regra se aplica com o ferro de passar, no lugar de ligar ele várias vezes durante a semana, tire um dia e passe tudo de uma vez.

Faça a manutenção dos equipamentos

Assim como é importante a manutenção residencial, você precisa cuidar dos aparelhos da sua casa, mesmo que ele não apresenta nenhum defeito. Aqui vale o ditado, é melhor prevenir do que remediar e, é importante ficar de olho se alguma coisa pode estar sendo danificada. 

Por exemplo, o microondas deixou de esquentar o alimento em 2 minutos e o tempo passou para 3, esse minuto extra pode representar um aumento na conta no fim do mês – e isso pode ser evitado fazendo a manutenção ou, em casos mais drásticos, trocando o aparelho. Para descobrir isso, existem empresas que realizam teste de eficiência energética e conseguem checar o quanto o aparelho está consumindo durante a operação. Outra dica importante é ter um seguro, caso algum acidente aconteça no seu imóvel.

Utilize equipamentos fora do horário de pico

Usar equipamentos eletrônicos em um horário “fora do pico” pode ajudar a baratear a sua conta de luz. Segundo a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), o horário de pico de consumo costuma ser das 17h30 até 20h30 – o consumo uma hora antes ou uma hora depois desse período também costuma ter uma elevação no valor da tarifa.

Essa regra foi criada pela ANEEL em 2018 e foi batizada como “Tarifa Branca”. Ou seja, quando os usuários utilizam os equipamentos entre das 21h30 até 16h30 do dia seguinte, o valor cobrado é menor.   

Tecnologia para economizar

Para quem adora aliar tecnologia e economia, uma dica é transformar seu lar numa smart home. Assim, você tem a opção de desligar todas as luzes ao mesmo tempo com controle centralizado e poupa seu bolso de deixar uma luz ligada a noite inteira, por exemplo. Também existem tecnologias para controle da temperatura do ar condicionado e também para a quantidade de água consumida

Como economizar energia da televisão?

Como economizar na conta de luz
Crédito da foto: Jonathan Borba/Unsplash

A televisão é sempre muito querida nos lares brasileiros, porém, ela pode contribuir para o aumento da sua energia elétrica. Sandra Teruya listou um passo a passo para conseguir diminuir o consumo:

  1. Ative a economia de energia;
  2. Diminua o backlight (barras de LED que garantem a iluminação mais ou menos forte da televisão);
  3. Programe um timer automático – especialmente durante a noite, para não correr o risco de dormir com o aparelho ligado;
  4. Desligue a tela ao ouvir música;
  5. Opte por uma TV mais eficiente (cheque a potência e compare com a de outras marcas).

Como economizar energia da geladeira?

Crédito da foto: Naomi Hebert/Unsplash

A geladeira não pode ser desligada para não estragar os alimentos, mas será que existe alguma forma de economizar energia deste tão importante eletrodoméstico? A especialista acredita que sim, e listou também algumas dicas:

  1. Verifique as borrachas de vedação;
  2. Mantenha a geladeira fechada e, se abrir, seja rápido;
  3. Evite encher demais o congelador, pois as saídas ficam bloqueadas, forçando o equipamento a trabalhar mais – o que aumenta o consumo por consequência;
  4. Não coloque alimentos quentes na geladeira;
  5. Não guarde utensílios de alumínio pois resfriam com maior dificuldade. Utilize potes de plástico ou vidro;
  6. Ajustar o termostato de acordo com a quantidade de alimentos e a temperatura ambiente;
  7. Caso sua geladeira não seja frost free (em que o sistema de congelamento é eletrônico), fazer o degelo sempre que necessário;
  8. Nunca utilize a grade traseira para secar roupas;
  9. Instale a geladeira em lugares longe de fontes de calor, como o fogão;
  10. Evite o acúmulo de pó na grade externa traseira.

Como economizar energia usando ar-condicionado ou ventilador?

Se você possui ar-condicionado, não precisa abdicar por completo do aparelho, mas usá-lo com mais consciência. A seguir, deixamos algumas dicas para o uso:

  1. Feche as persianas ou use cortinas blackout;
  2. Use a função smart;
  3. Use a função sleep;
  4. Dê preferência ao ar-condicionado inverter;
  5. Mantenha a temperatura entre 20ºC e 24ºC.

Já se você possui um ventilador, os de mesa e chão são os mais indicados, já que o de teto precisa de mais energia para movimentar rapidamente as grandes pás. Em apartamentos em que o ar-condicionado não é permitido, esse aparelho pode ser uma alternativa.

Colaboração Yeska Coelho

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde!

Comentários

Maria Moura

Muito bom esse assunto de como economiza dentro de uma casa parabéns muito bom

Deixe seu comentário

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.