Entenda como os estilos de apartamentos mudaram nas últimas décadas e escolha seu preferido!

Compartilhar a notícia

Descubra as alterações no layout dos imóveis dos anos 1960 até hoje e o que podemos esperar dos próximos anos

22 de dezembro de 2021

Autor Time Loft
Atualizado: 28 de junho de 2022 7 min de leitura
plantas-apartamento-decadas

Cada pessoa tem um estilo de vida e necessidades diferentes, certo? E é por isso que o mercado imobiliário precisa estar em constante adaptação. As plantas de apartamento sofreram mudanças estruturais com o passar dos anos - fomos de apartamentos de 150 m² aos compactos de 19 m² em 60 anos.

Dos anos 1960 para cá, tudo mudou: nossos direitos, a rotina, os modos de trabalho e de viver. Ao longo deste artigo, você vai encontrar as principais mudanças nas plantas de apartamento a cada década, além do que é tendência hoje e do que será nos próximos anos.

Características de apartamentos por década

Que os apartamentos mudaram muito dos anos 1960 para cá, podemos imaginar. Mas o que aconteceu realmente? Como a planta e o layout foram afetados ao longo dos anos pelas novas formas de viver e de utilizar os espaços domésticos? 

Com a ajuda dos arquitetos Pati Cillo e Bruno Moraes, separamos as principais características dos imóveis década a década, para que você consiga visualizar essas mudanças:

Anos 1960

apartamento-anos-60

Apartamentos com pés direitos altos, cozinhas grandes e, quando havia varandas, eram bem pequenas, no estilo sacada. A decoração era feita com cores fortes e o desenho de mobiliário era mais reto.

Anos 1970

apartamento-anos-60

Cozinhas menores em apartamentos ainda grandes, com por volta de 100m² de área. Na planta, aparecem a dependência de empregados e a suíte. Os banheiros passaram a contar com bidê e iniciou-se o uso de armários embutidos, mesmo que ainda não fossem bem pensados para os espaços. Na decoração, volta um pouco do Art déco e tivemos uma explosão de formas geométricas, estampas e animal print. 

Anos 1980

apartamento-anos-80

Na década de 1980, observa-se uma redução na metragem dos imóveis para cerca de 85 a 90m². Junto à suíte, apareceu um elemento característico da época: o closet. O banheiro diminuiu um pouco, o que levou à saída do bidê e à entrada de duchas. Tecidos mais florais eram usados em papéis de parede, almofadas e em móveis estofados, além de revestimentos estampados.

Anos 1990

apartamento-anos-90

Os computadores começaram a se popularizar nos anos 1990, o que abriu a necessidade de ter um espaço dedicado ao escritório em casa. Nos apartamentos maiores, a biblioteca abrigou o escritório. “As metragens das residências diminuíram mais um pouco, próximo dos 70m², e algumas plantas já começam a aparecer sem o dormitório de serviço”, lembra Bruno Moraes. Cozinha e área de serviço foram integradas e as varandas aumentaram de tamanho. 

Anos 2000

apartamento-anos-00

Nos anos 2000, o conceito de varanda gourmet veio para ficar. As suítes continuaram aparecendo nos novos empreendimentos, mas todos os quartos diminuíram de tamanho. A área social dos apartamentos se tornou mais importante, com integração da sala com a cozinha. 

Condomínios com lazer completo e outros serviços, como lavanderia coletiva, ganharam popularidade, especialmente os que ofereciam mais de uma vaga de garagem. A decoração utilizava bastante marcenaria e tons mais terrosos, além de acessórios cromados.

Anos 2010

apartamento-anos-10

“A partir de 2010, observamos a procura maior de integrar a cozinha com a sala e também a varanda com a sala. É executado com frequência o nivelamento da varanda com o piso da sala, removendo a porta que dividia os dois ambientes”, revela o arquiteto Bruno Moraes. A metragem dos apartamentos diminuiu ainda mais e aumentou a procura por projetos arquitetônicos estilo loft, que integrassem todos os ambientes para ampliar o espaço. 

As plantas dos apartamentos atuais

Embora ainda estejamos na era dos apartamentos compactos, já se percebe que os empreendimentos estão atentos a algumas das necessidades atuais das pessoas. Mesmo em apartamentos tipo estúdio, é possível encontrar uma varanda, que pode ser integrada ao estar para que o morador possa receber visitas com conforto.

“Muitos procuram um espaço para home office e um espaço para sapateira na entrada, principalmente agora por conta da pandemia. A procura por apartamentos com varandas e espaços abertos aumentou e muitos levam em consideração se o apartamento tem espaço para o pet”, diz Bruno. 

Este projeto de Bruno Moraes retrata o home office integrado à sala de estar / Foto: Luis Gomes

Outro ponto decisivo na hora de buscar um apartamento é a localização do imóvel, que deve ser bem cercado de serviços básicos, como supermercados e farmácias, mas também de restaurantes e lojas charmosas. “Ambientes que possam ser integrados e repaginados são muito procurados, assim como uma vista com entrada de luz natural”, completa a arquiteta Pati Cillo.

A crise sanitária vai mudar a difusão dos apartamentos compactos?

No início de 2020, pessoas por todo o mundo se viram obrigadas a ficar em casa durante os períodos de isolamento social, necessários para contenção da pandemia de covid-19. A convivência familiar durante o dia inteiro e a observação dos ambientes do lar de perto fizeram muita gente repensar o modo de morar.

Populares durante a última década, os apartamentos compactos vêm sofrendo diminuição na procura. “Tivemos muitos apartamentos pequenos por conta da procura de imóveis compactos, principalmente próximos do trabalho e também por conta da legislação, que incentivava este tipo de imóvel. Durante a pandemia, os conceitos mudaram, e a procura por imóveis compactos diminuiu. Agora, muitos clientes estão procurando por espaços maiores e com varandas”, explica o arquiteto Bruno Moraes.

No apartamento projetado por Pati Cillo, a varanda foi integrada ao estar e ao quarto, uma possibilidade do layout atual / Foto: Luis Gomes

Um ambiente que não existia em boa parte dos apartamentos é o espaço de home office. O trabalho em casa exigiu adaptações, como a transformação de um quarto para escritório, mas nem sempre o layout é ideal. Bruno Moraes destaca que esta deve ser uma grande tendência para os próximos anos: espaços realmente pensados para home office. 

“Hoje observamos muitas pessoas transformando um quarto para este uso, mas poderia ser um espaço menor que um quarto. Se os imóveis novos começarem a entregar um espaço apropriado para este uso, conseguiríamos otimizar mais a planta”, diz.

Espaços para higiene próximos da porta de entrada, como bancos e sapateiras, assim como um lavabo nesta área do apartamento, podem fazer mais sentido. De acordo com o arquiteto, outras tendências são o maior uso da tecnologia com a automação residencial e a criação de espaços mais verdes, que promovam a integração da arquitetura com a natureza. 

Encontre o apartamento certo para cada momento da vida

Seja para acompanhar as tendências arquitetônicas, para realizar um sonho ou para dar mais conforto à família, existe um apartamento ideal.

A Loft tem opções de apartamentos para todos os momentos de vida, orçamentos e preferências, além de auxiliar você com o processo de financiamento imobiliário de forma gratuita, caso seja a sua escolha de pagamento.

Conheça nossos apartamentos à venda em São Paulo e agende uma visita presencial ou virtual!

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde! Caso necessite de mais informações sobre a Loft ou sobre parcerias, entre em contato pelo e-mail imprensa@loft.com.br que responderemos você rapidinho.

Veja também

sala cloffice escritoio armario banheiro lousa geek

Morar com estilo

01 de julho de 2022

Apartamento de 110 m² possui decoração geek, cloffice e banheiro camuflado

emprestimo com garantia de imovel e pouco difundido no Brasil

Mercado imobiliário

01 de julho de 2022

Empréstimo com Garantia de Imóvel: saiba como funciona o crédito com juros baixos e prazos longos para pagar

taxa referencial Foto: Shutterstock

Mercado imobiliário

01 de julho de 2022

TR: O que é a Taxa Referencial e qual seu impacto nos contratos de financiamento imobiliário

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.