O que é casa geminada e vale a pena morar em uma?

Compartilhar a notícia

Com diversidade de formatos e estilos, as casas geminadas tem suas vantagens e desvantagens. Conheça mais sobre esse tipo de construção

02 de novembro de 2022

Autor Time Loft
Atualizado: 30 de agosto de 2023 6 min de leitura
casas-geminadas-coloridas-coladas-duas-paredes

Irmãs gêmeas todo mundo sabe o que é mas, mas e de casas gêmeas, você já ouviu falar? Assim como ter alguém igual a você pode ter vantagens e desvantagens, morar em uma casa geminada também tem pontos positivos e negativos. A grande diferença é que ser gêmeo de alguém não é uma escolha, mas comprar uma casa geminada, sim.

Entretanto, não é porque esse tipo de casa é gêmea que deve ser idêntica. Existem vários formatos de casas geminadas e entender um pouco mais sobre elas pode ser fundamental na hora de tomar uma decisão.

O que é uma casa geminada?

A principal característica de uma casa geminada – ou casa conjugada – é que ela é ligada com outra semelhante, compartilhando uma parede comum, em geral. Esse tipo de construção é mais visto em condomínios porque, desta forma, as construtoras aproveitam mais o lote, construindo mais imóveis de maneira mais econômica, já que elas acabam compartilhando algumas estruturas como telhado, paredes, sistema de tubulação, rede elétrica ou esgoto.

Por outro lado, tem construções mais antigas, como a do arquiteto Lázaro Tribst Júnior que, apesar de geminada, apresenta um formato diferente, com mais independência. “A casa que eu moro é geminada, mas tem cerca de 100 anos, então as paredes são mais grossas, largas e apesar de ter um telhado que interliga, ele tem uma separação, estrutura independente”, conta o arquiteto.

Tipos de casas geminadas

O que é casa geminada
Não é porque esse tipo de casa é gêmea que deve ser idêntica. Nesse projeto, a casa da esquerda priorizou uma garagem fechada. Foto: Shutterstock

Existem casas geminadas de vários tipos e versões. Estejam dentro de um condomínio ou em ruas abertas, as mais simples costumam ter características idênticas uma da outra, com uma mesma estrutura externa (fachada). Se as casas não têm de obedecer a um padrão do condomínio, elas podem ainda ter a frente pintada com cores diversas e com formato de janelas e portas diferentes. Em versões mais sofisticadas, elas têm ainda jardins e garagens.

A casa onde Lázaro Tribst mora com a esposa, o filho e dois cachorros, por exemplo, fica em um bairro nobre de São Paulo e, apesar de ser geminada, não compartilha estrutura de tubulação e rede elétrica. O imóvel tem quintal e jardim, por exemplo, o que acaba tornando a experiência de moradia muito parecida com a das casas independentes. “Eu morava em uma casa muito grande com minha família. A gente queria morar numa casa menor por questões de economia e praticidade. Agora, podemos ir andando ao clube do qual somos sócios, ao banco e outras facilidades. Fizemos uma super reforma sem precisar de articulação nenhuma com os vizinhos”, relata o arquiteto.

Anúncios

Vantagens das casas geminadas

Vantagens da casa geminada
A ventilação é uma das desvantagens da casa geminada, especialmente quando os dois lados são compartilhados. Foto: Shutterstock

De modo geral, as casas geminadas proporcionam uma maior economia. Essa talvez seja sua principal vantagem, já que podem ser mais acessíveis para quem quer comprar e ainda ser uma fonte de renda para quem tem um terreno e quer construir mais de uma casa para alugar uma delas, por exemplo. Elas gastam menos para serem construídas, pois compartilham a mesma planta e estrutura.

A vizinhança mais próxima pode ser vista de forma ruim para uns, mas, para outros, transmite uma sensação de maior segurança. Além disso, a parte interna das casas acaba sendo mais espaçosa. A economia na manutenção também é uma vantagem, afinal de contas, se as casas dividem tubulação e rede elétrica, todos os custos da manutenção nesse sentido serão compartilhados.

Desvantagens das casas geminadas

Normalmente as casas têm um ou dois lados colados, o que impede a colocação de portas e janelas e outras soluções para a circulação de ar, deixando a casa com uma ventilação ruim. Além disso, as casas que têm uma ou as duas paredes coladas podem ter pouca ou nenhuma iluminação solar, o que acaba deixando a casa mais fria e contribuindo para problemas como infiltração. Por serem coladas, a área externa fica comprometida e assim, na maioria dos casos, elas não têm jardim e quintal ou os têm em tamanho reduzido. Por fim, um dos maiores problemas é o ruído.

Uma vez unidas pela mesma parede, o barulho da casa ao lado fica ainda mais presente na outra. Já existem projetos novos com isolamento acústico e, nas construções mais antigas, como o imóvel de Lázaro, as paredes mais grossas diminuem consideravelmente os ruídos do vizinho. “A desvantagem é que, em um dos lados, a gente não tem ventilação, não tem circulação de ar porque tem a parede. Outra desvantagem é quando os vizinhos fazem muito barulho, podemos ouvir ruído, mas minha casa é antiga, então não tenho muitos problemas com isso”, explica o arquiteto.

Vale a pena morar numa casa geminada?

Depende do tipo e nível de geminação. Na vida humana, temos gêmeos idênticos; gêmeos de gêneros diferentes e gêmeos não-idênticos. Na arquitetura também existem essas variantes. Quanto mais interligadas estiverem as casas, mais desvantagens terão no sentido de privacidade e autonomia.

Na maioria dos casos, existe a possibilidade dos desmembramentos, que podem ser parciais e totais, a depender do lote, da casa e dos acordos. A casa de Lázaro, por exemplo, foi desmembrada parcialmente, então os lotes também foram separados e toda a rede elétrica e encanamento também. A experiência do arquiteto é muito similar à de morar em uma casa isolada no que diz respeito, por exemplo, à autonomia para reformas internas e externas. Cada caso é um caso e é importante avaliá-los para não confundir Chico com Francisco.

Colaboração de Michele Louvores

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde!

Tags

Comentários

Mariss

Eu não recomendo pra ninguém. É horrível, parece que você está morando com outra família que nem conhece. Dá pra ouvir tudo, mas tudo mesmo que o vizinho faz e vice versa. Sem privacidade nenhuma. Odiei, apesar da casa ser bonita, ainda assim prefiro minha paz .

Deixe seu comentário

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.