As previsões para o mercado imobiliário em 2022

Compartilhar a notícia

07 de fevereiro de 2022

Autor Time Loft
Atualizado: 28 de junho de 2022 8 min de leitura

A alta da Taxa Selic e a volta da TR, imóveis como reservas de valor, estabelecimento do home office e mais!

Mal começou o ano de 2022 e a gente já se pergunta: o que vem por aí? Aqui na Loft não tem bola de cristal, mas reunimos algumas estimativas e projeções para quem quer se inteirar sobre o assunto!

Financiamento e Taxa Selic: O que esperar em 2022

Vamos começar com a realidade tangível: em fevereiro de 2022, a Taxa Selic seguiu crescendo e voltou ao patamar acima de dois dígitos: agora está em 10,75%. Esse número impacta nos juros de financiamento imobiliário, que viveu um período de baixa histórica entre 2019 e o início de 2021. 

Como a Selic é a taxa básica de juros, e é usada pelos credores como baliza para todos os outros. Então quando ela sobe, é um sinal que os outros juros provavelmente vão subir também, incluindo aqueles praticados no financiamento imobiliário. 

Resumo da ópera: o financiamento imobiliário em 2022 deve ficar mais caro do que estava. Em 2 de fevereiro de 2022, a Caixa Econômica Federal (líder de crédito imobiliário no Brasil) anunciou os novos juros para suas linhas de financiamento imobiliário com recursos da poupança: entre 8% e 8,99% mais TR ao ano.

Vale lembrar que os juros de financiamento imobiliário geralmente são indexados à TR (Taxa Referencial), que estava zerada desde 2017 e agora está de volta. Agora no início de 2022, a projeção é que a TR fique entre 0,60% e 0,80% ao ano. 

E para o resto do ano, o que esperar da economia?

Visto que ainda vivemos um ano de pandemia e que 2022 é um ano de eleições gerais (e deve ser bastante movimentado), as projeções por enquanto são comedidas. 

No fim de janeiro deste ano, analistas de mercado entrevistados pelo Banco Central para o Relatório Focus (uma espécie de termômetro das expectativas do mercado) estimaram um crescimento baixo da economia brasileira como um todo: uma alta de 0,30%. Além disso, os analistas também estimaram que a inflação deve continuar crescendo e a taxa Selic também, encerrando o ano em 11,75%. 

É sempre bom lembrar que estamos falando de estimativas do mercado e não de garantias, ok? O melhor jeito de acompanhar a direção dos ventos é continuar acompanhando constantemente, já que as coisas mudam bastante.

O ano de 2022 vai ser bom para quem pretende comprar ou vender um apê?

Para quem compra

Vamos ressaltar duas coisas aqui. Uma delas é que não existe uma hora de comprar boa ou ruim para todo mundo: depende do momento de vida, das expectativas e disponibilidades financeiras de cada um. 

E a segunda coisa é que comprar um apartamento não costuma ser uma decisão impulsiva ou rápida, de uma semana para outra. Pelo contrário: é um projeto que vai amadurecendo ao longo de vários meses ou anos, ganhando reajustes ao longo do caminho. É preciso economizar o dinheiro para a entrada, decidir qual planta é a melhor, o que é prioridade e o que não é...

Então para quem já estava se planejando para comprar um apê neste ano e tem uma situação econômica estável, não é preciso abrir mão dos planos, apenas refazer as contas para que elas reflitam a realidade do momento e não haja surpresas por aí. 

E pesquisar muito, bastante mesmo, para encontrar a melhor oportunidade.

Afinal, sempre tem prós e contras em qualquer momento econômico. Se por um lado os juros do financiamento imobiliário agora estão mais altos do que há dois anos, por outro pode haver mais espaço para negociação de preços com vendedores justamente porque vai ter menos gente comprando. 

Para quem vende

Os últimos anos tiveram um volume recorde de contratação de financiamentos e de unidades vendidas, tanto entre lançamentos quanto entre apartamentos que já estavam de pé. Ou seja, tinha muita gente interessada (e financeiramente equipada) para comprar. Essa aceleração toda pode ter chegado ao pico, segundo especialistas.

Agora que os juros voltaram a ficar mais caros, é normal que o número de vendas desacelere. Mas ainda tem muita gente que vai seguir com o plano de compra, inclusive gente que viu as necessidades de moradia mudarem ao longo da pandemia e agora querem espaços que refletem essa nova fase de vida.

Outro ponto importante é que, no Brasil, comprar um imóvel é visto como uma "reserva de valor", um bom jeito de diversificar o patrimônio e se proteger das crises econômicas. Já que vivemos um período volátil na macroeconomia, essa lógica segue viva – e vários compradores vão seguir em busca de boas oportunidades. 

Com tudo isso em mente, para atrair compradores de 2022, vale abrir mais espaço para negociar preços e condições de pagamento, mas sem perder de vista a inflação para não perder valor real. 

E se você ainda não tem certeza sobre a precificação certa, vem testar a ferramenta gratuita da Loft: Quanto Vale Meu Apê?

Exemplo de resultado da ferramenta de precificação da Loft: online, instantânea e grátis!

Home office, descentralização, espaços mais amplos… Essas tendências de moradia continuam?

Como a gente passou muito mais tempo em casa do que de costume nos últimos dois anos, os desejos e as necessidades de moradia foram mudando. Aqui a gente elenca algumas tendências que parecem ter chegado para ficar quando se trata de apês residenciais. E repare: uma se conecta com a outra!

Home office

Uma parcela da população do Brasil passou a trabalhar em estilo home office e muita gente vai continuar assim, seja 100% remoto ou com alguns dias presenciais por semana. Por isso, rearranjar a casa (ou mudar de casa!) para encontrar um bom cantinho para trabalhar virou sonho de consumo de muita gente. Plantas mais bem divididas vão chamar a atenção.

Espaços mais amplos

Logicamente, os bairros nobres são bairros consolidados e, por isso, mais caros. Também costumam estar em regiões centrais ou pelo menos ficar pertinho delas, o que significa que a demanda é alta e o preço por metro quadrado também. Isso não vai mudar: sempre vai ter gente interessada.

Só que agora que não é preciso estar fisicamente perto do trabalho, as pessoas se sentem livres para explorar outros bairros que tenham um metro quadrado mais acessível e, por isso, permitam comprar espaços bem maiores pelo mesmo preço. Já que é para passar mais tempo em casa, melhor se o imóvel for maior, né?

Descentralização

Como efeito do home office e da busca por outros espaços, teve gente que se mudou para a praia. Outros se mudaram para o campo. Outros ainda saíram dos bairros centrais para fugir do trânsito, do barulho e dos espaços menores que a vida perto do trabalho nas regiões centrais exigia. 

Afinal, desde que tenha uma boa internet dá para trabalhar! Isso significa que vários outros bairros vão aproveitar uma visibilidade maior, especialmente aqueles que oferecem boa qualidade de vida para famílias (com boas escolas por perto, por exemplo).

O que a Loft preparou para facilitar a sua vida em 2022?

Em 2022, a Loft comemora 4 anos de operação e já se tornou uma das startups de mercado imobiliário mais valiosas do mundo. 

Hoje atuamos nas cidades de São Paulo, Guarulhos, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, e essa lista vai crescer nos próximos meses. ;) 

Também vale destacar que temos um ótimo time jurídico para tornar as compras e vendas extremamente seguras e milhares de parceiros imobiliários – gente muito boa que torna o processo mais agradável para quem compra e mais ágil para quem vende.

Além disso, temos uma assessoria gratuita para assuntos financeiros relacionados a imóveis (crédito com garantia de imóvel e financiamento imobiliário) que está disponível para pessoas por todo o Brasil, sejam elas clientes da Loft ou não.

Ufa! Calma que tem mais! Entre as novidades estão nossa ferramenta de precificação instantânea e gratuita, a Quanto Vale Meu Apê?, que usa dados de transações reais em todas as cidades em que atuamos. 

E agora também oferecemos bônus em dinheiro para quem indicar um apê à venda para a Loft e ele realmente for anunciado por aqui. Legal, né? E olha que ainda é fevereiro!

Vem conhecer melhor a Loft!

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde! Caso necessite de mais informações sobre a Loft ou sobre parcerias, entre em contato pelo e-mail imprensa@loft.com.br que responderemos você rapidinho.

Veja também

parede cobogo porta ar condicionado

Morar com estilo

30 de junho de 2022

Cobogó: o que é e como deixar sua casa mais iluminada e decorada

o que é a matrícula de um imóvel - chave pendurada em uma fechadura - foto: Shutterstock

Mercado imobiliário

30 de junho de 2022

O que é matrícula do imóvel e por que saber disso pode livrar de fraudes

LofTV

29 de junho de 2022

Quadra de beach tennis em condomínios: benefício real ou modinha?

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.