Granito: conheça os principais tipos e cores

Compartilhar a notícia

As pedras naturais trazem sofisticação e elegância aos ambientes. Saiba como aproveitar as diferentes cores de granito para obter esse efeito em seu imóvel!

20 de setembro de 2023

Autor Time Loft
Atualizado: 20 de setembro de 2023 18 min de leitura
Granito_ conheça os principais tipos e cores

O granito é uma pedra versátil e atemporal capaz de proporcionar elegância, resistência e sofisticação a qualquer ambiente. Assim, seja para criar uma cozinha moderna, uma suíte elegante ou espaços externos encantadores, ele pode ser uma opção valiosa e inspiradora.

Pensando nisso, você conhece as cores de granito disponíveis? Embora a pedra cinza seja a mais popular, existem diversos tons e subtons que podem fazer a diferença nos cômodos da sua casa. Então, se a sua intenção é utilizar esse material, vale a pena descobrir todas as suas tonalidades.

Ficou curioso para saber quais são as cores de granito? Continue a leitura e descubra mais sobre essa pedra!

O que é granito? 

O nome granito tem origem na palavra granum, do latim, que significa grão. Ele se refere a um tipo de rocha ígnea, que é formada naturalmente a partir do resfriamento e solidificação do magma no interior da crosta terrestre.

O granito é composto principalmente por minerais. Entre esses elementos estão:

  • o quartzo, que é um mineral incolor;
  • a mica, responsável pelo brilho;
  • o feldspato, que contribui para a variedade de cores disponível.

Outros minerais acessórios, como biotita, moscovita e anfibólio, podem ser encontrados no granito. Por essa razão, há tanta diversidade de padrões e cores diferentes nesse tipo de rocha.

Por conta da sua resistência e beleza, o granito foi amplamente utilizado por diversas civilizações ao longo da história. Os egípcios, por exemplo, foram um dos primeiros povos a extrair e empregar esse material em suas construções, especialmente em túmulos faraônicos e monumentos. 

Os romanos também adotaram o granito durante a Idade Média. Nessa época, a rocha era usada para a construção de grandes edifícios, como templos, igrejas e residências.

O que influencia os diferentes tipos de granito? 

O granito é composto por diferentes minerais. Mas você sabia que o percentual de cada elemento pode diferenciar os tipos dessa rocha? O quartzo, sendo o componente mais duro presente na pedra, confere uma maior resistência ao material.

Portanto, granitos ricos em quartzo costumam apresentar alta durabilidade e resistência a impactos. Por outro lado, os granitos com maiores quantidades de feldspato são menos densos e possuem uma estrutura cristalina menos compacta. 

Isso torna esses materiais um pouco menos resistentes, porém, mais fáceis de serem trabalhados e moldados. Essa característica pode ser vantajosa em projetos nos quais é necessária uma maior maleabilidade do material.

Ademais, as cores de granito variam significativamente, conforme a sua composição mineral. As pedras mais claras costumam apresentar um predomínio de feldspato, enquanto os tons mais escuros são ricos em quartzo.

Outra diferença notável entre os tipos de granito é a textura. Há materiais com uma superfície lisa e polida, resultando em um acabamento mais elegante e sofisticado. Já outros podem apresentar uma textura porosa e irregular, o que pode proporcionar um visual mais rústico e natural.

Por fim, vale destacar que a presença ou ausência de veios na pedra influencia a textura do granito. Essa característica adiciona mais variações estéticas ao material.

Anúncios

Quais são as cores disponíveis de granito?

Agora que você já sabe o que difere os tipos de granito, é o momento de conhecer as cores disponíveis desse material.

A seguir, veja as variações dentro dos tons que recebem nomeações diferentes!

Granito branco

O granito branco é um dos tipos mais populares e versáteis dessa pedra. Sua cor neutra e suave permite a harmonização com diversos estilos de decoração, proporcionando um visual clean e elegante. 

Veja em que variações ele pode ser encontrado:

  • Itaúnas;
  • Macaúbas;
  • Piracema;
  • Siena;
  • Dallas.

Granito cinza

Com sua ampla variação de tonalidades, o granito cinza vai desde o mais claro até o mais escuro. Sua versatilidade o torna uma excelente escolha para espaços internos e externos. 

Entre os tons disponíveis, estão:

  • Andorinha;
  • Corumbá;
  • Corumbazinho;
  • Itabira;
  • Nobre;
  • Prata.

Granito preto 

O granito preto é conhecido por sua sofisticação e elegância. Sua cor profunda e uniforme cria um visual impactante, sendo uma escolha interessante para projetos que buscam um toque de luxo e requinte. 

Veja os tons de granito preto:

  • Absoluto;
  • Estelar;
  • São Gabriel;
  • Via Láctea.

Granito verde

A tonalidade única do granito verde faz com que ele seja muito apreciado na decoração, variando do verde-claro até o verde-escuro. Ele costuma ser usado em projetos de design mais ousados e contemporâneos.

Essa pedra pode ser encontrada nos seguintes tons:

  • Candeias;
  • Labrador;
  • Ubatuba.

Granito vermelho

Quem busca uma coloração vibrante e marcante pode se satisfazer com o uso do granito vermelho no imóvel. Esse tipo de pedra pode variar do vermelho-escuro ao vermelho mais claro. Sua presença audaciosa é ideal para criar destaques em projetos arquitetônicos e de design de interiores. 

Os nomes de suas variações são:

  • África;
  • Brasília;
  • Verona.

Granito amarelo

O granito amarelo possui uma gama de tonalidades, desde o amarelo-claro até o mais intenso. Sua cor alegre e quente é perfeita para trazer energia e vivacidade aos ambientes, principalmente em espaços que buscam uma atmosfera acolhedora. 

Suas tonalidades são:

  • Capri;
  • Florença;
  • Icaraí;
  • Maracujá;
  • Ornamental.

Granito marrom

Os tons terrosos estão presentes na paleta de cores do granito marrom. Sua aparência natural e acolhedora costuma ser aproveitada em espaços residenciais, trazendo uma sensação de conforto e harmonia.

Eles podem ser encontrados nos tons:

  • Absoluto;
  • Bahia;
  • Castor;
  • Imperial;
  • Tabaco.

Granito azul

O granito azul é apreciado por sua coloração única e incomum. Suas tonalidades podem variar, criando um visual único e contemporâneo. Por esse motivo, ele é uma escolha arrojada para espaços que buscam se destacar. 

Você pode encontrar esse material nas cores:

  • Blue Flower;
  • Night;
  • Norueguês;
  • Sucuru.

Granito rosa

Para completar a lista com as cores de granito, o rosa é uma variedade caracterizada por sua coloração suave e delicada. Ele geralmente possui veios que adicionam um toque de beleza e elegância ao material.

Com essas características, essa pedra costuma ser utilizada em projetos que pretendem dar um toque mais romântico aos ambientes. Entre os tons disponíveis, estão:

  • Raíssa;
  • Capri;
  • Imperial.

Quais são as principais diferenças entre granito e mármore?

O mármore também é uma rocha natural utilizada na arquitetura e no design de interiores. Por esse motivo, é comum surgir a dúvida sobre a diferença entre esses materiais.

Para começar, essas pedras têm origens, composições, texturas e cores diversas. O granito advém da solidificação do magma, é composto por, pelo menos, 3 tipos de minerais, apresenta textura granular e diversas opções de cores e padrões.

Já o mármore é uma rocha metamórfica resultante da recristalização do calcário sob altas temperaturas e pressões. Ele é constituído principalmente por calcita, o que confere uma aparência brilhante e a característica cor branca.

Entretanto, é possível encontrar a pedra em outros tons devido a inclusões minerais. Em relação às características, uma das principais diferenças entre o granito e o mármore está em sua resistência e porosidade.

O granito é mais resistente a riscos, manchas e ao desgaste diário, o que o torna uma opção mais adequada para áreas de alto tráfego. Essa pedra possui menor porosidade, sendo mais resistente à absorção de líquidos e, consequentemente, menos suscetível a manchas.

Em contrapartida, o mármore é menos resistente e mais poroso. Assim, ele está mais sujeito às manchas e ao desgaste, sendo indicado para aplicações em áreas de menor tráfego e com menor exposição a substâncias que possam manchá-la.

Como usar esse tipo de pedra em casa? 

Como você entendeu, o granito é muito utilizado nos acabamentos de imóveis. Mas onde é possível aplicar esse material?

A seguir, veja em que pontos é possível incluir o granito na sua casa!

Bancadas, pias e nichos de cozinha e banheiro

Uma das utilizações mais comuns do granito é em bancadas de cozinha e banheiro. A escolha da pedra se deve à resistência a manchas, riscos e calor que a pedra oferece, sendo ideal para as áreas de alta atividade e manuseio. 

As pias e lavatórios feitos de granito também são populares devido à sua beleza natural e facilidade de limpeza. O material ainda pode ser aplicado em nichos de banheiro, gerando destaque para esse espaço para organizar produtos de higiene pessoal.

Dessa maneira, você terá um ambiente organizado, com acessórios que agregam valor estético ao cômodo, criando um visual moderno e sofisticado. Essa pedra ainda é considerada uma opção higiênica por conta da sua característica de pouca absorção de água.

Além da funcionalidade, a sua variedade de cores e padrões naturais permite a criação de elementos personalizados. Como resultado, o granito se harmoniza facilmente com a decoração do ambiente.

Pisos e revestimentos

O granito costuma ser usado em revestimento para pisos e paredes em diversos cômodos da casa. Afinal, a sua resistência o torna altamente durável em áreas de alto tráfego, como salas, corredores e áreas de serviço.

Escadas e soleiras

O material é frequentemente utilizado em escadas e soleiras devido à sua capacidade de suportar o desgaste causado pelo uso diário. O granito é resistente e acrescenta um toque de elegância e sofisticação ao espaço.

Detalhes decorativos

Detalhes decorativos, como peitoris de janelas, rodapés e nichos, podem ser confeccionados em granito para adicionar requinte aos ambientes. Desse modo, eles valorizam a estética dos espaços, tornando os cômodos acolhedores.

Móveis e mesas

O granito pode ser utilizado na fabricação de móveis, como mesas de jantar, mesas de centro e bancos. Resistentes e duráveis, esses itens em pedra oferecem um visual único para os espaços, adicionando personalidade ao mobiliário.

Churrasqueiras e áreas de lazer

A aplicação de granito em churrasqueiras e áreas de lazer externas é comum, também devido a sua resistência e facilidade de limpeza. Essas características tornam o material uma opção ideal para áreas externas, garantindo durabilidade e beleza aos espaços de convívio e entretenimento.

Lareiras

A construção de lareiras em granito é uma opção que pode ser considerada, dependendo do projeto. A escolha do material para esse fim cria um ponto focal de destaque, adicionando um toque acolhedor à sala de estar ou ao quarto.

Quais as vantagens de usar granito em casa? 

Após entender onde o granito de diferentes cores pode ser utilizado, é o momento de saber as vantagens de aplicar esse material em casa. 

A seguir, confira os benefícios que o material pode proporcionar aos ambientes!

Resistência 

Como você aprendeu, o granito é conhecido por sua notável resistência mecânica. Essa característica o torna ideal para quem deseja manter a sua bancada ou piso, por exemplo, bonitos por mais tempo, sem tanta necessidade de manutenção.

Padronagem única

A textura granular é uma das marcas registradas do granito e a sua padronagem única torna cada peça uma obra de arte natural. Dessa maneira, o material pode ser interessante para as pessoas que se preocupam em ter um design personalizado em seus revestimentos, móveis, bancadas e pias.

Variedade de cores e padrões

Uma das grandes vantagens do granito é sua variedade de cores e padrões naturais. Desde tons neutros, como branco e cinza, até cores mais ousadas, como verde e vermelho, a pedra oferece uma ampla escolha para se adequar aos mais variados estilos de decoração.

Facilidade de limpeza e higiene

Apesar de ser uma pedra natural porosa, o granito costuma ser tratado e impermeabilizado para minimizar a absorção de líquidos e manchas. Essa característica faz com que ele seja mais higiênico e fácil de limpar, sendo ideal para locais que necessitam dessa manutenção frequente.

Opção sustentável

O granito é uma escolha sustentável quando extraído e beneficiado de maneira responsável. Como uma pedra natural, sua extração não requer a utilização de processos químicos intensivos. Logo, ela é mais ecológica em comparação a determinados materiais sintéticos.

Além disso, pelo fato de ser uma rocha de longa duração, o granito contribui para reduzir a necessidade de substituição frequente. Então a pedra diminui o impacto ambiental dos resíduos deixados pelas reformas.

Quais são as desvantagens do granito?

É preciso ter em mente que o granito apresenta pontos negativos que devem ser considerados em sua escolha. Com essas informações, fica mais fácil entender se vale a pena utilizar esse material em sua casa, não é mesmo?

Na sequência, veja alguns dos principais contras do granito!

Porosidade

Se o granito não estiver devidamente tratado e protegido, a porosidade natural da sua superfície pode permitir a absorção de líquidos. Nesse caso, as peças tendem a ficar manchadas, principalmente, em materiais mais claros quando em contato com substâncias coloridas, como vinho, sucos ou óleos.

Logo, conte sempre com bons fornecedores para a pedra e tenha suporte adequado para a instalação. Com esses cuidados, será possível garantir a qualidade esperada para ter uma pedra mais durável em seu projeto. 

Sensibilidade a ácidos

Existem granitos sensíveis a ácidos, como suco de limão, vinagre ou produtos de limpeza. Nesse caso, o contato prolongado com essas substâncias pode corroer e danificar a superfície do material, causando manchas ou perda do brilho. Para evitar esse problema, utilize produtos específicos para pedras naturais.

Custo

Embora o granito seja uma escolha de alta qualidade e durabilidade, seu custo pode ser mais elevado em comparação com outros materiais de construção. Então é importante considerar o orçamento disponível e buscar alternativas que se adéquem às necessidades financeiras do projeto.

Peso 

O granito é uma rocha densa e pesada, o que pode tornar a instalação mais complexa. A dificuldade é maior, especialmente em grandes peças, como bancadas ou revestimentos de parede.

Esse fator faz com que sejam necessários reforços estruturais adequados para garantir que o ambiente suporte o peso da peça. O projeto deve ser elaborado com cuidado para não comprometer a segurança ou integridade da estrutura.

Sensibilidade a impactos

Embora o granito seja resistente a riscos, ele pode ser sensível a impactos pontuais. Objetos pesados ou com arestas afiadas podem causar lascas e quebras na superfície da peça, em especial em bordas mais finas. 

Portanto, é fundamental tomar precauções para evitar impactos bruscos e proteger o granito de danos físicos.

Variação de tonalidades e padrões

A variação de tonalidades e padrões pode ser uma desvantagem para projetos que requerem uma uniformidade absoluta em termos de aparência. Aqui, selecione cuidadosamente o granito, visualizando amostras em diferentes condições de iluminação para escolher o padrão que mais se adequa ao imóvel.

Qual o preço médio do granito?

Outro ponto essencial para entender se vale a pena utilizar granito em casa é saber o seu preço médio. Na prática, o custo do material pode variar significativamente, dependendo de diversos fatores.

Um dos principais determinantes do preço do granito é o tipo da pedra. Algumas variedades são mais raras, difíceis de encontrar e, consequentemente, mais caras. Por outro lado, existem granitos mais comuns, que podem apresentar um custo mais acessível.

A personalização e o acabamento também são fatores que influenciam o preço do granito. Caso a pedra necessite de cortes especiais, acabamentos polidos ou outras características personalizadas para se adequar a um projeto, esses processos costumam aumentar o valor final do material.

Ademais, o preço do granito varia conforme a região em que é adquirido. O transporte e a logística envolvidos na distribuição do material podem afetar seu preço final, tornando-o mais caro em determinadas áreas e mais acessível em outras.

Dessa forma, ao considerar o uso do granito em um projeto, é essencial solicitar orçamentos detalhados de fornecedores especializados. Ter os dados em mãos permitirá obter uma estimativa mais precisa do custo da pedra que atenda às suas necessidades e preferências específicas.

Como escolher o tipo de granito ideal?

Se você decidiu por colocar granito em sua casa, seja em bancadas, pias ou revestimentos, deve entender os principais pontos a considerar quando escolher o tipo de pedra ideal.

A seguir, confira no que você deve prestar atenção para a sua escolha!

Estilo e design do ambiente

Ao escolher o tipo de granito ideal, é essencial considerar o estilo e o design geral do ambiente em que será aplicado. Se o espaço possui uma decoração clássica, pedras com padrões mais tradicionais e cores neutras podem se adequar melhor.

Já para ambientes modernos, granitos com padrões geométricos e cores mais vibrantes adicionam um toque contemporâneo. Para espaços com uma atmosfera rústica, pedras com veios e texturas mais marcantes podem realçar a sensação de rusticidade.

Tonalidade e padrão

Para escolher a tonalidade e o padrão do granito, considere a paleta de cores existente no ambiente e selecione uma pedra que complemente ou contraste com elas de forma intencional. Por exemplo, se a decoração do espaço é predominantemente clara, um granito com tons mais escuros pode criar um efeito interessante. 

Em contrapartida, para ambientes que buscam uma aparência mais coesa e suave, granitos com cores e padrões mais claros podem ser a escolha certa.

Local de aplicação

Cada área da casa tem requisitos específicos, e o granito escolhido deve se adequar às demandas funcionais do ambiente. Para bancadas de cozinha, é importante optar por pedras altamente resistentes a manchas e riscos.

Esse cuidado é necessário uma vez que essas superfícies estão sujeitas a uma grande quantidade de atividades diárias. Nos pisos, é fundamental escolher uma pedra durável, especialmente em áreas com maior tráfego.

Enquanto isso, nos revestimentos de parede, é possível explorar granitos com veios e padrões que proporcionem maior impacto visual. 

Custo

O orçamento disponível para o projeto é um fator essencial a ser considerado. Assim, busque um equilíbrio entre a qualidade do granito e o capital disponível. Para tanto, você pode consultar diferentes fornecedores e comparar os preços de pedras similares para encontrar o melhor custo-benefício.

Personalização

Existem projetos que podem exigir cortes especiais, acabamentos personalizados ou formas específicas de granito. Desse modo, antes de escolher o tipo de pedra, verifique se ele pode ser trabalhado conforme as necessidades específicas do projeto.

Lembre-se de que há variedades de granito mais adequadas para personalização, enquanto outras podem ter limitações quanto a determinados cortes ou acabamentos.

Amostras e visualizações

Para ter melhor compreensão de como o granito ficará no ambiente, solicite amostras aos fornecedores e leve-as para o lugar em que serão aplicadas. Aproveite para visualizar as amostras em diferentes condições de iluminação, pois esse fator pode afetar a aparência da pedra.

Então observe como a cor e o padrão do granito interagem com a iluminação natural e artificial do ambiente. Essa etapa é importante para garantir que o material escolhido atenda às suas expectativas estéticas e harmonize com o restante da decoração.

Consulte profissionais

Se tiver dúvidas sobre a escolha do tipo e das cores de granito ideais, não hesite em buscar a orientação de profissionais especializados. Arquitetos, designers de interiores ou especialistas em materiais de construção podem ajudar na seleção.

Afinal, eles têm capacitação para fornecer recomendações e orientações valiosas com base nas características e objetivos específicos do projeto. O suporte ajudará a garantir que a escolha do granito seja adequada e atenda às necessidades do ambiente.

As pedras naturais são escolhas atrativas para projetos de construção e design de interiores. Com sua beleza única, variedade de cores e resistência notável, o granito oferece possibilidades criativas e durabilidade para transformar ambientes com elegância.

Procurando imóveis para comprar e utilizar granito? A Loft tem muitas opções para você!

Bateu aquela dúvida na matéria que você leu? Deixe nos comentários que o Time Loft responde!

Tags

Deixe seu comentário

Veja também

Espaço do Corretor

12 de abril de 2024

Como ser um bom corretor de imóveis

Espaço do Corretor

12 de abril de 2024

4 livros que todo o corretor de imóveis deve ler

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.